19
Out 07

A FUGA EM FRENTE DA EUROPA 24


Na sua primeira intervenção parlamentar à frente da bancada, Santana Lopes enuncia imensas reservas a que haja referendo e é acossado pelo ministro Santos Silva como era previsível.

E o PP "saudou" efusivamente o Tratado...

(JPP)

A FUGA EM FRENTE DA EUROPA 23


Que comunicação social é esta, em particular nas televisões, em que ninguém aparece a criticar o Tratado? Será que o Tratado é como as Tábuas da Lei, ou o Alcorão, ditados por Deus aos seus profetas? Está acima da política, é verdade revelada? Ninguém acha estranho que, numa comunicação social normalmente adversarial, se alinhe numa política sem hesitações? Ninguém acha estranho que uma farândola de europeístas vá ocupar os telejornais hoje à noite e ninguém se importe com o contraditório? Na verdade, o palco já está escolhido e depois, quando for inóciuo e irrelevante, obtido o efeito psicológico, haverá uns restos para se fazer de conta que há democracia.

Raramente estou de acordo com as posições de JPP. Desta vez estou absolutamente de acordo, e mais é corajoso da parte dele ir contra a corrente.

publicado por José Manuel Faria às 19:58

comentário:
Sócrates. Para quando o referendo? Não sejas pinóquio.
Sandra Silva a 19 de Outubro de 2007 às 20:52

Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Ahhhhhhhhhhhhhhh este publicou, então e os outros?...
Anónimo a 16 de Fevereiro de 2018 às 19:37Não conv...
Dá-lhe jeito este comentário.Também foi o " anónim...
JMF em vez da fotografia de Francisco Ferreira dev...
JMF publique os comentários ou só um "artista" é q...
Ora nem mais, pois 16 dias para chegar uma carta d...
""VHS podem mudar em função das suas ambições de p...
Mais essa, para além de enlamearem o candidato no ...
Ho diabo. Afinal sempre mataram o partido...
O JMF não pode mudar de opinião conforme as políti...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO