31
Mar 09

 O deputado do Partido Socialista Paulo Pedroso perdeu no Tribunal da Relação a acção para condenar como difamadores os que o acusaram de abusos sexuais, no âmbito do caso Casa Pia

 

O ex: Ministro e Deputado do PS, Paulo Pedroso, nunca se verá livre do estigma “amigo das “crianças”. Houve testemunhos, a sua passagem e reconhecimento na Casa Pia, esteve em prisão preventiva, o Juiz do caso foi afastado, não foi constituído arguido, tudo isto “junto” faz de PP um “suspeito” para a opinião pública. Pode estar inocente, mas foi condenado pelas “massas”. Errou politicamente ao voltar à política e erra segunda vez com a sua candidatura à Câmara Municipal de Almada, vai perder por muitos. Paulo Pedroso “morreu” mesmo Inocente. É o preço do mediatismo na Sociedade Global.

publicado por José Manuel Faria às 10:00

30
Mar 09

  

 

Silva Lopes tem defendido a necessidade de uma descida dos salários, como instrumento de combate à crise. Como se sabe, a grande maioria dos portugueses recebe dos mais baixos salários da Europa e existem muitos trabalhadores assalariados a viver muito próximo do limiar da pobreza. Contudo, o ilustre economista considera que ainda não atingimos os mínimos olímpicos. Colegas seus, no entanto, pensam que a baixa salarial provocaria uma descida da procura que se traduziria num processo de deflação que acabaria por atingir as próprias empresas. E parece-me que têm razão. Significa isto que ignoro a importância do montante da dívida pública? Que não sei que Portugal gasta mais do que produz? Evidentemente que estou consciente da necessidade de trabalhar para aumentar a produtividade das nossas empresas, o que passa pela qualificação da mão-de-obra e por gestores sérios e competentes. O que não é de todo tolerável é exigir mais sacrifícios a quem já vive com tantas dificuldades e fechar os olhos quando os muito ricos fogem ao fisco e exportam capitais incalculáveis para off-shores, é ignorar os ordenados principescos dos gestores e administradores da banca e das grandes empresas, pagar pensões exorbitantes, partir dos 50 anos a quem exerceu durante meia-dúzia de anos determinadas funções públicas ou persistir na decisão de empreender grandes projectos de investimento público, que obrigarão o Estado a contrair pesadas dívidas para financiar despesas avultadíssimas de retorno mais do que duvidoso.

António Cruz Mendes

publicado por José Manuel Faria às 22:54

 

 

Os Deputados do PS deveriam observar e tirar as suas conclusões. Onze ( 11 anos) de Poder PS em Vizela.


Ver esta e mais fotos do Concelho de Vizela em: http://picasaweb.google.pt/bloco.vizela

publicado por José Manuel Faria às 21:39

 Domingos Névoa nomeado presidente da Braval e Mesquita Machado presidente da Câmara de Braga


Domingos Névoa, administrador da Bragaparques, condenado por tentar corromper o vereador Sá Fernandes, foi nomeado presidente da empresa intermunicipal "Braval". A Braval é a empresa de tratamento de resíduos sólidos do Baixo Cávado, que engloba os municípios de Braga, Póvoa de Lanhoso, Amares, Vila Verde, Terras do Bouro e Vieira do Minho.
Para director-geral da Braval foi nomeado Pedro Machado, genro de Mesquita Machado, presidente da Câmara Municipal de Braga e dirigente do PS.

Na passada Sexta feira, a Assembleia Geral da Braval elegeu o presidente da empresa e o director-geral. A Assembleia Geral é composta pela empresa Agere, que detém larga maioria da empresa, e pelos municípios de Amares, Póvoa de Lanhoso, Terras do Bouro, Vila Verde e Vieira do Minho. A empresa Agere foi criada em 1999 pela transformação dos serviços municipalizados de água e saneamento do município de Braga em empresa pública municipal. Em 2005, a Câmara Municipal de Braga privatizou 49% da Agere, que foram vendidos a um consórcio de empresas formado por ABB, DST e Bragaparques (Geswater, SGPS).

Domingos Névoa tornou-se publicamente conhecido pela sua tentativa de corromper o vereador Sá Fernandes. Em 25 de Fevereiro passado, o Tribunal da Boa Hora deu como comprovado o crime de tenativa de corrupção activa, mas condenou-o apenas em 5.000 euros (ver notícia no esquerda.net: Bragaparques: Névoa condenado por corrupção a multa de 5.000 euros).

O Conselho de Administração da Braval será presidido por Domingos Névoa (administrador da Bragaparques e accionista da Agere), pela ex-vereadora PS da Póvoa, Rita Araújo (indicada por Braga), e pelo social-democrata Luís Amado Costa (indicado pela Câmara da Póvoa de Lanhoso), segundo noticia o jornal Correio do Minho.

Pedro Machado era anteriormente administrador delegado da Braval, indicado pela Câmara Municipal de Braga, presidida pelo dirigente socialista Mesquita Machado. Recentemente demitiu-se de administrador delegado, passou a fazer parte do quadro da empresa e agora foi nomeado director geral, cargo criado pela assembleia geral da Braval que o nomeou.

Pedro Machado é casado com Cláudia Machado, filha do presidente da Câmara de Braga, Mesquita Machado.

 

Sócrates irá cumprimentar Mesquita Machado, o seu candidato. E Domingos Névoa? Sim, se o tempo estiver nebuloso.

publicado por José Manuel Faria às 11:22

 «É um conjunto alargado de visitas, que permitirão conhecer a realidade local dos diversos concelhos» , adiantou o líder parlamentar do PS.

 

Quatro anos após a eleição de 9, 9, 9 Deputados do PS no Distrito de Braga. Estes, pelo menos estes vão conhecer a realidade dos diversos concelhos. Os magníficos 9 estarão em Vizela a dar palpites ou a prometer resolver a crise económica, apoiar o social, a cultura e a calendarizar o princípio do novo PDM!


Já cheira a eleições, dizem que serão três este ano. Será que os 9 voltarão outra vez? De certeza que não. O Distrito é imenso.


O cabeça- de- lista do PS por Braga: António José Seguro é visto frequentemente num dos 14 concelhos do distrito todas as semanas!


Espera-se que o eleitor bracarense saiba que não vota em Ferreira Leite, Sócrates, Jerónimo, PPortas ou Louça. Não sabem, alguém terá que informar.


ps: Como os deputados são muitos ( demais) criarão 8 grupos para atacarem rapidamente todos os concelhos. E o Vital acompanhará  a tropa?

publicado por José Manuel Faria às 09:55

 Um filme a não perder

 

Porque gosto de cinema, confesso que tenho cada vez mais dificuldades em ver as “fitas” que se vão passando agora para entreter um público pouco exigente e, de passagem, vender umas pipocas. Para ver bom cinema restam-me os DVDs. E, no entanto, surge, de longe a longe, um filme que me reconcilia com as salas onde, de facto, o cinema deve ser visto. É o caso do último filme de Climt Eastwood, Gran Torino.

 

Climt Eastwood tem 78 anos e este será provavelmente o último filme que realiza. É, podemos dizê-lo, um filme testamento. Sujeito politicamente conservador, tornou-se famoso como actor dos filmes da série Dirty Harry, onde dá corpo à personagem de um polícia “musculado” que não hesita em agir à margem da lei quando se trata apanhar criminosos. E há momentos deste filme, onde essa imagem de vingador por conta própria parece querer ressurgir. Mas o justiceiro de então é agora um velho desiludido, estranho ao mundo onde vive, que conta como companhia uma cadela e como memória de um passado irremediavelmente perdido um velho Ford  Gran Torino que cuida como uma relíquia sagrada.

 

Climt Eastwood interpreta a personagem de um americano, viúvo, veterano da guerra da Coreia que, segundo diz o seu filho, “continua a viver nos anos 50”, Vive, isolado, num bairro habitado por vietnamitas, negros e mexicanos, por quem sente um imenso desprezo. Aliás, é também com um profundo desgosto que vê a sua própria família. Contudo, as relações que acaba por estabelecer com os seus vizinhos imigrantes, vai permitir-lhe redimir-se de velhas culpas, descobrir novas razões para uma vida ética e, ao mesmo tempo, dar um sentido à morte que se aproxima.

 

António Cruz Mendes

publicado por José Manuel Faria às 09:48

29
Mar 09

 

 Sondagem Eleições Legislativas: Semanário Económico



PS - 36,7%


PSD - 28,4%


BE - 12,6%


CDS - 9,4%


PCP - 8,9%

 

PS longe da maioria absoluta, e PSD/CDS ultrapassam o PS!

publicado por José Manuel Faria às 22:47

 

 

publicado por José Manuel Faria às 19:36

 Elle MacPherson, nascida Eleanor Nancy Gow (29 de Março de 1964, Sydney) é uma modelo australiana

publicado por José Manuel Faria às 11:33


"Se as eleições fossem só aqui, nem era preciso fazê-las. Eu ganhava com 80% dos votos", garante.

 

O Lino ( jamais) e o Pinho são os dois Ministros Tontos de José Sócrates.


O Ministro  Pinho no interior de uma fábrica a prometer que resolve os problemas dos patrões e trabalhadores ( planos/dinheiro/formação), é o mesmo que o Piloto de Avião afirmar que se quiser lança o mesmo ao Mar! ( 80%) acredita, 20% pensa que o Homem é Louco.


Ao Pinho acrescenta-se o epíteto de Cromo - Mor.

publicado por José Manuel Faria às 11:09

28
Mar 09

publicado por José Manuel Faria às 21:30

 

 


A falta de humildade e arrogância de CR é absolutamente insuportável. Caso a Suécia vença logo, pode ser que o menino se cale. Ele, e mais algumas vedetas.

publicado por José Manuel Faria às 15:01

 

 

 

Alguns dados para um debate sério acerca do TGV

 

Investimento estimado (ou seja, sem as habituais derrapagens): 7.200 milhões de euros (5.000 milhões para a linha Porto - Lisboa, pela margem norte do Tejo, proposta da RAVE, mais 2.200 milhões de euros para a ligação Lisboa - fronteira do Caia, da linha Lisboa - Madrid. Refiro-me ao investimento inicial, sem considerar os custos de manutenção e exploração.

 

Custo do bilhete no TGV Porto - Lisboa: considerando que um bilhete (só ida) no Alfa custa 27 euros, julgo que não exagero se disser que no TGV custará cerca de 60. Diferença em tempo de duração entre as viagens no Alfa e no TGV: meia hora. (Note-se que o estado das linhas não permite ainda que o Alfa atinja a sua velocidade máxima.)

 

Condições de rentabilização da linha Lisboa - Madrid (refiro-me apenas aos custos de manutenção e exploração, porque o investimento inicial é sem retorno): seria necessário que viajassem, entre as duas cidades, um mínimo de 2 milhões de pessoas por ano. Custo do bilhete, segundo o governo: 100 euros. Portanto, cerca de 160 para quem viajasse do Porto (mais ou menos o triplo de uma viagem de avião numa companhia low-cost para quem partisse do Porto, o dobro para quem fosse de Lisboa.)

 

(Três nota finais: 1 – é verdade que, entre os dirigentes partidários, Manuela Ferreira Leite se tem destacado pela sua oposição à oportunidade da criação de uma linha de alta velocidade em Portugal. Mas muitas outras pessoas de diferentes quadrantes políticos se têm pronunciado nesse sentido. Por exemplo, João Cravinho, do PS. 2 – A esmagadora maioria dos países europeus não tem linha de TGV. 3 – É conhecido de todos o défice brutal atingido pela nossa balança comercial. O equipamento necessário ao funcionamento do TGV é praticamente todo importado...)

 

 

A luta contra o desemprego passa pelo apoio às PME’s

 

Grande parte das PME’s industriais ou comerciais debate-se com a falta de fundos de maneio que lhes permita fazer face às despesas que ocorrem no tempo que separa o investimento das vendas. Apesar das transferências de dinheiros públicos para a banca, a verdade é que esse capital está achegar dificilmente às empresas. E, quando chega, é sob a forma de empréstimos com juros exorbitantes e, para muitas, proibitivos. Sabe-se que a banca tem aproveitado a descida da euribor para subir os spreads, conseguindo assim lucros máximos para ela própria e dificuldades máximas para quem dela precisa.

 

Por outro lado, as linhas de crédito abertas pelo governo tendem a favorecer os empresários “amigos” (veja-se o artigo PMEs – Como dar esperança a esta gente?, de Jorge Bateira, no nª3 da revista OPS!, publicação on line de Manuel Alegre e da Corrente de Opinião Socialista) e deixam muitas outras de fora. Em contrapartida, o Estado não se coíbe de contrair verdadeiros empréstimos sem juros junto de empresas já endividadas sob a forma do actual regime de cobrança do IVA, dos pagamentos por conta e dos prazos alargadíssimos de pagamento de serviços efectuados.

 

Posto isto, parece-me que a aplicação de medidas como o pagamento do IVA no momento da passagem do recibo e não da factura, o fim dos pagamentos por conta e a abertura de uma conta-corrente que permita às empresas credoras do Estado deduzirem essas dívidas no montante dos impostos a pagar, poderiam ajudar as PME’s a afrouxar o nó da agiotagem bancária, fornecendo-lhe maiores possibilidades de auto-financiamento.

 

Volto a frisar uma questão fundamental: da sobrevivência das PME’s depende o trabalho de 80% dos portugueses!

publicado por José Manuel Faria às 14:51

27
Mar 09

 Organização Concelhia  do Bloco de Esquerda de Vizela com Blog:  http://blocovizela.blogs.sapo.pt/

publicado por José Manuel Faria às 22:31

publicado por José Manuel Faria às 17:43

 

Ningúem ouve Manuela Ferreira Leite?
 
Há dias, a Presidente do PSD lamentava-se, diante das câmaras das televisões (!): “ninguém nos ouve”. Hoje, Vasco Pulido Valente volta ao assunto na sua coluna no Público: MFL é, no PSD, uma voz solitária – os “grandes nomes do partido”, bem instalados na vida, já não precisam dele para nada e deixaram-na sozinha diante da poderosa máquina propagandística do governo. Tudo isto é verdade e, no entanto, eu tenho-a ouvido com atenção. E mais: sendo insuspeito de simpatias “social-democratas” (aliás, tenha ainda bem viva a memória dos consulados Durão Barroso e Santana Lopes), não posso deixar de concordar com as intervenções que tem feito a propósito de duas questões da maior importância – o seu programa de apoio às PME’s e a crítica desse elefante branco que dá pelo nome de TGV. No primeiro caso, trata-se da defesa dos postos de trabalho de cerca de 80% da mão-de-obra portuguesa; no segundo, de um investimento público megalómano, que não terá retorno, mas que, pelo contrário, endividará ainda mais o país (isto é, não só a nossa, mas as gerações futuras).

 

Espero que a ouçam! Inclusive todos os outros partidos da oposição, já que a surdez do PS parece incurável. Para mim, a bondade ou maldade das ideias não está decidida a partir do momento que identificamos a sua origem. Devem ser avaliadas por si mesmas. E a líder do PSD, de quem tanta coisa me separa, tem absoluta razão nestas duas matérias fundamentais.

António Cruz Mendes

publicado por José Manuel Faria às 16:25

 Desvios ao PDM: Zona da Portela, substituição de construção de vivendas por prédios em altura; Infias, construção de casas em áreas não propícias (rua do Aidrinho) e construção de prédios de 4 e 5 pisos onde só é permitido de três no Largo das Teixugueiras . São exemplos de ilegalidades apontadas por Sérgio Vinagre no Notícias de Vizela.

 

Depois dos 7 Pecados de Francisco Ferreira, agora a indicação de exemplos concretos de construções fora do PDM. É óbvio que a FF deve - lhe soltar a tampa quando ouve o nome Vinagre.

publicado por José Manuel Faria às 12:30

Uma das Melhores Bandas Nacionais. Imperdível. A 4 de Abril na Feira do Açúcar em Vizela.

publicado por José Manuel Faria às 10:35

 

 

 Quentin Jerome Tarantino (Knoxville, 27 de março de 1963), EUA

 

- Realizador;

 

 - Actor;

 

 - Argumentista

 

Realizador "preguiçoso", 10 filmes, revolucionou o Cinema com os seus argumentos excessivos, histórias fragmentadas e ícone de uma cultura popular norte-americana. É um cineasta de culto e de produções independentes.

 

Os Melhores Filmes:

 - Cães Danados;

 - Pulp Fiction;

 - Jackie Brown  

publicado por José Manuel Faria às 09:54

publicado por José Manuel Faria às 00:03

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
A Coligação foi onde?O que quer que se investigue?...
Tem razão. Dinis Costa já tem 3 processos. Vai aca...
O que lhe falta é honestidade. Se os tiver no síti...
A Rádio Faria é apenas uma caixa-de-ressonância do...
Bom treinador
abogado se ofrese civil penal mercantil cobro de b...
Boa tarde Será possível não ser capaz de fazer uma...
Para a menina Fátima Anjos, o ideal era não haver...
A radio vizela deveria ter vergonha em ter um elem...
Não estais bem?Ide para o privado, não falta quem ...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO