30
Nov 08

Um filme a ver ou rever. A queda do Muro de Berlim. Um quarto onde se pratica ilusionismo da antiga DDR, e se mostra a fuga de alemães ocidentais para o leste. O amor ( extremo) entre um filho e uma mãe que teve medo de "saltar" para o capitalismo, e activista do socialismo alemão. Lenine voando.O fim de um regime repressor de prateleiras vazias. Política com Amor. Não aconselhável a saudosistas do "socialismo real".

publicado por José Manuel Faria às 11:10

29
Nov 08

 

O líder comunista afirmou que a intenção de «certas movimentações» na esquerda do PS é combater a deslocação de voto para o PCP, alimentando «ilusões» de mudança. Jerónimo atacou ainda o BE: «tem como objectivo atacar o PCP», disse, «caindo no anticomunismo»

 

in sol

Força Jerónimo!

 

adenda: Do alto da Tribuna nem um único delegado expressou qualquer crítica à orientação passada ou futura do PCP! Pensamento único.

publicado por José Manuel Faria às 19:14

http://oglobo.globo.com/fotos/2008/02/29/29_MVG_mul_sexo1.jpg

Como se determinou que tudo o que se refere ao sexo é por princípio matéria grave e como, por outro lado, não há ninguém que não tenha pelo menos pensamentos relacionados com o sexo e só o sacerdote ou o bispo podem perdoar os pecados, a confissão acabou por tornar-se não um espaço de reconciliação e paz, mas tantas vezes de opressão, e raramente uma instituição acabou por deter tanto poder sobre as consciências, criando infindos complexos de culpabilização. Quando se lê os manuais dos confessores e todos aqueles interrogatórios inquisitoriais, quase reduzidos ao campo sexual, percebe-se que muitos tenham começado a abandonar a Igreja por causa da confissão, considerada ofensiva dos direitos humanos.


 

O Padre Anselmo Borges critica a Confissão essencialmente baseada no pecado do sexo para a Igreja Católica. A Igreja coloca-se de “pé atrás” sempre que o tema é o sexo: abstinência, preservativo, homossexualidade , prostituição, aborto ou casamento (procriação). A confissão era, (actualmente não sei) o momento certo para perguntar aos jovens rapazes da sua vida sexual e com muita mais insistência às raparigas, queriam pormenores, contavam-me jovens e adultas mulheres, muitas delas deixaram cair a sua religiosidade por consequência do “ataque” do confessor à intimidade de dada uma/um.

Um assunto que a Igreja não deveria se intrometer tanto, pois o seu conhecimento prático é nulo!

Na floresta de confessores “atrevidos” haviam e há excelentes árvores de padres respeitosos, abertos e integrados na sociedade tolerante e moderna actual. Um dia haverá renovação da velha floresta. A Igreja tem de actualizar-se, ou perde cada vez mais fiéis para o ateísmo.

 

 

publicado por José Manuel Faria às 11:04

28
Nov 08

http://blogexperimental.blogs.sapo.pt/arquivo/cirawl.jpg

Devido a motivos pessoais nunca tinha estado em nenhuma reunião de Líderes da Assembleia Municipal. A matéria em discussão  : um regulamento de um concurso e discussão da ordem de trabalhos para a próxima Assembleia. Dois pontos a resolver rapidamente, demorou 2 horas. Bem empregues.

O curioso da "sessão", é que esta foi extremanente profícua, sadia, civilizada e sem controle de tempo, fez com que o Regulamento fosse aprovado por unanimidade quando à partida tinhamos todos pontos de vista diferentes, com avanços e recuos de todas as partes sem sobranceria ou prepotência de ninguém.

A reunião foi muito bem conduzida pelo Presidente de Assembleia de Vizela.

Uma enorme diferença para o plenário da AMV.

publicado por José Manuel Faria às 13:04

http://www.radio.com.pt/NR/rdonlyres/97AA7447-136B-479A-A2CC-34B881609FFE/3008/PCP.jpg

O PCP dá início hoje ao seu XVIII Congresso. O Congresso é diferente de todos os demais. Apresenta características próprias de organização, eleição de delegados, debate interno, tem uma sessão de porta fechada à Comunicação Social, o órgão máximo entre congressos, Comité Central elege militantes em Lista única quase todos já definidos, do CC sai o Secretário-geral e demais estruturas dirigentes nacionais.

 

O PCP arroga-se ( in Avante) de organizar o congresso mais democrático em Portugal. Discordo.

 

Jerónimo de Sousa disse:

 

"A questão da luta de classes é um dos capítulos. Até o BE dizia que a luta sindical não se justificava mas, depois, o BE correu atrás das manifestações mas ainda bem que veio. O PCP puxou pelas massas e não esperavam ver mais de 100 mil professores em luta, neste cantinho, para defender os seus direitos", afirmou.

"Queremos uma alternativa de esquerda mas uma politica alternativa. Nós já temos uma coligação, a CDU, e é assim que vamos concorrer. Não fazemos entendimentos por um lugar qualquer de secretário de Estado. Para haver convergência, tem primeiro que se definir a politica e haver uma ruptura com a actual".

 

 Uma mentira sobre o BE, e uma arrogância extrema sobre a luta dos professores que a maioria dos docentes discordará. E a unidade de esquerda como sempre é a CDU.

publicado por José Manuel Faria às 10:57

27
Nov 08

http://www.amave.pt/Portals/0/Camaras/vizela_logo.jpg

A ligação entre a Ruela da Ribeira e a Rua da Boca, cujo trânsito é proibido, exceptuando os moradores e proprietários, está novamente na ordem do dia. Após a apresentação de uma queixa, o Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga (TAFB) veio contestar o facto do edil vizelense ter participado na votação da proposta de ordenamento de trânsito, por ser proprietário de uma habitação confluente com esta via. Contudo, Francisco Ferreira garante que a situação ficará sanada dentro de dias, porque a proposta irá novamente a votação e, desta vez, sem a sua participação.

Foi na reunião de Câmara de 13 de Dezembro de 2006 que foi aprovada por maioria, sem os votos da coligação “Por Vizela”, a proposta de ordenamento e sinalização de trânsito da ligação entre a Ruela da Ribeira e a Rua da Boca. Por não estarem presentes na sessão, os vereadores Dinis Costa e Alberto Machado não participaram na votação.

Logo nessa altura, a deliberação revelou-se polémica. Em conferência de imprensa, a coligação falou da existência “de um conluio entre a Câmara Municipal de Vizela (CMV) e as Juntas de Freguesia de Santa Eulália e S. João”, uma vez que foram estas as autarquias a requisitarem a proibição da circulação automóvel. A oposição pôs ainda em causa a requalificação da via, que custou cerca de seis mil euros.

Passados dois anos, o assunto continua a dar que falar. Depois de ter sido apresentada pelo cidadão Vítor Cunha uma queixa contra a CMV, o TAFB anulou a deliberação do Executivo Municipal no que respeita a esta proposta de ordenamento e sinalização de trânsito. “No entendimento do TAFB, eu não deveria ter participado na votação, porque considera que eu sou pessoa interessada, por ser morador. Não estamos de acordo, mas respeitamos a decisão do tribunal”, começa por dizer Francisco Ferreira. “Votei numa matéria que dizia respeito ao domínio público e não em algo que tivesse particularmente relacionado comigo”, justifica o edil. No entanto, o autarca afiança que esta situação será ultrapassada: “Ainda antes da decisão do TAFB transitar em julgado, a proposta será novamente votada em reunião de Câmara, já na próxima quarta-feira, e eu não participarei na votação”. “O problema ficará resolvido”, frisa o edil.

 

O Presidente de Câmara sabe antecipadamente como votarão os Vereadores do PS?

publicado por José Manuel Faria às 19:25

http://aeiou.expresso.pt/iv/0/138/743/c8f1dc79.jpg

O procurador João Aibéo anunciou hoje que vai pedir a condenação dos arguidos Carlos Cruz, Ferreira Diniz e Manuel Abrantes, no terceiro dia de alegações finais do Ministério Público no julgamento do processo de pedofilia da Casa Pia.

 

 

Haverá condenações com prisão efectiva? Não acredito. Os Srs. são muito poderosos. E a justiça dos ricos? Só o Vale e Azevedo é que "leva"!

publicado por José Manuel Faria às 11:50

26
Nov 08

http://img.photobucket.com/albums/v94/pmpereira/PSL_copy.jpg

O Partido Socialista responde, este quarta-feira, à retirada de apoio político do Bloco de Esquerda ao vereador da Câmara de Lisboa, José Sá Fernandes, acusando o partido de Francisco Louçã de ter feito uma purga.

 

Vitalino Canas é o idiota útil do PS quando este quer que se diga umas barbaridades. Sá Fernandes foi um vereador independente eleito na lista do Bloco, este não cumpriu o acordo de "governo" do BE com o PS, tornou-se um "comissário" de António Costa.

O BE não pode pactuar com "gente" que se deslumbra com o poder e a ele se agarra contra princípios pré-definidos.

O BE não explusa militantes por diferenças de opinião e por isso até é criticado.

Vitalino propositamente inventa uma "purga". O homem anda nervoso com as várias purgas que tem dentro do seu partido, criando ferida e dor, por isso a coçeira provoca-lhe alterações mentais.

 

Adenda :O Balanço que a Concelhia faz do actual mandato é um balanço negativo. Do programa do Lisboa é Gente pouco ou nada foi apresentado e defendido pelo Vereador publicamente ou em sede de Executivo. Dos pontos constantes no Acordo de Lisboa assinado entre o BE e o PS, apenas a questão dos trabalhadores precários foi resolvida. Tudo o resto está para fazer, para tudo o resto falta vontade política de fazer e falta tempo possível para ser executado. Ontem, os camaradas que se opuseram ao fim do entendimento com José Sá Fernandes, diziam que viam o Acordo com o PS como um Acordo para... seis anos. Os camaradas não devem ter notado que a MN, os programas das listas representadas na Concelhia de Lisboa, todos os documentos autárquicos até hoje aprovados dentro do Partido, dizem, preto no branco, que o Acordo de Lisboa é irrepetível em 2009. O Balanço do mandato tem pois que ser feito agora (nós, há muito que o vinhamos pretendendo fazer), porque o mandato do Vereador termina em Outubro de 2009 e não num qualquer momento de 2013.

publicado por José Manuel Faria às 11:56

25
Nov 08

http://homeexchangetravel.blogs.com/photos/uncategorized/2007/04/16/reminder.gif

Se houver professores que pressionem colegas a boicotar o processo de avaliação de desempenho, a Direcção Regional da Educação do Norte (DREN) garante que será inflexível e que avançará com processos disciplinares contra estes docentes.

 

A DREN parece ter a vontade de criar ainda mais conflitos no interior das escolas. Insinuando que os docentes "revoltados" com a política governamental fazem pressão sobre colegas. É a prova que o ME desconhece o corpo docente e trata-os como idiotas manipuláveis.

Este procedimento ameaçador indicia o contrário, é a DREN a ameaçar os professores que recusam esta avaliação.

 

Dizia Mário Nogueira ontem que 130 escolas suspenderam a avaliação. O ME quer levar a "sua" até ao fim, e por isso faz constar dos processos discipinares para ameaçar. Não vai resultar. O governo terá que recuar.

publicado por José Manuel Faria às 10:38

24
Nov 08

http://img.photobucket.com/albums/v138/ovilacondense/jeronimosousa.jpg

O PCP não foi convidado ( comício no Trindade).

 

O BE e "Alegristas" são sectários.

 

E se fosse? (CCS)

O importante é o reforço do PCP.

A esquerda da Trindade procura o poder e um ou outro lugar de ministro.

O "partido" de Alegre é tacticista, porque os votantes do PS procuram o PCP.

São 5 países que fazem frente ao imperialismo ( Cuba, Vietname, Laos, China e Coreia do Norte).

De que modo?

São países que que dizem-se socialistas.

Não temos modelo.

publicado por José Manuel Faria às 22:16

http://www.miltonjung.globolog.com.br/Metralhas%20Pedro%20Eloy.JPG

O BPP tem como objectivo gerir os activos e as fortunas dos Srs. ricos. Este banco pede o aval ao Estado de 750 milhões de euros.

O português "comum" o que é tem a ver com isso. Um governo "socialista" estranho!

publicado por José Manuel Faria às 12:34


Emir Kusturica, faz anos hoje, 24 de Novembro de 1954, Sarajevo

  • Gato preto, gato branco (Crna mačka, beli mačor), 1998
  • Underground - Mentiras de Guerra (Underground), 1995
  • Arizona Dream, 1993
  • O Tempo dos Ciganos

 

Os melhores filmes de Kusturica, um potentoso cineasta Sérvio.

O melhor:

 

Underground: Dentro do porão a mentira (20 anos),   o fim da II guerra mundial não é anunciado à  resistência ao nazismo, metáfora do comunismo; fora um "mafioso" explora e vive o poder, caindo em desgraça. Ousadia, grandeza, festa e alegria entre as desgraças. E a luta por uma bela mulher.

É um filme difícil, pois as metáforas estão em todo lugar, é necessário descobrir a multiplicidade de sentidos que esse filme nos quer dar ou esconde de quem o vê. Cinco Estrelas.

publicado por José Manuel Faria às 10:33

23
Nov 08

publicado por José Manuel Faria às 20:25

http://www.stiletto.blog.br/images/stories/vergonha.jpg

Alberto Gonçalves é o cronista mais  reaccionário, preconceituoso e irritante do Diário de Notícias, e talvez de toda a imprensa escrita  portuguesa. Na crónica de hoje há um parágrafo em que concordo plenamente com o "bicho".


Nos últimos meses, uma sucessão de resultados miseráveis, com apoteose em Brasília, levou a que a palavra "vergonha" fosse assaz associada à "equipa de todos nós". Perder com a Dinamarca é uma vergonha. Empatar com a Albânia é uma vergonha. Encaixar seis golos do Brasil é uma vergonha. Vergonha porquê? E para quem? É curioso que, num país que oferece motivos diários de embaraço, a vergonha das gentes esteja "indexada" ao desempenho de um pequeníssimo grupo de futebolistas cuja competência, ou ausência dela, não depende minimamente de nós.


Há motivos de vergonha a sério no País: Corrupção de colarinho branco, pobreza, Casa Pia, Código de trabalho, perseguição a sindicalistas nas fábricas, violência doméstica,discriminação por orientação sexual, salários mais baixos das mulheres, justiça para ricos outra para pobres, lista de espera na saúde estatal, 450 euros de salário mínimo, interior sem crianças, litoral desfigurado, políticos incompetentes, RTP1 governamentalizada, a crise económica,  António Vitorino no canal do Estado, telenovelas prtuguesas da TVI ou pertença à Nato sem o pacto de Varsóvia ( alguns exemplos). Não se deve comparar um jogo à bola com um País sofredor de tantas maleitas indignas.

publicado por José Manuel Faria às 11:00

22
Nov 08

http://rsurgente.zip.net/images/esquerda3.jpg

A  ruptura de Manuel Alegre com o PS dá mais um passo. A confluência de intervenção política e criação de alternativas, (a supostos socialistas do PS estampados nas acções governativas de direita de Sócrates), tem em Alegre um motor imprescindível para esse movimento político de massas que pode levar esta Frente de Esquerda longe, muito longe, quiçá à governação do País, mesmo que seja em minoria.

 

A união entre o Bloco de Esquerda, Movimento de Alegre, Renovadores Comunistas e Independentes de Esquerda a concretizar-se formaria uma Associação política imparável.

 

O 10/11 % do BE (sondagens), mais 20% da esquerda socialista, colocaria esta Lista na possibilidade de vencer as legislativas.

 

A existir esta União de Esquerda a sua inauguração eleitoral deveria iniciar-se nas Europeias de Junho, Miguel Portas a cabeça-de-lista e o nº2 e 3º “entregue” a Alegristas e Independentes.

 

Na próxima Convenção do BE esta “malta” independente poderia participar explanando as suas ideias sem interferir directamente na proposta Bloquista, obviamente.

 

É necessário correr por dentro e “arrumar” o PS neoliberal de Sócrates da governação. A esquerda deve experimentar o Poder e exerce-lo com os trabalhadores contra as máfias bancárias.

 

publicado por José Manuel Faria às 11:09

21
Nov 08

http://www.cm-vizela.pt/imgdb/img31-im1.jpg

Em ano eleitoral (2009): Europeias em Junho; Legislativas em Setembro e Autárquicas em Outubro. A  campanha eleitoral pura  iniciar-se-á  partir de Março, com um cocktail de candidaturas, programas, tempos de antena, debates, comícios e afins.

 

O primeiro protagonista na cena autárquica Vizelense  foi apresentado: dr:  Francisco Ferreira na Lista do PS, conhecido industrial e licenciado em medicina, há dez anos a liderar o jovem Município.

 

Foi uma boa escolha partidária: experiência de cargo, popular, conhecido por todos, tem obra ( pouca, a Refer rasgou mais), possui uma equipa coesa (haverá necessidade da nº3 ser mulher), têm dinheiro (arrasam o Concelho com propaganda), influência nas associações  sócio-culturais , as chefias são de confiança de Francisco Ferreira e há dezenas, possuem uma máquina partidária enorme espalhada por todas as freguesias (milhares de militantes ) que controlam as movimentações inimigas.

 

Pontos fracos, o dr.Francisco Ferreira encontra-se debilitado politicamente, a distrital do PS é adversa, há conflitos internos escondidos, mas que desgastam. O ainda presidente tem muitos anti-corpos nas camadas populares e nas elites devido a uma  postura arrogante e autoritária nas Reuniões Camarárias , nas Assembleias Municipais e uma prepotência extrema para quem não concorda com ele, diferendos constantes com a Comunicação social escrita. Dificulta-lhe a “vida” os crónicos problemas por resolver: O Rio Vizela, a megalomania dos Paços do Concelho inacabados e o PDM que continua em gestação.

 

Tem contra si a aposta das oposições com novos rostos (previsão), e a seu favor a proliferação de Listas ( PSD/CDS, CDU, BE e duas candidaturas independentes, ou ainda a entrada em cena do PPM, MPT , MRPP ou PND).

As autárquicas de 2009 ( Outubro) não serão favas contadas para o PS.



p.s.

De A Rua era minha a 21 de Novembro de 2008 às 11:52
Aos 18 de Novembro de 2008, por decisão do Juiz de Direito da 2ª Unidade Orgânica, proc.419/07 do TAF de Braga, em que opôs o Sr. Vitor Manuel Teixeira da Cunha e a Câmara Municipal de Vizela, foi anulada a deliberação tomada pela Câmara Municipal na sua sessão ordinária de 13/12/06 relativa à proposta de ordenamento e sinalização de trânsito do concelho de Vizela - ligação entre a Ruela da Ribeira e a Rua da Boca.
Por outras palavras, a Rua da Boca deixou de ser uma rua para uso exclusivo da residência do Presidente da Câmara.

 

publicado por José Manuel Faria às 11:39

20
Nov 08
 Director do Notícias de Vizela

Caro Sérgio Vinagre aqui temos a lista dos perigosos "esquerdistas" que o povo elegeu ( alguns de iniciativa presidencial) desde 1978 e que colocaram Portugal na cauda da Europa.

Se esta "malta" é "esquerdista" , eu vou ali e já venho! Não havia necessidade!

 

Ou trata-se de fina Ironia?

 

 

publicado por José Manuel Faria às 21:54

http://www.overmundo.com.br/_banco/multiplas/1219358005_prostituta.jpg

O Executivo de Gordon Brown mantém legal a prostituição, mas quer acabar com a exploração das trabalhadoras do sexo para ganho de proxenetas e donos de bordéis. Com esse objectivo a ministra do Interior, Jacqui Smith, anunciou que quem tiver sexo pago com prostitutas "controladas" por proxenetas - mesmo que não o saiba - incorre numa multa até 1200 euros e ficará com uma mancha no seu registo criminal. No caso de o cliente saber que a mulher é forçada a prostituir-se, enfrenta um processo por violação.

O governo  trabalhista Inglês quer ser moderno, mas nem tanto. Liberaliza a prostituição individual e condena a "indústrial". A prostituição em locais identificados ( bordéis) onde as condições de trabalho e higiene são melhores, as empresárias ou  patrões sofrerão penas.

O cliente masculino ou feminino terá de perguntar à trabalhador pela sua condição laboral. "Contra própria ou de outrém"?

Caso sejam apanhados(as)  a cometerem o Pecado entram em lista de publicação pública!

Ir às putas não é crime, praticar é!

As trabalhadoras(os) do sexo não podem constituir uma empresa ( há sempre um patrão, administração ou colectivo gestor). O governo Inglês incentiva a socialização, o colectivo, o comunismo , uma actividade sem amos. Um excelente exemplo para os demais sectores económicos.

"Mulheres envolvidas no tráfico não têm escolha. Os homens têm." Uma frase para recordar!

publicado por José Manuel Faria às 10:29

19
Nov 08

http://tramavirtual.uol.com.br/img/content/band/f_32/82446.jpg

A "bomba" proferida  por  Manuela Ferreira leite :Ontem foi um pouco mais longe, com uma infeliz declaração em que, ironicamente, admitia a suspensão da democracia por seis meses como condição para concretizar reformas. Como é óbvio, ninguém acredita que Ferreira Leite acredite no que estava a dizer. Ela estava, como provam algumas gargalhadas na sala, a ironizar. Mas, precisamente, a ironia é das mais difíceis armas discursivas. E a líder do PSD não a soube usar. A frase foi logo tomada pelo seu valor facial e agitou o mundo político ontem à tarde.

 

 

 

A maioria dos comentadores e o PS interpretaram à letra as frases suicidas de MFL. Na minha opinião tratou-se de ironia, a dirigente queria dizer que o PS só em ditadura poderia concretizar as reformas, dá-se mal com a Democracia. A ideia é suicida porque vem da Líder do maior partido de oposição e obviamente o PS aproveitou e fez  fuga para a frente ( nós somos a esquerda) tornando as declarações de MFL um balão de oxigénio que bem necessita.

 

A ironia fina bem encaixada num contexto perfeito é uma arma argumentativa excelente, mal utilizada provoca uma tempestade.

 

Há 11/12 anos numa intervenção a propósito da defesa do Concelho de Vizela na TSF utilizei a figura da ironia profunda. Foi o descalabro total: os ouvintes vizelenses ficaram atarantados e os camaradas do PCP - na altura era dirigente concelhio do PCP - estupefactos perante tal argumentação. Afirmava num tom irónico que era contra a criação do Concelho de Vizela... e explicava as razões. A direcção concelhia do partido ( Guimarães) pediu-me explicações e na rádio Vizela "retratei-me." Foi uma experiência política que "jurei" não mais utilizar, a ironia oral sem observação da expressão facial, dos sorrisos ou do tom, faz com que a mensagem não passe. Na escrita é mais fácil perceber a ironia.

 

MFL pode ter terminado ontem a sua carreira política. A única solução para colmatar o erro, é a convocação de uma conferência de imprensa aberta a perguntas ,  explicando-se sem nervosismo.

 

 

 

publicado por José Manuel Faria às 11:14

18
Nov 08

http://blinguarudo.weblog.com.pt/arquivo/incompetente.jpg

Na Nossa Empresa Municipal o cliente de Vizela tem de perder uma manhã de trabalho para pedir explicações sobre as respostas dadas da Gestão da dita.

O cliente só consegue falar com alguém que consiga explicar a "carta" da Empresa sob ameaça de chamar a comunicação social, e depois de exigir a identificação de um responsável para colocar na imprensa.

Entretanto o cliente e sem aviso prévio da Vimágua fica sem algumas centenas de euros ou de outro modo paga duas vezes pelo mesmo serviço, e terá de esperar pela reposição quando o banco o entender!

Um pouco de KafKa misturado com a aplicação no terreno do Princípio de Peter. (continua)

publicado por José Manuel Faria às 20:45

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Sim, sim, lorpa. O MVS é caracterizado por gente s...
AMADORES. Política de amadores de JIC anda a fazer...
José Manuel Faria a 17 de Agosto de 2017 às 11:27"...
Mas os mandatários não eram o Srº Manuel Campelos ...
Cuidado que o José Manuel fica zangado, não está o...
"Alegadamente" também no Ricardo Costa.
""A lista do PS tem um tronco competente;"Então qu...
Prof José Manuel Faria.Vizela vai ganhar. Tem toda...
O sr. é maldizente e mentiroso: nunca fui expulso ...
O João Poleri é o que aparece no tribunal como man...
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO