30
Nov 12

publicado por José Manuel Faria às 12:09


O Orçamento para 2013 apresentado pela Câmara de Vizela identifica valores na ordem dos 37 milhões e 200 mil euros. Para um país preso pelos ditames de credores internacionais e, por consequência em austeridade suicida: o executivo mostra-se altamente optimista. Não esquecer que a proposta dos 8 milhões a contratualizar com o governo através do PAEL ainda não foi aprovada.

publicado por José Manuel Faria às 11:24

29
Nov 12

A Junta de Freguesia de Tagilde, presidida por Paula Lima, deu início à sua luta contra à proposta de Reorganização Administrativa do Território – Município de Vizela, enviada pela Unidade Técnica para a Reorganização Administrativa do Território (UTRAT) à Assembleia da República, que defende a agregação da Freguesia de S. Paio à Freguesia de Tagilde, criando-se assim uma única freguesia denominada por "UNIÃO DAS FREGUESIAS DE TAGILDE E VIZELA (SÃO PAIO)".
Para além da Providência Cautelar que já está em curso, esta autarquia resolveu colocar várias mensagens espalhadas pela freguesia, como início de várias formas de luta que serão levadas a cabo com o apoio da População Tagildense. 
DDV

publicado por José Manuel Faria às 18:48


Ao contrário do que afirma Passos Coelho há feridas e úlceras que não cicatrizam - "quando questionado se o Governo PSD/CDS, ao fim de um ano e cinco meses, é hoje uma coligação de fachada, Passos devolveu com uma pergunta: “Uma coligação de fachada aprova o orçamento? Tenha paciência”. Não há feridas que não se cicatrizem, afirmou, e a convicção que tem é a de que o Governo vai completar os quatro anos de legislatura. “É sua obrigação”.

publicado por José Manuel Faria às 09:23


"Parafraseando um «spot» publicitário que esteve em voga há uns anos a uma marca de desodorizante, poder-se-á dizer: e se de repente alguém lhe oferecer um subsídio em duodécimos isso é... uma fraude. No caso vertente – e sem juízos de valor sobre o desodorizante – a oferta, que chega pela mão do Governo, fede que tresanda a burla, por mais que o ministro Mota Soares se desdobre em explicações para fazer crer ser esta uma medida de «protecção das famílias».

Segundo o ministro, trata-se de diluir o subsídio de férias, ou de Natal, ou ambos ao longo dos 12 meses do ano para garantir que «não exista diminuição do salário líquido das famílias» já em Janeiro. Mas do que se trata, de facto, é de uma manobra para tentar evitar que os trabalhadores se dêem conta, ao ver os seus recibos de remunerações no próximo ano, do impacto brutal do aumento do IRS e da sobretaxa impostos pelo Governo nos cada vez mais depauperados salários que levam para casa.

A isto chama-se, em bom português, enganar, lograr, ludibriar... Porque o dinheiro que mal paga o trabalho de quem (ainda) trabalha, ou já muito trabalhou, ou não o faz porque está no desemprego, será rigorosamente o mesmo no final do ano, com ou sem duodécimos.

A isto chama-se também esperteza saloia, pois o objectivo não é ajudar a minorar o desespero de quem já não sabe como sobreviver com o seu salário de miséria, mas sim criar a ilusão de que o saque fiscal a que os trabalhadores portugueses estão a ser sujeitos afinal não é tão grande como se dizia... e se receava.(...)



Anabela Fino

publicado por José Manuel Faria às 08:33

28
Nov 12

publicado por José Manuel Faria às 17:29

 

No parlamento já aconteceram voto (s) a favor do governo em nome do Concelho (Daniel Campelo, CDS), abstenções sísmicas (Tó Zé Seguro, PS) e agora deram à luz o voto favorável com pensamento e vontade no voto contra.


Qualquer dia teremos um PM que não o quer ser mas é-o em nome de Portugal!

publicado por José Manuel Faria às 09:53

27
Nov 12

publicado por José Manuel Faria às 21:23

 

 

 - Considerado por outros músicos e críticos como o melhor guitarrista de sempre.

 

publicado por José Manuel Faria às 08:36

26
Nov 12



"Divulgamos aqui as propostas do Bloco de Esquerda para o OE para 2013, que constituem uma outra visão para a consolidação orçamental, alternativa à política de austeridade do Governo PSD e da troika. As propostas concretizam também as 6 medidas fundamentais para salvar a economia, que o partido propôs.

Neste dossier, o artigo 190 propostas para salvar a economia e proteger o emprego situa as principais propostas apresentadas no debate para o Orçamento do Estado para 2013." (...)


O Bloco está pronto a Governar.

publicado por José Manuel Faria às 10:52

publicado por José Manuel Faria às 09:46



Resultados das eleições



CiU - 30.68% - 50 deputados - 1.112.341    votos
ERC - 13.68% - 21 deputados - 496.292 votos
PSC - 14.43% - 20 deputados - 523.333 votos
PPC - 12.99% - 19 deputados - 471.197 votos
ICV - 9.89% - 13 deputados - 358.857 votos
CIUTADANS - 7.58% - 9 deputados - 274.925 votos
CUP - 3.48% - 3 deputados - 126.219 votos

publicado por José Manuel Faria às 08:52

25
Nov 12

 

 

 

 

1 – Jovem Licenciado em Economia ou Direito;

 

2 – Possuir um “testa de ferro” da elite socio/financeira e bem aconchegado no PSD ou CDS;

 

3 – Constituir uma equipa (assessores/militantes/concelhia/distrital) de “toupeiras” bem colocadas;

 

4 – Apoiar e venerar as políticas autárquicas lançadas pelo Poder Central;

 

5 – Distribuir “charme” em todos os bares/discotecas e não largar fato e gravata – nada de “barbas de 15 dias”/ estão ultrapassadas;

 

6 – Saber conceitos básicos: deficit, troica, alavancagem, crescimento económico e bairro social;

 

7 – Contratar um motorista entre os 55 e 65 anos;

 

8 – Bom relacionamento com os gestores e “patrões” bancários;

 

9 – Organizar entre 15 a 20 eventos de todo o tipo: da desfolhada ao ballet;

 

10 – Cumprimentar e sorrir, sorrir sempre, assim como nunca dizer não ao povo;

 

11 – Oferecer cartão de contacto: telemóvel, tel/ fixo, faxe, e –mail e site pessoal.

 

 

- Caso seja mulher basta uma equipa de 5 pessoas competentes e concorrer pelos do costume.

 

 

Ps: de 12 em 12 anos mudar a candidatura para outro concelho.

 

 

publicado por José Manuel Faria às 12:02

24
Nov 12



"Depois de já renegociado com a troika, o limite fixado para o défice orçamental em 2012 é de nove mil milhões de euros. No mês de Outubro, o défice agravou-se mais 2,576 mil milhões euros do que o valor registado em Setembro. Assim, o défice até Outubro atingiu 8,145 mil milhões de euros, pelo que em Novembro e Dezembro o défice o défice não poderá agravar-se mais do que 855 milhões de euros. Com um Dezembro sem Natal, os ventos não correm de feição para o "muito impressionante" Gaspar. 

A dúvida é: Vítor Gaspar vai levar o país a estatelar-se no final deste ano ou no 1.º trimestre de 2013?"

publicado por José Manuel Faria às 16:18



"A dependência dos norte-americanos em relação às novas tecnologias é tal que já não falta quem durma com o telemóvel ao lado. Um estudo agora divulgado alerta para os efeitos nefastos deste comportamento na saúde. O grau de dependência é tal que muitos dos inquiridos alegam que preferem renunciar ao sexo a ter de separarem-se do aparelho."

 

Até aos 35: é telemóvel na mesa, na cama, no bolso, na espera da consulta, no estádio, na rua ou no banco do jardim…a marca, a última novidade e, as mensagens, mensagens, 24 em 24 horas. Qualquer dia não necessitaremos de pessoas…pessoas para quê? Só atrapalham e pensam, sim pensam, vejam lá!

publicado por José Manuel Faria às 10:52







publicado por José Manuel Faria às 10:06

23
Nov 12

publicado por José Manuel Faria às 08:57




"O ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares negou esta quinta-feira qualquer intervenção sua ou do ministro da Administração Interna no caso da eventual cedência de imagens da RTP à PSP, que levou à demissão do director de informação do canal."

Relvas & Macedo nada sabem do trabalho pidesco da Polícia: quer dizer que esta trabalha por conta própria - após Abril nunca um governo foi tão dissimulado, incompetente e, servil ao estrangeiro e ao grande capital.

publicado por José Manuel Faria às 08:22

22
Nov 12

publicado por José Manuel Faria às 11:26


Em princípio as candidaturas ao município de Vizela serão 4 como em 2009: o PS venceu por 948 votos (6,83%) a Coligação PSD/CDS e, a junção de votos da CDU e BE resultou em 899 (6,41%) somando os nulos e brancos 271 (1,95%). Conclui-se que serão estes (8,36%) a definirem o Presidente de Câmara.

 

Resulta desta estatística a importância dos programas e protagonistas do BE e CDU na sua capacidade de resistência ao voto útil: atenção ao ataque de PS e Coligação ao voto da esquerda.

 

O último vereador do PS (4º) entrou com 1707 votos um valor difícil de atingir pela CDU ou BE mas não impossível. 

publicado por José Manuel Faria às 09:10

Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
RV Jornal- artigo"Obra da Rua Joaquim Costa Chicór...
E os outros?
Os camaradas do Bloco e do PCP devem estar radiant...
Quem escolhe mal as pessoas que os acompanham, têm...
Bar em matosinhos??? Que historia é essa?
como é possível que alguém que foi constituído arg...
Dinis Costa cantas bem mas não alegras.
Tão lindinhos, tão enfeitadinhos. Lamentavelmente ...
De recurso em recurso, com as férias judiciais pel...
Gente de má língua... O homem é um talento nato em...
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO