30
Set 12

publicado por José Manuel Faria às 22:08

publicado por José Manuel Faria às 10:29

29
Set 12

publicado por José Manuel Faria às 12:55


Ser sanjoanense é ser maior do que o preconceito partidário. E cobardes são aqueles a quem falta a coragem de pensar pela própria cabeça”, é desta forma que termina o comunicado, que será anexado à ata, e que não caiu bem junto do Executivo PS. “Foi uma chapada de luva branca”, afirmou Manuel Plácido, deputado da coligação, lembrando que, na última sessão, tinham sido eles apelidados de cobardes.

Mas não ficou sem resposta, com o socialista Armando Silva a mostrar a sua indignação: “Muita parra, pouca uva. Não tiveram coragem de votar contra a aglomeração de freguesias. Não são sanjoanenses e para mim deixam de ser representantes da freguesia de S. João”. Mas Cidália Faria, deputada da coligação, lembrou que foram os sanjoanenses que os elegeram como representantes."

publicado por José Manuel Faria às 10:55

28
Set 12


Camaradas vai-se realizar no próximo dia 5 de Outubro, pelas 15h na casa do Povo de Vizela, um plenário concelhio de aderentes do Bloco de Esquerda.


Há vários temas a tratar, desde logo a nossa organização e intervenção politica no Concelho.
 
Analisar o processo da nossa convenção que como sabem se realiza nos próximos dias 10 e11 de Novembro.

publicado por José Manuel Faria às 11:31

publicado por José Manuel Faria às 09:47




Spínola na hora da derrota

[...] Na noite de 27 para 28, tendo mandado e conseguido silenciar as emissoras, Spínola procurou a intervenção em apoio do golpe de numerosas unidades das forças
armadas. [...] A resposta geral foi que só recebiam ordens directas do CEMGFA, General Costa Gomes. [...] Freitas do Amaral [...] diz que, no próprio dia 28, «Spínola ainda pensou na declaração do "estado de sítio" no distrito de Lisboa, para que as Forças Armadas e de segurança dissolvessem as barricadas e garantissem a possibilidade de a manifestação se realizar; e chamou-me a Belém, solicitando-me que redigisse o respectivo projecto de decreto, o que fiz». [...] Segundo Freitas do Amaral, o projecto só não foi por diante porque, no dia 29, na reunião do Conselho de Estado que convocou, Spínola propôs «um regime transitório de excepção», com suspensão de direitos e garantias, e[...] a ilegalização do PCP, se este, como era de esperar, não cumprisse as ordens. [...] Segundo Freitas do Amaral, «parece que Spínola terá chegado a admitir, ou mesmo a solicitar, a intervenção das forças militares da NATO, o que na altura ninguém soube»[...].
[...] Melhor se pode compreender que Spínola tenha procurado explicar a derrota por ter sido «traído». [...] Na proclamação ao País que finalmente [proferiu] no dia 30, declara[...]: «renuncio ao cargo de Presidente da República» [...]. Falso, bem falso, Spínola não se demitiu, foi demitido. 
[...] Derrotada a tentativa de golpe, o PCP, longe de cair na vertigem do sucesso, advertiu que «seria ilusório pensar que os conspiradores fascistas se vão dar por vencidos» [...], e exigiu medidas para evitar novas tentativas de novos golpes.


avante

publicado por José Manuel Faria às 08:56

27
Set 12


"Na comemoração do seu 14º aniversário, a Câmara de Vizela decidiu, sem o aval da coligação PSD-CDS/PP, condecorar Mário Soares com a Medalha de Honra do Município. No entanto, a 19 de março, o antigo Presidente da República não veio a Vizela, alegando motivo de doença."


“Entregámos depois a medalha em Lisboa, numa das viagens que tive de realizar [à capital] em trabalho. Este não se encontrava e deixámo-la com a sua secretária, tendo este depois dirigido à Câmara uma mensagem de agradecimento”, conta o autarca Dinis Costa. “Se hoje o voltaria a convidar a vir a Vizela? Já dei alguns tiros no pé, às vezes acerto outras não, mas aquilo que tenho prometido, tenho cumprido”, acrescenta o presidente.

publicado por José Manuel Faria às 18:42

publicado por José Manuel Faria às 08:38



"Pensar o Bloco, encontrar-lhe um caminho para que se reforce e prossiga, refletir sobre o momento trágico que vivemos, encontrar propostas para um combate eficaz à vandalização neoliberal, tentar ultrapassar velhos métodos e edificar novos processos de funcionamento, superar correntes e libertar amarras, foram as razões, a nosso ver mais que suficientes, que estiveram na base da apresentação da moção B.

Este combate não começou só agora.

Durante o último ano e meio foram apresentadas listas alternativas às da direção em vários concelhos e distritos do país.

Aí nos encontrámos e partilhámos inquietações e perspetivas.

Foi um começo de encontro.

Encontrámo-nos na preocupação comum com a perda de influência do BE na sociedade portuguesa; na preocupação com a política sincrética que a direção vem transparecendo no último ano meio; na inquietação com a falta de democracia interna que tem por fim assegurar a perpetuação de situações que supostamente se queriam ultrapassadas.

Estamos determinados em contribuir para a construção de um partido mais plural, mais democrático, mais participativo e mais credível.  

Estamos, sobretudo, determinados em concorrer para a construção de um Bloco mais atuante e interventivo na realidade portuguesa, um Bloco próximo de cada um e cada uma, um Bloco sensível que ouça o bater de coração dos que eternamente pagam todas as crises.

E, finalmente, um Bloco em que ninguém se sinta estrangeiro dentro do seu próprio partido.
Albérico Afonso

publicado por José Manuel Faria às 08:21

26
Set 12

publicado por José Manuel Faria às 10:21



Fundação Social Democrata da Madeira - Instituição de Utilidade Pública


"A Fundação Social Democrata tem como fins a "manutenção do esforço solidário da instituição para com os mais desfavorecidos, alunos carenciados, apoio a instituições de solidariedade social e de apoio a crianças e mães solteiras".

Esta fundação, criada em 1992, tem três colaboradores e teve um património inicial de 50 mil euros que se situava em mais de 12 milhões de euros em 2010, de acordo com o relatório.

De acordo com o relatório, a Fundação Social Democrata da Madeira tem um valor patrimonial tributário isento no valor de três milhões e 825 mil euros.


Alberto João Jardim é presidente honorário da Fundação Social Democrata."


Valor patrimonial tributário isento é de 3,8 milhões de euros.

 

http://www.fsdm.org/home.asp


publicado por José Manuel Faria às 09:34

25
Set 12

publicado por José Manuel Faria às 18:59



 Desta vez iremos fazer uma vigilia em frente à Assembleia da República, no próximo dia 2 de Outubro e  só sairemos de lá quando tivermos respostas às nossas reivindicações.


 

REFORÇO IMEDIATO DO ORÇAMENTO PARA ATRIBUIÇÃO DE PRODUTOS DE APOIO.

A gravidade desta situação é ainda maior dados os baixos níveis de
rendimentos disponíveis (63,2% dos agregados familiares que integram pessoas com deficiência têm menos de 800 € de rendimento mensal, 27,6% não ultrapassam os 403€) e os custos acrescidos que as pessoas com deficiência têm de suportar para viver (estes custos, dependendo do tipo de deficiência, variam entre 4.103€ e 25.307€ anuais) que não são nem de perto nem de longe compensados. Para fazer face a esta situação são urgentes, entre outras medidas: o aumento das prestações sociais, como as pensões de invalidez, apoio de 3ª pessoa, subsídio de dependência, etc.; promoção de condições de vida independente e escolha de projecto de vida; apoio ao emprego e o cumprimento das quotas estabelecidas na lei; reposição dos benefícios fiscais que foram eliminados pelo governo de José Sócrates.

publicado por José Manuel Faria às 16:05

publicado por José Manuel Faria às 09:47


"A Confederação da Indústria Portuguesa (CIP) quer manter o corte de 5,75% da taxa social única (TSU) paga pelas empresas e, para compensar esta redução, vai propor o aumento em 30% do imposto sobre o tabaco."

Ou 30% sobre o vinho e demais bebidas alcoólicas

publicado por José Manuel Faria às 08:50

24
Set 12


"Sob a direção de um forte general, não haverá jamais soldados fracos."



Sócrates

publicado por José Manuel Faria às 11:21


Nicole Minetti: "rejeitou polémicas, garantindo não haver incompatibilidade entre a política e a moda. "Até os políticos vão à praia e vestem o fato de banho", ironizou."


publicado por José Manuel Faria às 08:46

23
Set 12

publicado por José Manuel Faria às 19:33


"A VIII Convenção do Bloco de Esquerda, enquanto espaço de reflexão e de decisão para a intervenção política nos próximos anos, só pode ter, como ponto de partida, uma atitude lúcida e corajosa em que confrontemos os objectivos políticos e organizativos traçados há dois anos com os resultados alcançados. 
A preocupante perda de influência do BE na sociedade portuguesa tem de ser vista à luz das evoluções mais recentes e tem de ser confrontada com as orientações e procedimentos que a Direcção do BE adoptou."


Moção e subscritores

publicado por José Manuel Faria às 10:39

Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
O presidente em 2001 a ser verdade é com você aqui...
Anónimo a 22 de Julho de 2017 às 17:53Caro anónimo...
Para o SR. José Manuel Faria só ele é que é sério ...
“Porque sou um democrata e defendo a liberdade de ...
E continua a peixeirada, quando é que está gente ...
O António Costa de Santo Adrião quer ser president...
O ps Vizela está bem e recomenda-se. Limpou o pó q...
Francisco Assis que não tem conhecimento do que se...
Prof está enganado.Este processo foi antes de 2011...
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO