18
Jan 08

 

 

Esta lei aplicada em 2005 dificilmente elegeria em Vizela : 1 deputado da CDU, 1 do BE e os 5 do PSD/CDS.

A existência apenas de um boletim de voto e para a Assembleia Muinicipal de onde sairá o Presidente de Câmara levará o eleitor a votar massivamente no mesmo partido. Não tem a opção de votar de um modo para a Câmara e de outro para a Assembleia Municipal.

Os partidos com menor representação têm sempre mais votos para a Assembleia Municipal.

Uma Lei para colocar os maiores ainda maiores.

Uma lista com mais um único voto e de maioria relativa passa automáticamente a maioria absoluta. Uma distorção da proporcionalidade.

Gostaria de saber a posição do PSD/Vizela.

publicado por José Manuel Faria às 13:55

Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Muito menos, digo eu, para estes comentários imbec...
Festejar o aniversário de quem manda no puto???Ten...
O referendo é uma boa proposta e, Janeiro o mês pa...
Não vamos criar precedentes. O Povo não sabe o que...
Anónimo a 20 de Novembro de 2017 às 19:28"Onde est...
Ora por aqui se pode ver em que é que é (mal) gast...
Sim, a menina deve tornar público o que acontece, ...
O que é o "comércio local"? Os comércios locais do...
Conseguiram uma mão cheia de quase nada, outra de ...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO