23
Jan 07

Associação de Municípios do Vale do Ave (Amave) quer que o primeiro-ministro venha conhecer a realidade da região. E defende a adopção de medidas de protecção social para este território marcado por desemprego acima da média nacional e fragilidades na vertente da formação.

"É o momento para que o Governo tome medidas muito sérias de apoio social, à imagem das operações integradas de desenvolvimento para a região implementadas por governos anteriores", afirmou Castro Fernandes, presidente da Amave (e da Câmara de Santo Tirso), lembrando que a região ultrapassa muito o âmbito do distrito de Braga.

Num encontro com jornalistas que assinalou o segundo ano à frente da Amave - a vice-presidência é ocupada por Manuel José Baptista, da Póvoa de Lanhoso - Castro Fernandes apontou os objectivos centrados, em larga medida, no Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN). A qualificação é apontada como nova meta, com o esperado alargamento ao secundário do Centro Regional de Validação de Conhecimentos e Competências.
Ao fim de tantos anos que este problema existe, a AMAVE descobriu a pólvora, o QREN, será a salvação: A qualificação, a diversidade, melhores salários, incentivos fiscais e patronato sério há muito que deveria ter sido considerado pelas entidades do poder.

publicado por José Manuel Faria às 17:29

Janeiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Dinis Costa és uma vergonha e envergonhas Vizela c...
Hoje outra empresa de " sondagens" atribui 40 ao M...
Vais provar em tribunal.
Faz de conta que é escrito pelo Luís Almeida e na ...
Veja se descobre uma farmácia, que deve haver remé...
Enquanto a ementa preferida do MVS é porco no espe...
A alternativa é o BE. Domingo a Marisa Matias está...
Sondagens...davam o Menezes vencedor , ficou em te...
"": “Nunca imaginei que a política fosse tão porca...
Enfim sem comentários PS se querem pena do povo n...
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO