31
Dez 13

publicado por José Manuel Faria às 11:22

 

 

- Miguel Lopes: perde as eleições com % de votação inferior a 2009; aceita convite para integrar o executivo municipal; coligação (PSD/CDS) retira-lhe confiança política e, por consequência, Dinis Costa, prescinde do vereador.

 

- Dinis Costa: depois de uma fantástica vitória política, comete um enorme erro estratégico ao convidar o seu adversário para o "governo” termal.

publicado por José Manuel Faria às 11:10

30
Dez 13

 

"(...) apenas o secretário-geral, Jerónimo de Sousa, e os dirigentes Francisco Lopes e António Filipe são da velha guarda do partido. Ao lado de Miguel Tiago estão outras caras, pouco ou nada conhecidas, que ajudam a fazer o PCP de hoje: João Oliveira, Bruno Dias, Rita Rato, Paula Santos, Carla Cruz, Paula Batista, Jorge Machado, João Ramos, David Costa e Paulo Sá. É o próprio Miguel Tiago quem afirma: “Estou no Parlamento com pessoas com quem estava na JCP"(...)"

 

Rejuvenescimento (renovação) etário, conservadorismo na ideologia“Em cada coisa que fazemos não estamos no alto da montanha a olhar para a história, nem podemos ser solenes em tudo o que fazemos, mas é a noção de tempo e de história que dá outra força àquilo que fazemos”, diz este deputado e membro do CC. “Faz mais sentido ter a noção de que esta luta em que participamos é muito mais do que esta vida. Encontramo-nos na luta da libertação da humanidade em que o PCP se insere e que é anterior ao PCP e que continuará depois de nós.”

 

PCP

publicado por José Manuel Faria às 09:36

 

1926, Macon, Estados Unidos. O jovem Eugene Allen vê seu pai ser morto sem piedade por Thomas Westfall (Alex Pettyfer), após estuprar a mãe do garoto. Percebendo o desespero do jovem e a gravidade do ato do filho, Annabeth Westfall (Vanessa Redgrave) decide transformá-lo em um criado de casa, ensinando-lhe boas maneiras e como servir os convidados.  Eugene (Forest Whitaker) cresce e passa a trabalhar em um hotel ao deixar a fazenda onde cresceu. Sua vida dá uma grande guinada quando tem a oportunidade de trabalhar na Casa Branca, servindo o presidente do país, políticos e convidados que vão ao local. Entretanto, as exigências do trabalho causam problemas com Gloria (Oprah Winfrey), a esposa de Eugene, e também com seu filho Louis (David Oyelowo), que não aceita a passividade do pai diante dos maus tratos recebidos pelos negros nos Estados Unidos.

 

 

Um filme mal amado pela critica, arrasado diria e, adjectivado de "académico", molengão ou de preguiçoso. Creio, pelo contrário, que há filmes necessariamente simples, previsíveis e que tocam ao sentimento cru(encontro final pai/filho). Uma película obrigatória: com uma representação principal a merecer o Óscar (Forest Whitaker/ do/"jogo de Lágrimas").

publicado por José Manuel Faria às 08:52

29
Dez 13

publicado por José Manuel Faria às 11:43






publicado por José Manuel Faria às 10:37

28
Dez 13

 

Saiba qual o IMI que o seu concelho vai cobrar em 2014.

publicado por José Manuel Faria às 16:54

 

SE AS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS SE REALIZASSEM NESTE MOMENTO, EM QUE PARTIDO

VOTARIA? (%)

 

PS: 36,7%

PSD: 25,7%

PCP: 11,2%

CDS: 9%

BE: 6,7%

 

Sondagem

publicado por José Manuel Faria às 10:18

 

Abril de 2009. No Índico, a 500 quilómetros da Costa da Somália, um porta-contentores norte-americano de 17 mil toneladas - o "Maersk Alabama" - é atacado por piratas somali. O capitão Richard Phillips (Tom Hanks), um homem com mais de três décadas de experiência no mar, percebe a gravidade da situação e aceita ser feito refém em troca da liberdade da sua tripulação. Os cinco dias que se seguem, a bordo de um pequeno bote salva-vidas com o jovem chefe somali Abde Wale Abdul Kadhir Muse (Barkhad Abdi), são de pura tensão. Finalmente, numa operação organizada por uma equipa SEAL (corpo de operações especiais da Marinha norte-americana), que resulta na morte de três piratas e na detenção de Muse, é resgatado com vida.

 

Muita acção, procura de realismo e personagens com corpo (também os piratas).

publicado por José Manuel Faria às 09:48

27
Dez 13

 

 

 

- Pedido de resgate (Câmara, PS) ao Governo via PAEL (8 milhões + 3 milhões, cgd) e, por consequência, forte austeridade sobre a população Vizelense;

 

- Candidatura do prof. Carlos Faria (PS) às autárquicas pela Lista da Coligação PSD/CDS;

 

 - Exclusão do Prof. Francisco Ribeiro (líder do PSD) da candidatura municipal da Coligação PSD/CDS;

 

 - Incerteza da atribuição de pelouros ao Vereador do PS, dr. André Castro;

 

 - Acordo político entre o líder do PS/Presidente de Câmara, Dinis Costa e dr. Miguel Lopes com a entrada de este no executivo e, a óbvia atribuição de pelouros;

 

 - Quebra do acordo, Dinis Costa/Miguel Lopes por pressão da direcção concelhia do PSD;

 

 - Entrada de Dinis Costa filho, Armando Silva, Gonçalo Castro e João Polery (militantes PS) na área política da Câmara: Chefe de Gap, assessor e secretários de Vereadores.

 

 - Percentagem de votos no PS em relação à Coligação foi superior em 2013 (8,31%) que em 2009 (6,91%).

publicado por José Manuel Faria às 08:58

26
Dez 13

 

 

"O Económico criou um simulador para os funcionários públicos calcularem o valor dos cortes salariais que vão sofrer em 2014.

 

O Orçamento do Estado para 2014 impõe cortes salariais progressivos para todos os funcionários com rendimentos mensais brutos superiores a 600 euros.

Estas reduções substituem, ou seja, não são cumulativas, com os cortes aplicados em 2011, que incidiram sobre rendimentos mensais brutos superiores a 1.500 euros."

 

Simulador Aqui

publicado por José Manuel Faria às 10:11

25
Dez 13

 

"Qualquer indivíduo que realmente acredite que seres supra-humanos concederam à nossa raça informações sobre os objetivos de sua existência e do mundo ainda está em sua infância. Não há outra revelação senão os pensamentos dos sábios — e mesmo esses pensamentos estão sujeitos a erros, como é a sina de tudo o que é humano."

 

Arthur Schopenhauer

publicado por José Manuel Faria às 10:30

24
Dez 13

 

"O comunicado refere que foi à procura de “um consenso alargado que o Executivo PS convidou o vereador Miguel Lopes para um entendimento no que diz respeito às matérias mais importantes para o futuro do concelho, com inclusão no executivo municipal distribuindo-lhe alguns pelouros”.

 

No entanto, acrescenta a nota, os intervenientes foram “surpreendentemente, confrontados com uma situação anómala no que concerne á aceitação, por parte dos partidos que compõem a Coligação. Pior ainda foi o comunicado onde se lê a retirada da confiança politica ao vereador em causa”.

 

O Executivo Socialista e Miguel Lopes, dizem não se rever “em situações de dividir, mas sim para unir”, entendendo, “em conjunto e de pleno acordo, não dar sequencia ao projeto iniciado”, lê-se, acrescentando o comunicado que “o objetivo é reunir o máximo de consenso político á volta do maior partido, pós eleitoral, que é Vizela”.

Refere o Executivo do Partido Socialista, que “dará início a novas reuniões com os partidos da oposição, no início de janeiro, com vista ao maior entendimento possível para este mandato”."

 

rádio vizela

publicado por José Manuel Faria às 17:21

publicado por José Manuel Faria às 11:34

publicado por José Manuel Faria às 11:31

publicado por José Manuel Faria às 11:27

23
Dez 13

 

 - Interveniente, incisivo, conhecedor dos “dossiers”, bom orador e carismático.

publicado por José Manuel Faria às 09:42


publicado por José Manuel Faria às 09:28

22
Dez 13

 

(...) O deputado da CDU, Paulo Leite, prescindiu do direito de discutir os pontos que estavam na Ordem do Dia da AMV, e limitou-se, no período destinado à intervenção dos vereadores, a referir que no próximo Regimento da AMV, ele terá direito a tomar da palavra durante mais tempo: “Ambas as bancadas prescindem do seu tempo de intervenção para a CDU ter mais tempo do que tinha. É um bom ponto de partida para o que se pretende que venha a ser a nova forma de fazer política em Vizela, que este seja apenas o primeiro de muitos e de bons exemplos”(...)

 

rádiovizela

publicado por José Manuel Faria às 18:54

 

"Manhã de Inverno 

 

Coroada de névoas, surge a aurora 
Por detrás das montanhas do oriente; 
Vê-se um resto de sono e de preguiça, 
Nos olhos da fantástica indolente. 

Névoas enchem de um lado e de outro os morros 
Tristes como sinceras sepulturas, 
Essas que têm por simples ornamento 
Puras capelas, lágrimas mais puras. 

A custo rompe o sol; a custo invade 
O espaço todo branco; e a luz brilhante 
Fulge através do espesso nevoeiro, 
Como através de um véu fulge o diamante. 

Vento frio, mas brando, agita as folhas 
Das laranjeiras úmidas da chuva; 
Erma de flores, curva a planta o colo, 
E o chão recebe o pranto da viúva. 

Gelo não cobre o dorso das montanhas, 
Nem enche as folhas trêmulas a neve; 
Galhardo moço, o inverno deste clima 
Na verde palma a sua história escreve. 

Pouco a pouco, dissipam-se no espaço 
As névoas da manhã; já pelos montes 
Vão subindo as que encheram todo o vale; 
Já se vão descobrindo os horizontes. 

Sobe de todo o pano; eis aparece 
Da natureza o esplêndido cenário; 
Tudo ali preparou co’os sábios olhos 
A suprema ciência do empresário. 

Canta a orquestra dos pássaros no mato 
A sinfonia alpestre, — a voz serena 
Acordo os ecos tímidos do vale; 
E a divina comédia invade a cena."

Machado de Assis, in 'Falenas'

publicado por José Manuel Faria às 09:57

Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
1 - não comenta CI dos adversários políticos;2 - a...
13% nas ultimas legislativas, é muito voto, e são ...
Eu apreciei a postura e a argumentação do represen...
Ao ignorante que diz que o Quadro Comunitário de A...
Bem observado, as palavras são na mouche , o mijad...
O outro foi para a Angola, tens sorte vais para ma...
É muito convencido, acha mesmo que pessoas intelig...
Por acaso até nem me considero burro e a prova é q...
Existe Bloco de Esquerda em Vizea? Aonde e a sua s...
O Zé Manel publique os comentários todos, o povo a...
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO