07
Dez 07

Um inquérito da Marktest para o Diário de Notícias e TSF revela que mais de 50% dos portugueses defende a legalização da prostituição em casas de passe ou bordéis. Em Portugal, o exercício da prostituição enquanto actividade profissional foi ilegalizado ainda durante o Estado Novo.

Segundo o estudo, mais de 51% dos inquiridos manifestaram-se favor da legalização da prostituição, sendo os homens até aos 54 anos os principais defensores da revisão do enquadramento legal para o exercício da profissão. As opiniões negativas foram apenas de 24%, um ponto percentual abaixo do que registou para aqueles que não têm opinião sobre o assunto.

A mais velha profissão do mundo necessita de um enquadramento legal onde os trabalhad@res tenham as mesmas regalias que os demais: sindicatos, segurança social, reforma, etc...

Portugal precisa de mais liberalismo de costumes, a prostituição é um deles.

publicado por José Manuel Faria às 11:16

3 comentários:
Só sou a favor da legalização e liberalização da dita profissão se os critérios de certificação de qualidade do serviço a prestar forem escrupulosamente regulamentados, fiscalizados e cumpridos.

Quem sabe poderá ser um novo nicho de mercado associado ao turismo.

O que estou a dizer pode parecer chalaça, mas não é. Olhe-se para a Holanda.
jmsmachado a 8 de Dezembro de 2007 às 13:16

Prostituição legal.
Neusa a 8 de Dezembro de 2007 às 17:01

O jmsmachado tem razão!
1/2Kg de Broa a 9 de Dezembro de 2007 às 14:17

Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
O Snr Dinis Costa deveria emigrar por ter posto Vi...
Pois e dá umas boas patacas a uns quantos
"Alegadamente" penso saber, é para dizer.............
Nas casas de alterne ou quando se relacionam com p...
Adoro este gajo. E dizem que não é de Vizela! Cá p...
Vou fazer uma pergunta de algibeira.Sabem quem gan...
Passados 8 anos é que viu que era necessária uma n...
Bravo. Parabéns. Faz-me lembrar o alcatroamento fe...
O Gury e se fosses chamar tanso ao teus pais, teus...
bom comentário.
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO