11
Dez 06

Os contribuintes que perderem os seus títulos do imposto municipal sobre veículos, o chamado selo do carro, arriscam multas e processos de contra-ordenações, uma vez que a máquina fiscal é incapaz de emitir "segundas vias" de dísticos que tenham sido adquiridos em revendedores de valores selados.

Os funcionários do fisco têm directrizes para fornecer aos contribuintes vítimas de extravios, perdas ou roubos do título do imposto municipal sobre veículos um documento em que se atesta a compra do dístico. Mas este procedimento não evita que as autoridades, PSP e a GNR, apliquem multas, já que a falta de afixação do imposto municipal é punida por lei, mesmo estando o veículo imobilizado em vias públicas.

O fisco admite falhas na "gestão do imposto", mas não explica as razões que levam a não conceder aos contribuintes a "segunda via" do dístico.

Como é possível?

publicado por José Manuel Faria às 17:13

publicado por José Manuel Faria às 17:12

Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Sim, a menina deve tornar público o que acontece, ...
O que é o "comércio local"? Os comércios locais do...
Conseguiram uma mão cheia de quase nada, outra de ...
E pode aceitar-se heterossexuais na igreja? Só dev...
Ó Fátima Anjos, você de "anjinho" não tem nada!Não...
Se fossem só SMS, e as horas extras pagas pelos mu...
A Coligação foi onde?O que quer que se investigue?...
Tem razão. Dinis Costa já tem 3 processos. Vai aca...
O que lhe falta é honestidade. Se os tiver no síti...
A Rádio Faria é apenas uma caixa-de-ressonância do...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO