21
Set 07

Câmara Municipal aprovou aquisição

Casa do Castelo

O Executivo Municipal de Vizela aprovou por unanimidade, na sua reunião quinzenal, que se realizou na tarde de ontem, a aquisição do prédio do “Castelo”.
Esta aquisição surgiu na sequência de negociações com os particulares proprietários do prédio – A Família Bravo – para aquisição do prédio e respectivo terreno envolvente estando desde já acordadas as seguintes condições de aquisição:
1. O preço a pagar será no montante de €900.000,00 (novecentos mil euros), pago em cinco prestações anuais correspondentes a 20 % do preço, cada, a liquidar no decurso do mês de Março, com início no ano de 2008;
2. Será encargo do Município o realojamento dos arrendatários do prédio;
3. É encargo do Município manter o depósito divisório das águas existente no prédio;

Existindo já o acordo das partes relativo ao núcleo essencial do negócio, a Câmara vai agora prosseguiu com as negociações para a fixação de todas as condições do negócio para que seja celebrado o necessário acordo escrito com todas as condições.

Historial do “Castelo”

O Edifício do “Castelo”, com mais de cem anos de existência, foi construído com o objectivo inicial de um dia poder servir de Paços do Concelho ao futuro Município. Sendo esse um profundo desejo dos Vizelenses, tal desiderato só foi cumprido no ano de 1998 com a criação pela Assembleia da República do Município de Vizela.
Ao longo dos anos, aquele emblemático edifício manteve-se nas mãos de privados e acolheu várias funções, estando actualmente em elevado estado de degradação e devoluto.
O “Castelo” é ainda hoje um símbolo da luta das gentes de Vizela pela criação do Concelho e, como tal, é desejo do Município que ao Edifício, pela sua elevada simbologia, seja dado um destino condigno e que finalmente se cumpra o objectivo inicial da sua construção, com a sua colocação ao serviço da causa pública e ao serviço de todos os Vizelenses.

 

in site CMV

 

A compra está feita e a Câmara vai fazer cumprir o objectivo inicial da sua construção!

 

Será portanto a sede do Município.

 

Não, engano, o objectivo será: a colocação ao serviço da causa pública e ao serviço de todos os Vizelenses!

 

O que é que isto quer dizer, nada. A CMV comprou sem saber o que lhe há-de fazer.

publicado por José Manuel Faria às 18:18

5 comentários:
Dizem uma coisa, fazem outra.
Sandra Silva a 21 de Setembro de 2007 às 21:47

E tudo bate palmas nas termas.
catarina eufémia a 21 de Setembro de 2007 às 22:16

nem tudo que a CM faz tem de ser mau, temos de ter o espírito aberto!!! sinceramente, mesmo não havendo um destino definido (a acreditar no rupturavizela ), penso ser a CMV o melhor proprietário para este imóvel , cheio de historia para a nossa terra... vamos agora aguardar que lhe seja dado o melhor destino no futuro, uma vez que pior não fica...
meyrelles a 22 de Setembro de 2007 às 02:54

A questão Meyrelles é a mentira do texto : A CMV vai cumprir o objectivo inicial. O objectivo inicial não será cumprido. A isto chama-se demagogia, para não chamar outra coisa.
José Manuel Faria a 22 de Setembro de 2007 às 11:05

Quem vai beneficiar com a compra do Castelo?
Talvez os que estão a beneficiar com o antigo campo de tiro e o parque das termas. E tudo à custa dos nossos impostos.
É fartar vilanagem!!
touindo a 25 de Setembro de 2007 às 11:49

Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Se estiver com o pé quieto, eu acerto-lhe sempre n...
Balelas, balelas e mais balelas.
É verdade. O JIC, o J.P. e a Dora sempre trabalhar...
Para padre andou ele a estudar mas só lá esteve 6 ...
Ao anónimo das 22,34Ninguém vos entende!É uma no c...
Ao comentário das 19,41Cllaro que este comentário ...
Oh mirone, o seu pseudónimo deveria ser Mirolho ou...
""Ah, já agora; comi-lhe o cavalo – Xeque Mate!"En...
""Mestre de Avis a 19 de Julho de 2017 às 23:58""A...
Não. Não dá para acreditar. Vamos rezar para que o...
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO