30
Abr 14

2. Luísa Alvares

Trabalha na indústria farmacêutica
Nasceu em 1981
Reside em Basileia, Suíça

“É importante estabelecer o modelo para uma transição eficaz da política europeia para a prática portuguesa e falar simples e claro aos eleitores. É importante considerar resultados de consultas e de avaliação de preferências sociais em processos de deliberação. E promover a riqueza na diferença cultural Europeia e o respeito pelos processos de decisão da UE.”

 

Lista Aqui

publicado por José Manuel Faria às 10:43


publicado por José Manuel Faria às 10:27


 

“O total de despesas correntes aumentaram em 226 mil euros, o total de custos também aumentou em mais um milhão de euros, o total do passivo subiu mais de três milhões de euros, aumentou ainda o total de pagamentos em atraso superiores a 90 dias em cerca de um milhão e 200 mil euros”. Disse o deputado que se continua “a ver a situação do Município a agravar-se com o descontrole da administração financeira do Executivo do Partido Socialista”, e falou ainda do aumento do limite de endividamento, que a diminuição do desemprego no concelho não se deve à aposta da Câmara e, tal como Fátima Andrade, líder da coligação PSD/CDS-PP, na sua intervenção inicial, recordou também o aumento das receitas da Câmara no que se refere ao IMI, à Derrama, na água e no saneamento, que as transferências do Estado para o Município não têm sofrido reduções e focou ainda a baixa taxa de execução, na ordem dos 36%.~"

 

"O grupo socialista não quer contribuir para a dispersão e para confundir a verdade”, defendeu Francisco Correia que prosseguiu, desta forma, o seu raciocínio: “Sobre o passivo, descontadas algumas rubricas que estão aqui indexadas por força do exercício contabilístico, como por exemplo provisões e garantias, para imponderáveis que podem surgir, e descontadas também outras rubricas como, por exemplo, determinados proveitos decorrentes de apoios faseados no tempo, aquilo que vemos é que há apenas uma ligeira variação de cerca de 330 mil euros face ao exercício de 2012. As dívidas a terceiros, subtraindo aquilo que já foi pago, baixaram mais de 750 mil euros face a 2012”. O deputado concordou que a taxa de execução é baixa, mas que com a aprovação do Plano de Apoio à Economia Local (PAEL) e do Reequilíbrio Financeiro a taxa de execução passaria para a ordem dos 80%."

rádio  vizela

publicado por José Manuel Faria às 09:01

29
Abr 14

 

"De referir ainda que o líder da CDU, Paulo Leite, não discutiu nenhum dos pontos em votação."

rádio vizela

- PS e CDU votaram a favor e, PSD/CDS, contra, o relatório de contas 2013.

publicado por José Manuel Faria às 17:59

publicado por José Manuel Faria às 10:00

 

 

"Um tribunal egípcio acaba de emitir 683 sentenças de morte ao líder supremo, Mohammed Badie, e a apoiantes da agora ilegalizada Irmandade Muçulmana.

O julgamento coletivo dos partidários do Presidente destituído Mohamed Morsi, partido eleito em 2011 nas eleições a seguir à queda de Hosni Mubarack, foi levado a cabo pelo mesmo tribunal criticado internacionalmente por grupos de defesa dos direitos humanos e pelas Nações Unidas. A razão para tal foi a condenação à morte de 529 islamitas (ver relacionados). O juiz comutou, entretanto, 492 destas 529 condenações à morte a penas de prisão perpétua.

Os réus estavam a ser julgados pelo ataque a uma esquadra da polícia em Minya, em 2013, durante o qual um polícia foi morto. Os julgamentos levaram apenas algumas horas, tendo o tribunal impedido os advogados de defesa de apresentarem os seus casos."

Irmandade Muçulmana

 

 

 

publicado por José Manuel Faria às 08:36

28
Abr 14

publicado por José Manuel Faria às 09:03

 

O filme conta a história de um professor de história depressivo, que descobre acidentalmente a existência de um sósia seu quando assiste a um filme. Sua vida vira de cabeça para baixo, e passa a seguir este homem, transformando a vida de ambos num terror psicológico e intrigante. Dirigido por Denis Villeneuve de “Os suspeitos”, e estrelado por Jake Gylenhaal, Jack Gyllenhaal e Mélanie Laurent.

 

Um bom filme com um fim desconcertante: sem sentido para uns (incompleto) e altamente metafórico para outros. 

publicado por José Manuel Faria às 08:49

 

"(...)As indemnizações por despedimento ilícito já não vão descer. A decisão foi tomada no fim-de-semana, numa reunião entre o ministro do Emprego e Segurança social e os representantes da “troika”. 

De acordo com fonte do Ministério do Emprego e Segurança Social, o ministro Mota Soares terá convencido a “troika” a deixar cair esta medida que vinha de anteriores avaliações e na qual tinha insistido ainda na última: reduzir as indemnizações nos despedimentos ilícitos, ou seja sem justa causa. (...)"

 

Gás vai baixar preço em 5%.

publicado por José Manuel Faria às 08:22

27
Abr 14

Na II Liga as equipas "B" do norte perdem quando visitadas por clubes da "região"as do sul "abrem as pernas" às equipas abaixo do mondego. Na divisão III (nacional de séniores), acontecem estas vergonhas:

 

 

 ddv

publicado por José Manuel Faria às 09:59

26
Abr 14

 

"Você minha irmã:
As vezes um poço de mistério
As vezes acorda sem humor
As vezes não tem paciência
As vezes um silêncio impenetrável
As vezes ninguém te merece
As vezes eu que não te mereço
Mas......
Sempre Amiga
Sempre sincera
Sempre generosa
Sempre sensível
Sempre, sempre , sempre.....
Acho que não acho mais adjectivos para ti
pois és um presente que Deus me deu e nem com
a nossa diferença de idade apaga esse amor.
Que Deus lhe abençoe sempre, que sejas um vitoriosa
e que tudo o que desejas sejam presentes dados por Deus.
Tenho orgulho em ter você como irmã. Beijos em seu coração."

 Marcia C. Quintas

 

publicado por José Manuel Faria às 10:40

25
Abr 14

publicado por José Manuel Faria às 10:29

24
Abr 14

 

 

publicado por José Manuel Faria às 11:09


 

A propósito disto: JSD/Vizela

 

"O sucesso de outros não deve ser motivo de amesquinhamento de ninguém, mas antes razão para lhes endereçarmos os parabéns e, ainda, factor de motivação para que possamos fazer, senão melhor, pelo menos igual.

Na verdade,

Dizer-se, como se diz no aludido escrito, que a Rádio, apenas, “nasceu para defender e dar voz aos desejos e pretensões de todos os vizelenses e suas instituições” (fim de citação) é, no mínimo, a constatação da ignorância de quem se atreve a proferir tamanha leviandade.

No entanto, alegar-se, como também se faz naquele folheto que, no pretérito sábado, a estação emissora - propriedade desta Cooperativa, é bom que se diga e saiba - (…) “secundarizou a transmissão da partida Futebol Clube de Vizela - São João de Ver” (…) fim de citação, é o culminar da infâmia e do completo desconhecimento dos factos. 

Afirmações que, com alguma boa vontade, só se podem entender como resultado da imaturidade dos seus autores que, para além de, certamente, não terem ouvido a emissão a que se reportam, somente indiciam à evidência que:

a)- Ignoraram o conteúdo do diploma que constitui a trave mestra desta Cooperativa (os seus Estatutos) e as circunstâncias que permitiram a sua constituição;

b)- Em oposição ao que verdadeiramente deveria integrar o seu objectivo de organização partidária (ou o que quer que lhe queiram chamar) - qual seja o bem-estar de todos os portugueses, sejam eles naturais ou residentes de Vizela; Lousada; Guimarães; Vila das Aves; Lousado; Trofa; Santo Tirso; Fafe; Felgueiras; Paços de Ferreira; Penafiel; Espanha; Alemanha; Bélgica; França; Luxemburgo; Suíça; Brasil; Caraíbas e, em geral, espalhados por esse vasto mundo fora, ou, numa simples expressão, a defesa da coesão nacional - não conseguem vislumbrar mais do que o seu próprio umbigo; e

c)- Não se coíbem de desconsiderar e, por isso, desonrar a matriz social democrática (partindo do princípio que a conhecem) que encerra o cerne do partido a que pertencem!"

 

RV

publicado por José Manuel Faria às 09:19

 

"O verdadeiro amor não é aquele
que se alimenta de carinho e beijos
mas sim aquele que suporta a renúncia e
consegue viver na saudade..."

 

A 24 de Abril de 1999.

 

Imprescindível:

publicado por José Manuel Faria às 08:36

23
Abr 14


Ajude a construir a campanha do LIVRE! aqui.

publicado por José Manuel Faria às 11:20

Andar em silêncio
Não vá embora em silêncio
Veja o perigo
Sempre o perigo
Conversa infinita
Reconstrução da vida
Não vá embora

Andar em silêncio
Não dê as costas em silêncio
Sua confusão
Minha ilusão
Destruindo-se como uma máscara de ódio-próprio
Confronta e, então, morre
Não vá embora

Pessoas como você acham fácil
Despidas para ver
Andando no ar
Caçando pelos rios
Através das ruas
Em cada esquina tão cedo abandonada
Colocadas com o devido cuidado
Não vá embora em silêncio
Não vá embora

publicado por José Manuel Faria às 08:32

 

 

Amedrontado todo dia, toda noite,
Ele a chama em voz alta de cima
Cuidadosamente espreitando por uma razão,
Meticulosa devoção e amor
Rendeu-se à auto-preservação
Dos outros que apenas importam-se consigo
Uma cegueira que toca a perfeição,
Mas machuca como qualquer outra coisa.

Isolamento, isolamento, isolamento.

Mãe, eu tentei, por favor, acredite em mim,
Estou fazendo o melhor que posso.
Me envergonha as coisas que tenho feito,
Me envergonha a pessoa que sou.

Isolamento, isolamento, isolamento

Mas se você apenas pudesse ver a beleza,
Destas coisas que eu nunca poderia descrever,
Destes prazeres - caprichosos, distrativos
Este é o meu único prêmio da sorte

Isolamento, isolamento, isolamento...

publicado por José Manuel Faria às 08:28

Por isso os acontecimentos me deixam nervoso,
Definem tudo, uma história diferente,
Observe para quem as engrenagens estão girando,
Girando de novo, girando pro futuro dessa vez,
Tudo o que ela pede é força para me segurar,
E, então, a mesma velha história,
As palavras vão revirar o passado, ah, tão rápido,
Primeiro revirá-lo e, nos direcionar pra frente dessa vez.

Oh, eu arrebentarei a todos, sem demonstrar misericórdia,
Deus sabe, tem de ser dessa vez,
Assistindo-a, as coisas que ela disse,
Todas as vezes que ela chorou,
Tão frágil para acordar desta vez.

Oh, eu arrebentarei a todos, sem demonstrar misericórdia,
Deus sabe, tem de ser dessa vez,
Avenidas decoradas com árvores,
Me imagine e então comece a observar,
observando pra sempre,
observando o amor crescer, pra sempre,
me deixando saber, pra sempre.

publicado por José Manuel Faria às 08:20

22
Abr 14

 

"O que de positivo trouxe o 25 de Abril?

 

Primeiro, a liberdade – só verdadeiramente confirmada no 25 de Novembro. Depois, uma visão europeia de Portugal, que alterava o conceito estratégico do País.

E de negativo?

 

Do 25 de Abril, nada, porque foi pacífico. Em Portugal, os regimes caem assim. Do processo revolucionário que se seguiu, recordo coisas negativas: as nacionalizações, os abusos da reforma agrária, uma sensação de confronto diário na rua que me levaria a dar atenção à política.

O que falta mudar?

 

Tento ser equilibrado nestas perguntas: falta conservar o que está bem e reformar o que está mal. Por exemplo, falta modernidade ao sistema político.

 

Ainda faz sentido falar nos ideais de Abril?

 

Faz sentido falar em ideais. Mais do que sentido, faz falta.

 

O que acha quando se diz que Portugal precisa de uma nova revolução?

 

Acho mal."

 

Diário de Notícias

publicado por José Manuel Faria às 09:07

Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Drª Dora os Vizelenses (militantes do partido PS) ...
Ó sr. D......outurado!E porque é que você tem que ...
“Mas os vizelenses também não disseram que queriam...
"E, finalmente, a Ministra foi demitida."Assunto r...
ZMF o Srº a dizer mal e a criticar sentadinho num...
Anónimo a 20 de Outubro de 2017 às 18:54 Jorge É J...
Ó seu palerma, este JP é Jorge Pedrosa. Burrice te...
Coitados, a outra/o quando estava na CMV a mandar ...
Cuidado que este JP pode ser João Polery e não é p...
Ahahhahahaah grande lata esta Dora, exigir!!!!!!!!...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

10 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO