30
Jun 14

 

 

Carta Aberta,

 

Aos partidos políticos do Concelho de Vizela: PS, PSD, CDS, PCP e BE:

 

Ao fim de um ano (outubro/junho) político municipal de executivo maioritário socialista, dirigido por Dinis Costa e seus vereadores: Victor Hugo Salgado e Dora Gaspar – faria todo o sentido as organizações políticas sediadas em Vizela elaborarem um relatório (geral/específico)para darem a conhecer às populações sobre o balanço das suas actividades e as da Câmara Municipal e, não esperarem para descarregarem toda a informação, criticas e propostas do mandato (13/17)para o último ano.O mandato tem quatro anos.

 

 

Ruptura Vizela, blog.

publicado por José Manuel Faria às 08:34

29
Jun 14

Child In Time

Deep Purple

Sweet child in time you'll see the line
The line that's drawn between the good and the bad

See the blind man shooting at the world
Bullets flying taking toll

If you've been bad, Lord I bet you have
And you've been not hit by flying lead

You'd better close your eyes and bow your head
And wait for the ricochet

publicado por José Manuel Faria às 12:15

 "Portugueses não merecem novo aumento de impostos"

"O Ministro da Economia, António Pires de Lima, sublinha que o Governo não está confortável em matéria de IRS e tem como prioridade inverter a tendência de aumento de impostos, numa altura em que a recuperação económica nacional ainda não está consolidada. Mas avisa que um eventual alívio da carga fiscal "não depende só do Governo".

publicado por José Manuel Faria às 09:06

27
Jun 14

 

 

 

 

DDV

publicado por José Manuel Faria às 17:52

 

Seguro: 

"O primeiro método para estimar a inteligência de um governante é olhar para os homens que tem à sua volta".
Costa:
"Onde há uma vontade forte, não pode haver grandes dificuldades."

 

Seguro:

 

"Mas a ambição do homem é tão grande que, para satisfazer uma vontade presente, não pensa no mal que daí a algum tempo pode resultar dela."

 

Costa:

 

"Todos vêem o que pareces, poucos percebem o que és."

 

Maquiavel

publicado por José Manuel Faria às 09:52

26
Jun 14

 

9 notícias adaptados do "Decameron" de Boccaccio: Um jovem enmierdado literalmente ajudar ladrões roubar o rubi recentemente falecido Arcebispo de Nápoles; Um jovem finge mudo num convento ansiosos para descobrir o sexo; Quando o marido de uma mulher chega em casa, ele vai esconder sua amante; A truques ladrão um padre pedófilo em seu leito de morte e, eventualmente, ser santo; Um discípulo de Giotto pintar o mural proposto uma igreja; Um jovem casal passa sua primeira noite de amor no telhado da casa de seus pais; Os três irmãos possessivos de um jovem assassinado seu amante, que a partir de vida após a morte indicar onde ele está enterrado; como a esposa de um sacerdote em acreditar que um agricultor pode fazer no burro; E dois amigos fizeram um pacto pelo qual o curioso morrer antes, vai dizer o que foi visto no passado.

publicado por José Manuel Faria às 08:43

 

 

Contrariedades

 

Eu hoje estou cruel, frenético, exigente; 
Nem posso tolerar os livros mais bizarros. 
Incrível! Já fumei três maços de cigarros 
Consecutivamente. 

Dói-me a cabeça. Abafo uns desesperos mudos: 
Tanta depravação nos usos, nos costumes! 
Amo, insensatamente, os ácidos, os gumes 
E os ângulos agudos. 

Sentei-me à secretária. Ali defronte mora 
Uma infeliz, sem peito, os dois pulmões doentes; 
Sofre de faltas de ar, morreram-lhe os parentes 
E engoma para fora. 

Pobre esqueleto branco entre as nevadas roupas! 
Tão lívida! O doutor deixou-a. Mortifica. 
Lidando sempre! E deve a conta na botica! 
Mal ganha para sopas... 

O obstáculo estimula, torna-nos perversos; 
Agora sinto-me eu cheio de raivas frias, 
Por causa dum jornal me rejeitar, há dias, 
Um folhetim de versos. 

Que mau humor! Rasguei uma epopéia morta 
No fundo da gaveta. O que produz o estudo? 
Mais duma redação, das que elogiam tudo, 
Me tem fechado a porta. 

A crítica segundo o método de Taine 
Ignoram-na. Juntei numa fogueira imensa 
Muitíssimos papéis inéditos. A imprensa 
Vale um desdém solene. 

Com raras exceções merece-me o epigrama. 
Deu meia-noite; e em paz pela calçada abaixo, 
Soluça um sol-e-dó. Chuvisca. O populacho 
Diverte-se na lama. 

Eu nunca dediquei poemas às fortunas, 
Mas sim, por deferência, a amigos ou a artistas. 
Independente! Só por isso os jornalistas 
Me negam as colunas. 

Receiam que o assinante ingênuo os abandone, 
Se forem publicar tais coisas, tais autores. 
Arte? Não lhes convêm, visto que os seus leitores 
Deliram por Zaccone. 

Um prosador qualquer desfruta fama honrosa, 
Obtém dinheiro, arranja a sua coterie; 
E a mim, não há questão que mais me contrarie 
Do que escrever em prosa. 

A adulação repugna aos sentimentos finos; 
Eu raramente falo aos nossos literatos, 
E apuro-me em lançar originais e exatos, 
Os meus alexandrinos... 

E a tísica? Fechada, e com o ferro aceso! 
Ignora que a asfixia a combustão das brasas, 
Não foge do estendal que lhe umedece as casas, 
E fina-se ao desprezo! 

Mantém-se a chá e pão! Antes entrar na cova. 
Esvai-se; e todavia, à tarde, fracamente, 
Oiço-a cantarolar uma canção plangente 
Duma opereta nova! 

Perfeitamente. Vou findar sem azedume. 
Quem sabe se depois, eu rico e noutros climas, 
Conseguirei reler essas antigas rimas, 
Impressas em volume? 

Nas letras eu conheço um campo de manobras; 
Emprega-se a réclame, a intriga, o anúncio, a blague, 
E esta poesia pede um editor que pague 
Todas as minhas obras 

E estou melhor; passou-me a cólera. E a vizinha? 
A pobre engomadeira ir-se-á deitar sem ceia? 
Vejo-lhe luz no quarto. Inda trabalha. É feia... 
Que mundo! Coitadinha! 

Cesário Verde, in 'O Livro de Cesário Verde'

publicado por José Manuel Faria às 08:27

25
Jun 14

 

Beto; João Pereira, Pepe, Ricardo Costa e André Almeida; Rubem Amorim,W Carvalho e Joáo Moutinho; Varela, Nani e Ronaldo.

publicado por José Manuel Faria às 09:21


por BAPTISTA-BASTOS Hoje

 

A briga no PS pode ser críptica se confundirmos o seu significado. Que querem, um e outro, António Costa e António José Seguro? A briga é, apenas, mera e indecorosa questão do poder pelo poder ou, antes, um problema ideológico? Seguro fez um trajecto cauteloso e astuto no PS. Calou-se e colocou-se de atalaia, sem nunca manifestar opinião sobre os desenvolvimentos da política de José Sócrates. E saltou para a arena quando Sócrates foi cercado. Como têm dito dirigentes do PSD e comentadores de direita, como o Marcelo ou o Marques Mendes, ele é proveitoso às políticas de Passos Coelho. Os próprios resultados das eleições para a Europa provaram que o português médio fora prudente na decisão. A verdade é que António Costa, goste-se ou não do estilo e da oportunidade, provém de outro forno e traz consigo outra marca. As afirmações que tem produzido induzem-nos a pensar, acaso precipitadamente, estar disposto a reformular a estratégia "socialista" firmada por Seguro, e a estabelecer acordos e compromissos à esquerda.

Não acompanho a comoção dos que viram na simbologia do punho esquerdo cerrado e da reintrodução dos vocábulos "socialismo" e "classe operária" o regresso à pureza inicial do léxico "revolucionário". O PS é o que é e o que sempre foi. Precisa é de mais vergonha na cara e de escrúpulo e pudor no comportamento, ele, que se associou, durante anos seguidos, à direita no seu pior e mais execrável. Acontece um porém: na aparência, António Costa demonstra uma conduta ideológica que define um estilo e assinala uma diferença. Mas a política é uma comédia de enganos e já vi muito para ir atrás do banjo de qualquer suserano. Aguardo para conhecer as cartas.

Convenhamos, porém, que Seguro, cuja trajectória tenho seguido, por vezes com caretas de apreensão, não dispõe do estofo de estadista e carece daquela ética republicana que faz de um homem vulgar um cidadão inabalável. É um almofadinha, como já alguém disse e escreveu. Há anos, desenvolto moço, azougado, mas já grave, declarou, numa entrevista ao Expresso, que estava muito cansado da política autóctone mas amplamente disponível para se deslocar para o Parlamento Europeu. E foi (1999-2001).

O que tem dito e feito parece-me seguir essa linha prudente que embala um destino sem grandeza e sem brilho, mas acautela um futuro tranquilo. Nunca poderia transformar o PS noutra coisa senão aquilo que o PS é e tem sido. A incógnita consiste em saber-se o que quer António Costa. Claro que a manifestação "espontânea" de Ermesinde, onde o insulto e o ultraje fizeram morada, não apazigua o conflito no PS. Pelo contrário. As feridas que se abriram ou reabriram são infectocontagiosas. Como afirmou o Marcelo, esta disputa é "música celestial" para o PSD.

publicado por José Manuel Faria às 09:09

24
Jun 14

há muito tempo/ AMV:

 

a) O Regulamento Municipal de Feiras e Venda Ambulante;

 

b) O Código de Conduta dos Trabalhadores, Titulares de Cargos Dirigentes e de Titulares de Órgãos Eleitos do Município de Vizela;

 

c) Proposta de cidadã eleitora para a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Vizela;

 

d)  informação do presidente da Câmara acerca da atividade do Município e sua situação financeira.

publicado por José Manuel Faria às 09:46

publicado por José Manuel Faria às 08:59

23
Jun 14

Exemplos de resultados para Portugal se apurar:

Portugal-Gana, 4-0; EUA-Alemanha, 0-1

Portugal-Gana, 3-0; EUA-Alemanha, 0-2

Portugal-Gana, 3-0; EUA-Alemanha, 1-4

Portugal-Gana, 2-0; EUA-Alemanha, 0-4

Portugal-Gana; 3-1; EUA-Alemanha, 1-5

 

 

publicado por José Manuel Faria às 08:22

22
Jun 14

 

Acabou a comissão nacional do PS e começou a confusão no exterior do Fórum Cultural de Ermesinde. Empurrões e insultos contra António Costa de uma dúzia de pessoas que antes tinham aplaudido a saída de António José Seguro.

“Vai-te embora”, “vai para a câmara”, “não prestas” foram algumas das palavras dirigidas ao candidato às primárias socialistas.

A saída de António Costa foi tumultuosa, mas o presidente da Câmara de Lisboa manteve-se impávido e sereno sobre esta confusão.

publicado por José Manuel Faria às 17:38

publicado por José Manuel Faria às 08:55

publicado por José Manuel Faria às 08:44

21
Jun 14

publicado por José Manuel Faria às 11:20

 

Só há um modo de combater políticos vingativos, com esses é "olho por olho, dente por dente": a solução objectiva - não votar neles.

publicado por José Manuel Faria às 10:36

20
Jun 14

publicado por José Manuel Faria às 17:43

 

(...)Carta da vereadora municipal de Vizela, Cidália Cunha.
Gostaria de solicitar publicação da minha atividade Municipal, referente à última reunião de Câmara:

Grata pela atenção dispensada

Cidália Cunha
Vereadora da CMV
Eleita pela Coligação
"Vizela é Para Todos"




Documentos que apresentei na reunião de hoje do Executivo Municipal.

1- Proposta de Voto de Louvor aos professores  Antónia Fernanda de Sousa Ribeiro e José Augusto Alves dos Santos,

A Vereadora da Coligação " Vizela é para Todos, vem propor um voto de louvor aos professores  Antónia Fernanda de Sousa Ribeiro e José Augusto Alves dos Santos, do Agrupamento de Escolas de Caldas de Vizela,  relativo  ao desenvolvimento de um trabalho cientifico-pedagógico com o título “Metabolismo Energético”.
Este voto de louvor tem por objetivo felicitar estes docentes pelo trabalho desenvolvido e ao mesmo tempo incentivar a comunidade escolar no desenvolvimento de outros projetos de cariz científico, dando o seu contributo à ciência, como aos alunos.(...)

ddv

publicado por José Manuel Faria às 08:51

19
Jun 14

 

Curiosamente, no mesmo dia em que os deputados da maioria falavam grosso ao TC, desafiando os juízes a "não desertar" e a "não fugir às suas responsabilidades", o mesmo PSD e CDS davam luz verde a que o Parlamento repusesse de imediato, sem margem para dúvidas, os salários dos deputados e dos funcionários parlamentares.

publicado por José Manuel Faria às 08:32

Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


28



Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Drª Dora os Vizelenses (militantes do partido PS) ...
Ó sr. D......outurado!E porque é que você tem que ...
“Mas os vizelenses também não disseram que queriam...
"E, finalmente, a Ministra foi demitida."Assunto r...
ZMF o Srº a dizer mal e a criticar sentadinho num...
Anónimo a 20 de Outubro de 2017 às 18:54 Jorge É J...
Ó seu palerma, este JP é Jorge Pedrosa. Burrice te...
Coitados, a outra/o quando estava na CMV a mandar ...
Cuidado que este JP pode ser João Polery e não é p...
Ahahhahahaah grande lata esta Dora, exigir!!!!!!!!...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

10 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO