21
Nov 07

Há dois jornais de papel, semanários em Vizela, o Notícias de Vizela e o RVJornal.

 

A população tem apreço pelos 2, penso eu. A verdade é que quer queiramos ou não, gostamos sempre mais de um do que de outro.

 

Eles são muito diferentes, o NV tem mais opinião e "entra" assiduamente em conflito com a Câmara, ou ao contrário, o PS gosta menos.

 

O RVJornal é mais soft, tem menos opinião, mais consensual, o PSD já se "zangou" com ele.

 

Ambos têm amor à terra, e será o mais importante.

 

Vizela precisa de diversidade e nisso tem. 

publicado por José Manuel Faria às 18:44

14 comentários:
O importante é ambos exercerem e cultivarem a DEMOCRACIA, INFORMAR e FORMAR os leitores.
Mª do Resgate a 21 de Novembro de 2007 às 20:08

Desde que o povo não se zangue os partidos são um mal menor. Serão ao todo menos 7 ou 8 assinantes, mas acabam sempre por ler o jornal para saber o que lá se pinta.
Desde que façam o povo dedicar um bocado de tempo à leitura é bom.
1/2Kg de Broa a 21 de Novembro de 2007 às 22:21

A informação deveria ser concebida de uma forma imparcial e focada essencialmente no leitor.

Em algumas situações padecem de uma falta de conteúdos de qualidade.

Mas é louvável o seu trabalho.

Continuem
FILFAR a 21 de Novembro de 2007 às 23:21

Ai !! imprensa vizelense quanto te invejo...
Marco Gomes a 22 de Novembro de 2007 às 10:01

Parece-me claro que a redacção / direcção dos jornais estão em choque constante. Existem ainda mais coisas por explicar… e muita tinta ainda vai escorrer!
Não é preciso puxar muito pela cabeça para perceber o porquê. Aliás, basta ver as caras que estão à frente de cada um dos projectos.
A imprensa local está a entrar numa espécie do Vale Tudo… e há algumas pessoas que fazem concorrência desleal, tentando manter-se em cima.
Márcio a 22 de Novembro de 2007 às 10:16

A Imprensa de Cabeçeiras é frágil? Marco Gomes.
José Manuel Faria a 22 de Novembro de 2007 às 12:37

A diferença é importante e importante seria que se discotice tudo. Afinal da discução nasce a luz. é assim que se dis não é?

Mas muito importante é tambem o proficionalismo, se esse povo é remunerado e não está nos jornais por carolice tem obrigação de trabalhar bem e exemplarmente. Tem de ser isentos e rigorozos nas noticias. Devem fazer aquilo que sabem fazer. Exemplificando: Fátima dos Anjos escreve bem p'ra carago mas fala muito mal! Nunca devia estar ao microfone de uma rádio, ou então devia consultar um terapeuta da fala. É paga não é? Então ou faz bem ou deve ser corrigida.
Caramela a 22 de Novembro de 2007 às 13:51

Se é frágil, caro José Manuel Faria?
Digamos que é a antítese da caracterização da imprensa vizelense aqui descrita.
Marco Gomes a 22 de Novembro de 2007 às 15:40

as pessoas têm problemas e não têm culpa por tal. penso que não deixa de ser profissional por ter um problema. ta a ser má caramela
... a 22 de Novembro de 2007 às 17:51

Caramela,
A Fátima Anjos é uma excelente profissional, das melhores a trabalhar em Vizela! Se você está incomodada com a voz dela não ouça simplesmente. E com essa afirmação está a demonstrar um preconceito absolutamente estúpido!
Márcio a 22 de Novembro de 2007 às 21:50

Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Lista única.Vai ter muitas dificuldades em ganhar:...
Ó Gury pensei que tinhas emigrado.........Ó Gury t...
Por acaso, eu acho que se trata de uma excelente a...
Ainda bem que saltei fora do barco enquanto uns se...
Coitado do PS Vizela, a Dora a Presidente !!!!!!!!...
Então não são 800 mil euros, não é verdade, eminên...
Anónimo a 12 de Janeiro de 2018 às 11:11Se fosse a...
Um orçamento com mais de 3 milhões de lucro e não ...
Recorde prof. que a redução do IMI a pagar 2018 f...
O resto do entulho, sim, porque o entulho já foi a...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO