22
Set 17

 

publicado por José Manuel Faria às 21:17

Ao longo dos últimos tempos e, principalmente, após a apresentação das candidaturas e dos candidatos, tem-se tornado cada vez mais evidente que a candidatura do Partido Socialista de Vizela é uma verdadeira candidatura do faz de conta. É, desde logo, uma candidatura do faz de conta que somos todos PS, mas que verdadeiramente tem como cabeças de listas quatro grandes PSD’s do nosso Concelho, designadamente, Carlos Alberto Costa, cabeça de lista à Assembleia Municipal, e ex-membro da Comissão Instaladora, ex-candidato à Câmara Municipal e ex-candidato à Junta de Freguesia de Sta. Eulália pelas listas do PSD, António Costa, cabeça de lista à Assembleia de Freguesia de Vizela (Santo Adrião), e ex-Presidente da Junta de Freguesia de Vizela (Santo Adrião), durante 16 anos, pelo PSD, Horácio Vale, membro da lista à Câmara Municipal, e ex-membro da lista do PSD à Câmara Municipal em 2009, e João Ilídio Costa, cabeça de lista à Câmara Municipal, e o maior apoiante das listas do PSD em 2009.
É, por outro lado, uma candidatura do faz de conta que nada tem a ver com o passado da Câmara Municipal, mas que integra nas suas listas os dois braços direitos de Dinis Costa, ou seja, Dora Gaspar, há 12 anos em exercício de cargos políticos na Câmara Municipal e atual Vice-presidente, e João Polery, ex-deputado da Assembleia Municipal e atual Chefe de Gabinete de Apoio à Presidência. 
É, também, uma candidatura do faz de conta que a Comissão de Honra é o Povo de Vizela, quando, na verdade, não conseguiram reunir um conjunto de pessoas para fazer uma comissão de honra, usando, através do Diretor de Comunicação de Campanha, de modo sorrateiro e doloso, apoiantes públicos e declarados do Movimento Vizela Sempre como seus apoiantes, de modo a enganar, esse sim, o Povo.
É, ainda, uma candidatura do faz de conta que a mandatária da campanha eleitoral é a Dra. Maria José Pacheco, quando, na verdade, oficialmente é João Polery, de acordo com as listas apresentados no Tribunal. É, igualmente, uma candidatura do faz de conta que tem um orçamento de campanha de sensivelmente 50.000,00 euros, quando, na realidade, o orçamento deve ser bastante mais reduzido, dado que quem suporta a campanha é a Câmara Municipal de Vizela, através dos impostos dos Vizelenses.
É, do mesmo modo, uma candidatura de faz de conta que são os militantes do PS que, de forma dedicada, trabalham para a campanha, quando, na verdade, quem executa todos os trabalhos de montagem de palcos, estruturas e tendas são os funcionários da Câmara Municipal, que são pagos através dos impostos dos Vizelenses.
É, de igual forma, uma candidatura de faz de conta que tem grandes mobilizações, quando, na realidade, tem bons fotógrafos, que conseguem fazer milagres, sendo manifesto que a visita do Secretário-Geral do partido e Primeiro-Ministro, António Costa, a Vizela nada teve a ver com outras visitas apoteóticas dos anteriores líderes do PS, tendo ficado muito aquém das expectativas. É uma candidatura que tem como candidato à Câmara Municipal João Ilídio Costa, que faz de conta  que se fosse para a câmara não iria receber o salário de Presidente da Câmara de 2500 euros, quando, na realidade, se fosse Presidente da Câmara era obrigado, por lei, a optar entre o salário de Presidente da Câmara de 2500 euros e a sua reforma de 3500, pelo que o que afirmou é que, na verdade, iria optar pelo reforma que é mais elevada.
É, afinal, uma candidatura de faz de conta que faremos uma campanha com seriedade e elevação, quando, verdadeiramente, o que se tem verificado é uma campanha de intriga e dissimulada, cujo objetivo é lançar a confusão nos Vizelenses.
Por tudo isto, não devem os Vizelenses acreditar nestas histórias do faz de conta da candidatura do Partido Socialista de Vizela, devendo, pelo contrário, procurar a verdade destas eleições, olhando para as listas e para os projetos de cada candidatura.

rádio vizela

publicado por José Manuel Faria às 12:17

 

publicado por José Manuel Faria às 12:02

21
Set 17

 

publicado por José Manuel Faria às 18:13

A candidatura autárquica do Bloco de Esquerda inicia a campanha para estas eleições autárquicas de 01 de Outubro lançando a sua propaganda na rua, vinculando que a equipa está preparada para fazer a diferença em Vizela

O Bloco de Esquerda pretende trazer para o debate político alguns temas essenciais para a melhoria das condições de vida dos vizelenses e, por isso, apresentará os seus compromissos em mobilidade, turismo, ambiente, educação, desporto, saúde, inclusão, transparência e cidadania.

publicado por José Manuel Faria às 17:51

 

publicado por José Manuel Faria às 17:48

"Falta de vergonha é o que falta ao movimento dos supostos independentes, promessas megalómanas, com que dinheiro todos se perguntam, vamos mostrar dizem estes, certo é que nunca mais saem as fontes de financiamento e onde internamente vão buscar o dinheiro, numa clara parecença com Passos Coelho “PSD”, é do conhecimento público que promete-se tudo, desde emprego a subsídios baixa de impostos, compra de terrenos a amigos e apoiantes se calhar, para fazer pontes e piscinas, ou irão doar terrenos ao Município, se sim qual a contrapartida, depois vê-se, claro. Falta de vergonha é alguém afirmar que João Ilídio Costa usa os bens da Câmara como o palco, usou sim e continuará a usar, mas alguns ignóbeis independentes que usufruíram também deste mesmo palco quando militavam e concorreram pelo PS, aí esses não se preocuparam, porque não diz o PSD nada, porque eles sabem que estas declarações são absurdas futilidades de campanhas eleitorais obscenas e despesistas num concelho como Vizela, e que todos os partidos usufruem deste mesmo palco, os independentes não precisam, dinheiro não falta.
Ignomínia, atentaram contra o meu bom nome em 2013 fazendo uma campanha anónima e sem escrúpulos. Estamos em 2017 e agora é contra João Ilídio numa campanha de clara ostentação burguesa ao alcance de só alguns, passados os abraços e beijos, querem atentar contra o candidato do PS a nível do seu brio, profissionalismo e competência. Não têm argumentos, as provas estão dadas tanto por mim como por ele, nunca andamos à boleia de partidos e sempre ganhámos, numa espécie de congregação maçónica de uma qualquer loja deste país, os lesados do PS agora independentes, ilusionam o povo com uma propaganda de guerrilha ao estilo de Hitler, quanto mais a derrota se aproxima de nós mais incentivo as tropas de que estamos a ganhar e assim empurrando-os para a morte certa, o povo não se engana com truques de ilusionismo barato. Alguém do concelho de Guimarães, que se diz Vizelense, que dá pelo nome Armindo Faria, deveria ler duas vezes o que escreve, desde quando um assessor tem assessores? Ignomínia ou ignorância Sr. Armindo Faria? Felizmente e tenho orgulho do berço que tive e do que dei,não fui criado na foz do Porto ou em condomínios fechados, boca de rico e carteira de pobre tal como o seu líder. Não me escondo, ando com o povo, porque sou do Povo e não da Burguesia. Bons amigos é o que não tem como eu tenho, subjugar um licenciado a assistente operacional, para que precisa mesmo o Município de um licenciado em Filosofia?, bons amigos prometeram se calhar lugares de nomeação, é realmente pena que estas palavras não façam parte do dicionário, da sua vida e carácter talvez?
Sujidade, dela e está cheio o nosso querido Rio Vizela, até o tentaram usar como arma de arremesso político, mas desenganem-se aqueles que vilmente querem imputar as culpas à Câmara, se existe negligência não é desta, prova são as dezenas de denúncias efetuadas por mim. Para quem não sabe ou não quer saber porque convém usar o nosso Rio como arma de arremesso político, deve-se explicar que a culpa é em primeiro lugar de meia dúzia de empresários sem escrúpulos e sem consciência ambiental e social, se calhar alguns até são apoiantes dos independentes, de seguida a culpa é da tutela nomeadamente a APA- Agência Portuguesa do Ambiente que deveria punir severamente os infractores. Houve quem quisesse que o ribeiro de Sá e a restante Vila de Santa Eulália pertencesse ainda a Lousada, porque votaram e quiseram sabotar a elevação de Vizela a concelho, e não é que agora são candidatos à Câmara!
Também é do conhecimento público que trabalho desde os 20 anos e não sou reformado da política mas sim pela banca e subi na vida a pulso e não tenho bens espalhados e escondidos, também é do conhecimento geral que nunca fui insolvente ou estive inibido do uso de cheques como alguns dos empresários e ex-empresários, nunca baloicei de partido em partido, aliás o candidato à Câmara Vitor Salgado até supostamente foi eleito Presidente da Associação Académica de Coimbra apoiado pelo PSD, depois enquanto o PS lhe deu sustento por aqui ficou, viveu à custa do partido e mais, pior que o seu inexistente currículo de trabalho é o seu currículo académico onde andou de universidade em universidade até supostamente se licenciar após 2007, 10 anos para se licenciar?"

Relembro que Vitor Hugo Salgado não aceitou os pelouros que lhe atribuí em 2009 e por isso não quis ser vereador, mas quando José Sócrates perdeu as eleições veio de joelhos pedir, através da minha chefe de gabinete Sandra Guimarães, para ser vereador e aí aceitou tudo e mais alguma coisa, tenha vergonha na cara. 
De berço nem vou falar porque muito teria a dizer, e como se sabe publicamente, és um pau mandado.

Dinis Costa
Atual Presidente da Câmara Municipal de Vizela

Rádio Vizela

publicado por José Manuel Faria às 11:15

"Esta é a razão primeira pela qual, um grupo de cidadãos libertos de interesses pessoais, de forma desprendida e fortemente imbuído de sentimentos municipalistas, com dinamismo e possuidores de conhecimentos transversais nas diversas vertentes da vida social, se uniram em volta de um projecto que, de uma vez por todas, devolva a Vizela e ao seu Povo a grandeza e a soberania incontestada que outrora ostentaram e que, malogradamente, nos últimos anos, por incúria de alguns, gradualmente foram perdendo e que, ainda, não recuperaram.
Os próximos anos serão, poie, seguramente, marcados por diversos e exigentes desafios. Estamos convictos de que o projeto do Movimento Vizela Sempre - Independentes, VHS 2017, “Sempre por Vizela” está preparado para proporcionar e consolidar, quer os apoios aos mais fragilizados, quer os incentivos aos empresários e às empresas.
O Povo de Vizela sabe o que quer e o que procura para a governação do seu futuro coletivo e percebeu que, no Movimento Vizela Sempre, estamos já preparados para colocar em prática as propostas que, atempadamente, estudamos e trabalhamos. Propostas que são as únicas verdadeiramente com capacidade e arrojo suficientes para - sem comprometer, antes engrandecer, o advir de Vizela - de forma coerente e harmoniosa constituem um conjunto de políticas e estratégias adequadas para que se recoloque Vizela no Mapa e leve longe, cada vez mais longe, as várias “Marcas Vizela”. Sim, diversas, porque para o Movimento Vizela Sempre - Independentes Vizela tem uma riqueza tão grande e diversificada que não pode ser reduzida a uma só “marca”(...)

rádio vizela

publicado por José Manuel Faria às 11:07

20
Set 17

 

publicado por José Manuel Faria às 21:11

 

 

A candidatura de João Ilídio Costa à Câmara Municipal de Vizela refere que o trabalho que até agora tem realizado “tem sido um modo consciente e criterioso, e não resultará em projetos precipitados e promessas ilusórias”. Compara com os projetos recentemente apresentados pelo Movimento Vizela Sempre (MVS), classificando-o como um “registo totalmente oposto”, referindo que se tratam de “projetos de obras, sem qualquer rigor técnico ou financeiro”. Começa por visar o projeto para a nova ponte. Diz o PS Vizela que no projeto apresentado pelo MVS “com o valor orçamentado para a obra, de 1 milhão de euros (…) nem sequer a circulação automóvel está garantida e questiona: “Alguém que circule no sentido Santo Adrião - Vizela, depois de passar a ponte, pode virar para Vizela? Não deveria ser feito no mínimo uma rotunda”? Além disso, entende o PS que “a diferença entre apoios na ponte não respeita o leito de cheia, não vence adequadamente a diferença de cotas e condiciona o escoamento do rio, daí que o vão deva ser na ordem dos 85 metros”. Questiona ainda o real valor da obra, anunciando contradições de discursos entre Victor Hugo Salgado – debate dos candidatos à Câmara na Rádio Vizela – e de António Ferreira – no debate da União de Freguesia Tagilde/S. Paio.

Depois surgem os terrenos a adquirir, afirmando o PS que os seus “os proprietários (…) são membros da pseudo-comissão de honra do movimento”, questionando se os valores estão negociados ou se “será esta mais uma ilegalidade”, lê-se.(...)"

rádio Vizela

publicado por José Manuel Faria às 17:02

João Mendes

publicado por José Manuel Faria às 12:44

19
Set 17

 

publicado por José Manuel Faria às 21:31

 

publicado por José Manuel Faria às 11:40

 

publicado por José Manuel Faria às 11:19

18
Set 17

 

publicado por José Manuel Faria às 21:25

A Equipa do MVS/Victor Hugo Salgado:

 

 

1 - Victor Hugo Salgado;

 

2 - Joaquim Meireles;

 

3 - Agostinha Freitas.

 

 

A Equipa do PS:

 

 

 

1 - João Ilídio Costa;

 

2 - Dora Gaspar;

 

3 - Horácio Vale

publicado por José Manuel Faria às 18:40

 

Duas frases que mostram a alteração de paradigma com a candidatura do "Movimento Vizela Sempre/Victor Hugo Salgado":

 

- "Campanha do PS é paga pela Câmara de Vizela";

- "Vizela Romana, Vizela no boletim de voto".

 

Orador, Victor Hugo Salgado.

publicado por José Manuel Faria às 11:32

 

publicado por José Manuel Faria às 11:25

17
Set 17

 

publicado por José Manuel Faria às 20:32

Conforme o número de "militantes", de apoios financeiros, de logística e de força/vontade se constroí uma campanha eleitoral insuficiente, suficiente, equilibrada ou excessiva.

1- Movimento Vizela Sempre - VHS 2017: Campanha Excessiva (ex: cartazes com desenhos de obras);

2 - PS - Campanha Equilibrada a tender para o Excessivo (ex: comunicados em exagero);

3 - Coligação PSD/CDS - Campanha Suficiente (ex: menor nº de comunicados e cartazes);

4 - CDU - insuficiente (ex: compreensível);

5 - BE - insuficiente (ex: compreensível).

publicado por José Manuel Faria às 10:22

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13

23

24
25
26
27
28
29
30


Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Dinis Costa és uma vergonha e envergonhas Vizela c...
Hoje outra empresa de " sondagens" atribui 40 ao M...
Vais provar em tribunal.
Faz de conta que é escrito pelo Luís Almeida e na ...
Veja se descobre uma farmácia, que deve haver remé...
Enquanto a ementa preferida do MVS é porco no espe...
A alternativa é o BE. Domingo a Marisa Matias está...
Sondagens...davam o Menezes vencedor , ficou em te...
"": “Nunca imaginei que a política fosse tão porca...
Enfim sem comentários PS se querem pena do povo n...
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO