02
Ago 07

Filmes com personagens gays ou sobre temas ligados à homosexualidade serão reconhecidos com um novo prémio no Festival de Cinema de Veneza .

Creio que é um erro da organização do Festival. Discriminar a homossexualidade pela criação de um prémio próprio. As orientações sexuais fazem parte da vida e deveriam ser absolutamente normais. Os filmes com personagens homossexuais podem ser tão bons como os outros e vencerem prémios pelas suas capacidades artisticas.

Porque não um prémio próprio para filmes heterossexuais "puros", sem dúvidas!??

publicado por José Manuel Faria às 12:43

13 comentários:
É como as mulheres. Querem igualdade de direitos mas pagam menos nas discotecas.
Foi uma ideia desnecessária da organização.
1/2Kg de Broa a 2 de Agosto de 2007 às 14:25

Venho assistindo com algum agrado a sua intervenção em relação a alguns temas sobre a homossexualidade, para uma igualdade e uma tentativa de alertar a sociedade para o tema!

Em relação ao assunto em causa, acho (no meu ponto de vista) que a criação de um prémio para o “filme gay” é só uma forma de chamar a atenção da sociedade (neste caso, europeia) para o problema da discriminação sobre a orientação sexual. Portanto, não vejo problema algum neste prémio.

Ah, além disso é uma forma de dar maior visibilidade ao próprio “Festival de Veneza”… quantas pessoas estão neste momento (ou neste dia) a dar a sua opinião sobre este assunto por essa Europa fora? Certamente que muitos...
Márcio a 2 de Agosto de 2007 às 19:34

ó 1/2k de broa, que raio de comparação foi essa?Com tanto assunto no mundo conseguiu acertar no mais disparatado. Alguma vez viu alguma petição feminina para que as mulheres pagassem menos nas discotecas?
silviaefe a 2 de Agosto de 2007 às 19:59

Este exemplo serve na perfeição. Porquê? Porque luta-se pela igualdade, mas nunca se luta por toda a igualdade possível.

Se a homossexualidade quer ser vista como algo normal, não façam paradas gays, que não haja deste tipo de iniciativas.

Qual é o interesse? Agora há pintura para gays? Musica para gays? Cinema para gays? Já não há prémio só de melhor história, mas também prémio para melhor história gay.
Ou seja, querem igualdade de direitos mas ...com direitos diferentes. Afinal, querem direitos iguais não se querem juntar. Preferem-se diferenciar. Pelo menos é o que esta decisão indica.
1/2Kg de Broa a 2 de Agosto de 2007 às 20:33

Acho que foi um desabafo exagerado. A palavra "raio" não deveria estar ali...
silviaefe a 2 de Agosto de 2007 às 20:54

O mundo ainda não está preparado para mudanças. Muitos fingem que aceitam as mulheres com os mesmos direitos que os homens, que aceitam a homossexualidade, que aceitam outras raças e ou relegiões...mas a realidade diz que isso não acontece na prática. O PRECONCEITO EXISTE NA MAIORIA DAS PESSOAS DE TODO O MUNDO!
Mª do Resgate a 2 de Agosto de 2007 às 21:11

O "raio" a mim não me faz diferença ;)
Apenas gosto de me apoiar em exemplos para justificar os meus pontos de vista.

A mim não me faz a mínima diferença se A ou B é gay ou deixa de o ser. Preocupa-me é o espalhafato que acompanha muitas dessas personagens.
1/2Kg de Broa a 2 de Agosto de 2007 às 21:37

Márcio percebo perfeitamente o teu ponto de vista, por ex: as associações tipo ILGA ou outras, mas a questão de fundo que registo é outra: a divisão por orientação como bem explica o 1/2 kg: literatura gay, poesia gay, etc. Não concordo com o 1/2 kg quanto às paradas LGBT, penso que fazem sentido para alertar, apesar de espalhafatosas. E o Carnaval!!
José Manuel Faria a 2 de Agosto de 2007 às 22:20

1/2k de broa: Retirar o "raio" não foi um pedido de desculpas... só não combina comigo!
E se insiste no exemplo das mulheres, é porque não conhece nada dos Direitos Humanos... e já agora pense nas mulheres que de uma forma ou de outra fazem parte da sua vida... e o que elas merecem!
silviaefe a 2 de Agosto de 2007 às 22:56

Percebo que as paradas chamem a atençam. Mas se a imagem que passa no telejornal é a de um individuo em cuecas, bem, cada um luta como quer, mas deve haver maneiras mais fáceis de atingir objectivos do que ir de cuecas para o meio de uma parada gay. Se calhar até é eficaz e eu é que não sei.

Quanto aos direitos silvia, não me lembro de ter negado um a alguém apenas por ser mulher ou gay. Nem me passa sequer pela cabeça.

Mas agora uso a tua pergunta: viste alguma petição gay para que se fizesse um prémio só para cinema gay? Que eu saiba não. Mas no entanto ele existe.
Mas também não vi nenhuma petição para que as mulheres pagassem menos. No entanto elas pagam.
Afinal o exemplo encaixa.

Perguntemos antes o seguinte: será que estas opções que foram tomadas por outros que não os "beneficiários" beneficia-os na luta pelos seus direitos?
Describiliza. Sejam os direitos quais forem.
Faço-me entender agora?
1/2Kg de Broa a 3 de Agosto de 2007 às 03:58

Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Coitado, o JIC não tem nada para publicar!!!!!!!!!...
Enfim... uma amalgama de psedo independentes e soc...
Irra.Agora já faz publicações do Sol?FrancamenteQu...
Que diferença, que linda festa, não é preciso dinh...
Que diferença!!! Um executivo que transpira simpat...
??? É pra comentar o quê? Que tão muito felizes?
Também tenho gostado muito dos comunicados da Coli...
Estes comunicados devem ser a espinha na garganta ...
Sobre as TaxasCada vez que o PS, através de Dora G...
Admiro a coragem e a persistência destes vereadore...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO