30
Set 11

 

"Aponte-se, em terceiro lugar, o esquecimento das raízes das palavras. Muitas vezes na língua portuguesa existem versões erudita e popular da mesma expressão, como "ruptura", a partir do latim "ruptus", e "rotura", a partir do português "roto". Agora inventou-se uma terceira variante: a "rutura". Mas "ruto" não existe em português."


Delito de Opinião

publicado por José Manuel Faria às 18:07

publicado por José Manuel Faria às 17:10

"Nestes termos, importa informar que PDM do Município de Vizela se encontra concluído e devidamente aprovado, no que concerne às questões técnicas, faltando, apenas, a discussão pública e a respectiva aprovação nos órgãos autárquicos locais. 
Desta forma, serve o presente comunicado para informar que, no próximo dia 4 de Outubro, pelas 10 horas, irá decorrer no Auditório dos Bombeiros Voluntários de Vizela, uma conferência de impressa, tendo em vista a apresentação do Calendário da discussão pública do Plano Director Municipal de Vizela.

Gabinete de Relações Públicas e Internacionais
30 de Setembro de 2011"
 

 

 

Em 12/12/09

publicado por José Manuel Faria às 16:09

publicado por José Manuel Faria às 10:56

publicado por José Manuel Faria às 10:54

 

Amanhã, 1 de Outubro, a CGTP convoca todos os portugueses para a maior manifestação do ano: os partidos políticos de esquerda, PCP e BE apelaram à participação dos seus militantes – a UGT e o PS observam pela TV – era importante uma fortíssima mobilização popular contra o saque de Passos Coelho e da troika. Este caminho – o da recessão económica, encaminhará o país para o abismo: quem é que pode amortizar divida sem criar riqueza. 

publicado por José Manuel Faria às 10:42

29
Set 11

 

O Manuel Marques director do Diário Digital de Vizela - DDV - enveredou por uma estratégia de marketing que, creio, será bem sucedida: o anúncio há horas (já a seguir) de uma prometida entrevista dada pelo Vereador da Coligação PSD/CDS, Miguel Lopes ao jornal online. A expectativa sobe a cada segundo.

publicado por José Manuel Faria às 21:56

306886_194118317326745_161447463927164_467864_402997020_n

publicado por José Manuel Faria às 11:45

publicado por José Manuel Faria às 10:16

 

António Borges argumenta: "Uma redução da taxa social única, compensada por um aumento dos impostos sobre o consumo ou sobre o sector não transacionável, é praticamente equivalente a uma desvalorização da moeda e conduz ao mesmo tipo de resultados - reequilibra o comércio externo, relança a economia pelas exportações e ajuda a travar a despesa interna, o que, a não ser feito por esta via, terá de ser feito por outra"

 

Expresso

 

 - Redução das despesas dos patrões compensada com o aumento do imposto "cego". Ora, aqui está uma ideia original do português do FMI: este tipo é que deveria ser o "manda - chuva" nacional.

  

publicado por José Manuel Faria às 09:58

28
Set 11

 

 

"O caso mais curioso recai sobre Alberto João Jardim. O presidente do Governo regional da Madeira - que já veio dizer que os mais de cinco mil milhões de euros de dívidas que a região autónoma colecciona são «coisa pouca» - arrecada quase 10 mil euros por mês. Praticamente o mesmo que Cavaco. Jardim é pensionista desde 2005 e os descontos efectuados ao longo da vida - a maioria enquanto líder madeirense - não lhe permitem auferir muito mais do que 4.000 euros mensais. Contudo, e pelo cargo de presidente regional, Jardim arrecada mais 5 mil euros todos os meses, avança a revista «Focus»."

 

"Pedro Santana Lopes, vereador e presidente da Santa Casa da Mesericórdia de Lisboa (SCML) aufere mais de 5 mil euros mensais. O ex-secretário de Estado recebe de pensão por este último cargo, cerca de 3.178 euros por mês. Em 2010, Santana Lopes pediu a subvenção vitalícia a que tem direito como ex-deputado, que lhe permitiu somar dois mil euros por mês ao vencimento mensal. Devido a estas compensações, Santa Lopes informou que abdicará do salário decorrente do cargo que irá ocupar como provedor da SCML. Ainda assim, no total, o vereador aufere cerca de 5.178 euros por mês." 

 

O presidente executivo da PT, Zeinal Bava recebeu, o ano passado, 1,41 milhões de euros, sensivelmente, 100 mil euros por mês. Este valor corresponde a remunerações fixas do presidente executivo, mas representa menos 44% face ao embolsado em 2009.

Enquanto presidente da EDP, António Mexia atinge os 75 mil euros de vencimento mensal. Em 2010, o líder da EDP auferiu 1,05 milhões de euros em remunerações anuais.

Mas os ordenados chorudos não ficam por aqui. Fernando Pinto, presidente da TAP, é o gestor público mais bem pago do país, apesar de ser brasileiro. 

O presidente do Conselho de Administração da TAP recebe um total de 27 mil euros mensais, apesar de ter sofrido um corte de 10% no seu salário, correspondente à medida de cortes nos salários da função pública. Até então, Fernando Pinto mantinha um salário estável. Por 12 anos consecutivos, manteve o feito. À época, amealhava mais de 400 mil euros mensais. Actualmente, recebe menos 42 mil euros, o que totaliza 378 mil euros anuais, qualquer coisa como 27 mil euros mensais."

publicado por José Manuel Faria às 19:10

 

"O anúncio do fim do prémio de mérito, criado em 2008 pela ministra Maria de Lurdes Rodrigues, apanhou de surpresa todos os diretores das escolas das regiões Norte, Lisboa e Vale do Tejo. O cheque deveria ser entregue depois de amanhã, numa cerimónia designada “Dia do Diploma”, e alguns alunos já tinham sido avisados de que iriram receber o prémio."


Crato

publicado por José Manuel Faria às 10:16

 

 

 

 

A tentativa de golpe de estado "contra/revolucionário", fascista, foi abortado: a "maioria silenciosa" foi derrotada pelo povo e militares.

 

publicado por José Manuel Faria às 09:55

27
Set 11
  
 

A luta social contra a austeridade

 

 

 

Resolução da Mesa Nacional do Bloco de Esquerda | 24.09.2011



http://esquerda.net/sites/default/files/files/resol20110924.pdf

publicado por José Manuel Faria às 17:36

publicado por José Manuel Faria às 10:26

 

"Quanto à intenção do governo de reduzir em 35% os vereadores eleitos das câmaras municipais e em 31% o número daqueles que exercem o cargo a tempo inteiro, o Bloco mostrou-se muito preocupado, por a medida ter como consequência que os "executivos poderem passar a ser monocolores". Pedro Soares considerou que "o que foi apresentado não augura nada de bom para as democracias locais", já que "o presidente da câmara pode escolher e substituir vereadores como bem lhe convém, o que não vai aumentar a democracia local, mas sim favorecer os caciques locais e auferir poderes totais aos presidentes de câmara"."

 

BE

 

 - O governo e o PS querem um "governo local" parecido com o nacional nesse caso deveriam propor a possibilidade de os vereadores sairem da sociedade civil (não eleitos), registar que o eleitor só vota para o presidente e membros da Assembleia Municipal.

publicado por José Manuel Faria às 10:00

26
Set 11

 

"Assim, Lisboa e Porto passariam a eleger 12 e 10 vereadores, contra os actuais 16 e 12, respectivamente. Depois, municípios com 100 mil ou mais eleitores elegeriam oito vereadores; com 50 mil a 100 mil eleitores seis vereadores; 10 mil a 50 mil eleitores quatro vereadores; até 10 mil eleitores dois vereadores.

Fonte do Governo havia dito, no passado dia 08 de Setembro, que a poupança anual estimada, por exemplo, com esta redução de dirigentes municipais, será de 40 milhões de euros».

Ainda segundo as linhas apresentadas hoje pelo documento, o presidente do Município seria «o cidadão que encabeça a lista à Assembleia Municipal mais votada» e os «restantes membros do órgão executivo» seriam «escolhidos pelo presidente entre os membros eleitos para a Assembleia Municipal».

O Governo propõe também a redução do número de deputados municipais, consequência do menor número de membros dos executivos."

 

  - O Documento quer terminar com os vereadores da oposição e entregar todo o poder ao Presidente de Câmara: fazer diminuir os membros da Assembleia Municipal é, provavelmente, para correr com a CDU, BE ou CDS (sem coligação) da AM de Vizela.

 

 

 

 http://www.portugal.gov.pt/PT/GC19/GOVERNO/MINISTERIOS/MAAP/REFADMINLOCAL/Pages/Reforma_Administracao_Local.aspx

publicado por José Manuel Faria às 19:08

publicado por José Manuel Faria às 11:07

 

 

A árvore da vida é amada ou odiada: há quem veja tudo -amor, dor, frustração, paraíso, memórias, futuro, inquietação - e quem não veja nada parecendo um documentário confuso entre o sol, planetas e história/histórias sem "pés nem cabeça".  Há a procura em explorar a questão do sentido da vida, humana e da humanidade colocando-a num patamar infinitesimal menor que  a do universo sublime.

publicado por José Manuel Faria às 10:11

 


 

No mais fundo de ti
Eu sei que te traí, mãe.

Tudo porque já não sou
O menino adormecido
No fundo dos teus olhos.

Tudo porque ignoras
Que há leitos onde o frio não se demora
E noites rumorosas de águas matinais.

Por isso, às vezes, as palavras que te digo
São duras, mãe,
E o nosso amor é infeliz.

Tudo porque perdi as rosas brancas
Que apertava junto ao coração
No retrato da moldura.

Se soubesses como ainda amo as rosas,
Talvez não enchesses as horas de pesadelos.

Mas tu esqueceste muita coisa;
Esqueceste que as minhas pernas cresceram,
Que todo o meu corpo cresceu,
E até o meu coração
Ficou enorme, mãe!

Olha - queres ouvir-me? -
Às vezes ainda sou o menino
Que adormeceu nos teus olhos;

Ainda aperto contra o coração
Rosas tão brancas
Como as que tens na moldura;

Ainda oiço a tua voz:
Era uma vez uma princesa
No meio do laranjal...

Mas - tu sabes - a noite é enorme,
E todo o meu corpo cresceu.
Eu saí da moldura,
Dei às aves os meus olhos a beber.

Não me esqueci de nada, mãe.
Guardo a tua voz dentro de mim.
E deixo as rosas.

Boa noite. Eu vou com as aves.


Eugénio de Andrade

publicado por José Manuel Faria às 09:51

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Eu acho que dinheiro vai ser um NÂO PROBLEMA na C...
É simples, o RUPTURA VIZELA é lhe completamente in...
É melhor não falar em mentiras.
E o DINIS e a DORA já vieram pedir desculpas por s...
O Fernando Carvalho, presidente da Assembleia Muni...
Sr. Professor o que lhe fez o Victor Hugo Salgado?...
500 é um ganda numero! Muitos apoiantes, mesmo!!
A massa vai buscar onde foi buscar a câmara da Póv...
Eu acho que o Zé Manel tem muitos mais amigos na C...
500 pessoas é um numero com uma expressividade e g...
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO