31
Jul 08

Ontem na Assembleia Municipal apresentei uma Moção de Repúdio/Censura à Câmara Municipal de Vizela em nome do Bloco de Esquerda, pelo facto de esta não Comemorar os 25 Anos sobre o 5 de Agosto de 1982, data histórica e impulso para a concretização do Concelho.

 

 

O PS votou contra, a Coligação PSD/PP e CDU abstiveram-se, BE a favor.

 

 

A resposta do Presidente da CMV, foi que ele é um homem do 5 de agosto, que atendeu os feridos no Hospital e que a Pesada hoje não existe, resume-se a um Senhor que gosta do microfone.

 

Se ele foi um homem do 5 de Agosto não era mais uma razão para Comemorar!

 

 

A Coligação e a CDU não explicaram a Abstenção ( posição fácil).

 

A Avicella organiza um debate sobre o 5 de Agosto com o Presidente de Câmara e José Manuel Couto um dos que queriam protagonismo, segundo Francisco Ferreira. Como o tempo faz virar mentalidades.

publicado por José Manuel Faria às 21:32

Um anónimo comunista do PCP diz, Quanto ao que às opiniões dele( António Filipe) concerne, não as valorizamos nem mais, nem menos, do que às de cada 1 dos outros 80.000 militantes.

 

No PCP as opiniões valem todas por igual. O que diz um Deputado da AR em nome do PCP é "igualzinho" há opinião do Zé Almeida do concelho de Mirandela. É de acreditar, sim sr.!

publicado por José Manuel Faria às 11:15

 

 

O Hospital de S.Marcos em Braga está a sofrer uma profunda revolução nos serviços desde a obstetrícia até aos Cuidados intensivos ( 7/8), são investimentos de milhões por parte do Estado. O curioso é que dentro de alguns meses o Hospital vais ser entregue há Santa Casa da Mesericórdia com direcção do irmão de Mesquita Machado, chamado Lino. E assim o "novo" hospital bem apetrechado é entregue aos privados com o nosso dinheiro. Este governo só quer o melhor para nós!

publicado por José Manuel Faria às 11:00

Os lucros dos quatro maiores bancos, entre Janeiro e Junho, atingiram um valor conjunto de 647,9 milhões de euros, menos 43% do que os 1139,2 milhões do mesmo período do ano passado. As maiores quedas verificaram-se no BPI (de 193 para 9,1 milhões) e no BCP (de 307,9 para 101,4 milhões), em consequência das perdas sofridas nas participações cruzadas entre ambos. O BES lucrou menos 28% nos 264,1 milhões e o Totta foi o único que registou um ligeiro crescimento (+0,7%) para 273,3 milhões, ainda assim um abrandamento vincado em relação ao passado.
 

A actividade bancária é muito produtiva, principalmente na obtenção de lucros altos e pagamentos de impostos inferiores. O governo pouco se importa com isso. O cidadão comum deposita as suas economias e recebe 2 ou 3%, estas por sua vez são entregues ao vizinho e este paga quase dez vezes mais.

 

Que é roubar um banco em comparação com fundar um banco? ( BERTOLD BRECHT ).

 

publicado por José Manuel Faria às 10:28

30
Jul 08

Voz do Leitor XIV: Belenenses, um gosto especial, e não é dos pasteis 

 


José Manuel Faria

É enorme a diferença entre ser adepto do Belenenses, do clube da 1ª Liga mais perto da terra onde se vive, ou dos chamados três "grandes". Moras no Concelho de Vizela, andas na Escola e perguntam-te de que clube és. Do Belenenses, respondo, estás a brincar. Mas, porquê, Belenenses. Digo eu, e tu és do Benfica, ora explica lá. O Benfica é o melhor. Nunca compreendi, esta de ser o melhor, o melhor é o nosso. Não sei como foi, a cruz de Cristo apaixonou-me aos 13 anos, olhei à volta e estava só. Não me importei nada.

Uma vez 6 ou 7 anos mais tarde vinha no autocarro do Liceu e observo um senhor calvo a ler com um imenso orgulho o jornal do Belenenses, não resisti e perguntei-lhe, o sr. é Belenenses, sim respondeu o "cota" e com muito orgulho, olha no quiosque tal vende-se o jornal. Bom a partir dessa altura começei a comprar o jornal e a saber que existia um grupo de "azuis sem riscas" em Guimarães. Curioso era visitar o Vitória e observar sempre aquela meia dúzia de tolos "azuis" dava um gozo, é que o belém fazia quase sempre bons resultados na cidade berço.

Mais tarde descobri 2 adeptos em Vizela. Visitei o Restelo pela 1ª vez nos idos 80. Um mundo de alegria. O Tejo, os Jerónimos, a Torre de Belém , mas que enquadramento. Um filho segue as pisadas. Ainda não é tolo total, leva sozinho a camisola oferecida pelo Fernando (77) às aulas de educação física e diz que conhece outro "diferente" da Académica.

No hospital de Rid´ave um dia o terapeuta António, "doente" lagarto, olhou para mim e outro doente da Vila das Aves, e saiu-se. Nunca vi dois doentes do Belenenses juntos disse, o meu colega sorriu e afirmou, o Belenenses é o maior do Mundo. O Sr. Alípio dizia-me que havia 30 adeptos nas Aves e toda a família era Azul desde o tempo das "Torres de Belém", eu achava um exagero, mas é bom acreditar mesmo em algumas mentiras.

José Manuel Faria, Vizela
 

 

:: Link para o artigo ::

 

errata: Riba d´Ave

publicado por José Manuel Faria às 19:36

Nos primeiros seis meses deste ano, as reclamações de utentes contra hospitais e clínicas do sector privado já ultrapassaram o total de queixas de 2007. A Entidade Reguladora da Saúde detectou também 204 infracções em mais de mil acções de fiscalização.

 

Depois da tentativa, (sim, porque já há recuo por parte da ministra, foi apenas uma boa ideia) da exclusividade de actividade médica pública ou privada vieram logo  ameaças da Ordem dos Médicos, a corporação mais forte do País, que abandonariam o SNS por pagar mal e a existência de condições máximas no privado, afinal este sector deixa muito a desejar, pela boca morre o peixe.

publicado por José Manuel Faria às 17:37

 

 

A linguagem utilizada nas mensagens de telemóvel e nos programas de comunicação instantânea, como o Messenger, tem vindo a ser transportada pelos mais jovens para o contexto escolar, surgindo nos trabalhos e até nos testes

 

Em minha casa por vezes "passo-me", vejo o meu rapaz mais velho (19) no Computador a teclar com a esquerda e a mandar mensagens com a direita ao mesmo tempo. Ele é muito bom nas duas actividades. É impressionante a rapidez com que manda mensagens, recebe e manda 500 por dia, não larga o telemóvel, mesmo a mexer o arroz.

 

É  bom aluno e garante que nas provas escritas não escreve os "Kapas e os xis" que servem para quase todos os vocábulos.

 

A juventude está agarrada à droga das mensagens ( gratuitas), é vê-los(as) nas ruas a ouvir música e a clicar. Não se observa um único de jornal debaixo do braço ou a ler. Entram na Universidade sem nunca ter lido um livro de início ao fim. No cinema preferem o filme divertimento, nem sabem quem é Robert de Niro ou Patricia Arquette.

 

Há excepções,poucas.

publicado por José Manuel Faria às 11:38

29
Jul 08

 

Quem não gostar do TV Rural e afins. Deve ler as piadas e trocadilhos do Arcebispo de Cantuária no Atlântico ou no seu blog.

Tão básico
 
O IKEA vai lançar um modelo de cama que muda de cor, a cama Leão.
 
Qual Jack o Estripador!
 
O futebol não é violento? Ouvi dizer que num jogo um jogador fez um corte de cabeça!
 
 
Exagero
 
Era tão racista que morreu à fome quando descobriu que a fome é negra.
 
 
 

 

 

Yes, Sir

 

O nobre mais porco da Cantuária é o Sir Geta.

 

 

publicado por José Manuel Faria às 21:33

Pela primeira vez o presidente de Câmara de Vizela, Francisco Ferreira  ( depois de eleito ou membro da CI) colabora numa actividade relacionada com o 5 de Agosto. O PCV sempre foi contra qualquer comemoração desse dia para não dar azo a protagonismos de quem não merecia.

 

Francisco Ferreira está a evoluir: vai repensar o dia de feriado municipal e aborda o 5 de Agosto, talvez para o ano o 5 de agosto será festivo com patrocínio e organização da Câmara.

 

Esta mudança será "pura" ou a pensar nas autárquicas do próximo ano?

 

ps: O 5 de agosto de 1982 foi o dia de luta popular contra a ocupação militar de Vizela (resumo).

  

publicado por José Manuel Faria às 12:25

Os médicos já avisaram que esta exclusividade obrigatória pode ter como efeito uma fuga dos clínicos para o sector que paga mais, ou seja, os hospitais privados.

 

Finalmente uma boa medida do Governo Sócrates. Os médicos terão de optar pelo público ou privado. A correria dos centros de saúde e hospitais para as clinicas atendendo muitas vezes os mesmos doentes vai terminar. A Ordem já ameaça. O governo tem de aguentar a pressão.

 

Os privados pagam melhor e pode haver fuga do público e o

JURAMENTO DE HIPÓCRATES!

publicado por José Manuel Faria às 10:30

28
Jul 08

O objectivo destas palestras é analisar diferentes vertentes da autonomia administrativa de Vizela, quer no processo de criação, quer nos 10 anos de concelho, com cariz científico

 

Caro amigo Manuel Mendes Marques, explica lá essa do "cariz científico"! E quem é o cientista?

 

adenda: As palestras terão diagramas e gráficos de barras onde estarão representadas as bastonadas da polícia, a quantidade de balas, o nº de estradas, o nº de desempregados, de lojas comercias e de hipermercados, assim como a % de contactos nos bastidores com Francisco Assis do PS, Manuel Monteiro e João Amaral do PCP para além do grau ( 100%) de satisfação dos Vizelenses.

publicado por José Manuel Faria às 19:39

"A diarreia intelectualoide que disparas por tuas narinas betinhas de alguém que nunca fez nada, mesmo nada de útil nesta vida e vindoura. Merecias o castigo de pagem de Paulo Portas teu ídolo secreto. Mentiroso, quando elevavas Catherine Deneuve a ícone da beleza humana."

 

 

Esta foi a minha resposta ao desafio do Marco Gomes do Remisso, pediu, levou.

publicado por José Manuel Faria às 18:51

José Sócrates foi o governante que mais beneficiou com a política e já arrecada por ano mais 51 mil euros do que quando era deputado. Mesmo assim, há quem aufira mais do que o próprio primeiro-ministro, é o caso de Luís Amado, Teixeira dos Santos, Augusto Santos Silva e Jaime Silva, avança o «Correio da Manhã».

Pode não ser politicamente correcto, mas admito que os deputados e os governantes não têm salários altos. Um Primeiro - Ministro ganhar 20 mil contos por ano é pouco, estranho os ministro superarem o PM. A responsabilidade destes é imensa.

 

Quantos maus gestores públicos vencem muito mais que o Executivo, dezenas e depois de sairem ficam com chorudas reformas.

 

No sector público ninguém deveria ganhar mais que o Presidente da República, não é isso que acontece. 

publicado por José Manuel Faria às 10:50

27
Jul 08

O presidente do PSD-M, Alberto João Jardim, disse hoje que é "um insulto" Portugal ser governado por um primeiro-ministro como José Sócrates e afirmou que os sociais-democratas madeirenses tudo farão para permitir uma viragem política

 

Este energúmeno dispara impropérios para todos os lados. E  nenhum responsável político  lhe responde, todos fazem de conta, todos assobiam para o ar. Até Jaime Gama Presidente da Assembleia da República o elogiou depois de lhe ter chamado " Bokassa" ( carniceiro africano) há anos atrás.

publicado por José Manuel Faria às 19:42

Qual a data ideal para o Feriado Municipal de Vizela?
Selection  
Votes
5 de Agosto  5% 2
19 de Março  28% 12
11 de Julho  60% 26
Outra  0% 0
Não me interessa  7% 3
43 votes total
 
   

 

publicado por José Manuel Faria às 12:21

O Estado Espanhol tem um problema grave político/social há décadas, o País Basco.

 

Os bascos têm uma grande autonomia política/administrativa mas para algumas centenas de milhares não chega, querem a independência de Espanha. A solução para resolver esta grave situação era por uma vez chamar os eleitores bascos a um referendo pela independência ou não, e aceitar democráticamente os resultados, a ETA também.

 

O terrorismo etarra é uma metodologia sanguinária e inconsequente. Depois do referendo caso o resultado fosse o Não, os independentistas violentos largavam as armas e lutavam dentro do sistema democrático pelas suas ideias.

publicado por José Manuel Faria às 11:52

Ricos não sentem crise

 

Curioso título, digamos até paradoxal. Os ricos alguma vez sentiram uma crise? Quase nunca.

 

O título pode fazer sentido, o dinheiro pode comprar quase tudo, obviamente se houver algo para comprar.

 

Se os ricos não sentem a crise. Então eles que a paguem!

publicado por José Manuel Faria às 11:39

26
Jul 08

publicado por José Manuel Faria às 21:06

Os sectores da saúde e do ensino, fundamentais para o desenvolvimento do País estão cada vez mais entregues ao sector privado cuja razão principal do deu ser é a obtenção do lucro. O que digamos é normal. Com o tempo e as necessidades que tenho tido leva-me a qustionar a necessidade de estes sectores serem privatizados. Ando numa fase "radical" estatal.

 

Os médicos são formados pelo estado, os contribuintes pagam o seu curso ( os alunos pagam agora propinas cujo valor é reduzido tendo em conta os custos), estes anos depois constroiem clinicas levam preços altíssimos e cuidam dos doentes com um cuidado melhor. Grande parte dos médicos têm 7 ofícios ( trabalham em vários lugares).

 

Com uma medicina estatal obrigatória, bem paga. Em hospitais ou centros de saúde bem localizados em todo o país servindo os doentes em todas as especialidades tornaria o sistema igualitário para os utentes e os médicos em pé de igualdade. Os melhores poderiam ser recompensados. As administraçóes competentes não governamentalizadas e seleccionados por mérito.

 

Os docentes formados em Universidades estatais pagas pelos impostos dos portugueses com investimentos centrais formariam especialistas  para servirem os alunos em todos os cursos , do ensino obrigatório ao Universitário. As escolas privadas desapareceriam com o tempo por falta de "clientes". Milhares de professores são os mesmos no privado e no público. os exames nacionais são estatais. A diferença é o modelo de organização e contratação de profissionais. As escolas estatais seriam imparciais com controle de qualidade. Poderia haver diversidade curricular e autonomia nas esolas do estado. A bibliografia, a ciência não é a mesma?

 

E o tratamento do médico no cosultório privado e no centro de saúde é o mesmo? 

publicado por José Manuel Faria às 13:32

(Sátira aos HOMENS quando estão com gripe)

Pachos na testa, terço na mão,
Uma botija, chá de limão,
Zaragatoas, vinho com mel,
Três aspirinas,. creme na pele
Grito de medo, chamo a mulher.
Ai Lurdes que vou morrer.
Mede me a febre, olha me a goela,
Cala os miúdos, fecha a janela,
Não quero canja, nem a salada,
Ai Lurdes, Lurdes, não vales nada.
Se tu sonhasses como me sinto,
Já vejo a morte nunca te minto,
Já vejo o inferno, chamas, diabos,
anjos estranhos, cornos e rabos,
Vejo demónios nas suas danças
Tigres sem listras, bodes sem tranças
Choros de coruja, risos de grilo
Ai Lurdes, Lurdes fica comigo
Não é o pingo de uma torneira,
Põe me a Santinha à cabeceira,
Compõe me a colcha,
Fala ao prior,
Pousa o Jesus no cobertor.
Chama o Doutor, passa a chamada,
Ai Lurdes, Lurdes nem dás por nada.
Faz me tisasna e pão de ló,
Não te levantes que fico só,
Aqui sózinho a apodrecer,
Ai Lurdes, Lurdes que vou morrer.

 

publicado por José Manuel Faria às 11:30

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Dinis Costa és uma vergonha e envergonhas Vizela c...
Hoje outra empresa de " sondagens" atribui 40 ao M...
Vais provar em tribunal.
Faz de conta que é escrito pelo Luís Almeida e na ...
Veja se descobre uma farmácia, que deve haver remé...
Enquanto a ementa preferida do MVS é porco no espe...
A alternativa é o BE. Domingo a Marisa Matias está...
Sondagens...davam o Menezes vencedor , ficou em te...
"": “Nunca imaginei que a política fosse tão porca...
Enfim sem comentários PS se querem pena do povo n...
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO