31
Jul 14

 

Os ataques na faixa de Gaza não param e consequentemente o número de mortos já ultrapassou os 1300 do lado palestiniano e cerca de 48 do lado Israelita… De referir também que além da disparidade quantitativa também existe uma brutal disparidade qualitativa. Enquanto que do lado israelita menos de 10% das vítimas mortais são civis (apenas cerca de 4 em 48) do lado palestiniano é o oposto, dos mais de 1300 mortos a maioria são civis (incluindo mais de 240 crianças…). O que se passa na Palestina é inadmissível e se à Palestina não é permitida voz, junta a tua voz amanhã, 1 de Agosto, em Lisboa às 18h no Saldanha seguindo em marcha até à Embaixada de Israel:https://www.facebook.com/events/1506806816200453/

e também amanhã, 1 de Agosto, na cidade do Porto às 16h na rotunda da Boavista:https://www.facebook.com/events/559979124124729/?ref=br_tf

 

5 dias.net

publicado por José Manuel Faria às 19:41

publicado por José Manuel Faria às 09:24

30
Jul 14

 

"Vou confessar-vos que me apereceu um passarinho, outra vez. Aproximou-se de mim e disse-me que o comandante [Chávez] está feliz e cheio de amor pela lealdado do seu povo, que deve estar orgulho", garantiu Maduro.

O Presidente disse ainda que a pequena ave lhe pediu que não contasse a ninguém a revelação e pediu a todos os presentes em Barinas para não o fazerem. Mas a verdade é que a "aparição" do passarinho chegou aos media."

publicado por José Manuel Faria às 09:38

"Durante oito anos a Polícia Judiciária do Porto investigou a família Mesquita Machado, e apesar de ter descoberto um autarca com uma vasta fortuna, e com muito dinheiro não se sabe bem de onde veio, a PJ arquivou o processo. Um facto estranhíssimo é que os valores transaccionados nas contas bancárias da família foram sempre bastante superiores aos rendimentos declarados."

http://31daarmada.blogs.sapo.pt/2270530.html

 

publicado por José Manuel Faria às 08:31

29
Jul 14


Exmos. Senhores:

 

Encarrega-me o Sr. Presidente da Comissão Política Concelhia de Vizela do Partido Socialista, de informar que, em reunião do Secretariado, realizada no pretérito dia 28 de Julho, foi decidido por unanimidade apoiar a candidatura de Joaquim Barreto a Presidente da Federação Distrital de Braga, no ato eleitoral que se realiza no próximo dia 6 de setembro, sendo também apresentada e aprovada a lista de nomes que compõem a Estrutura Concelhia de Apoio à referida Candidatura:

 

Mandatário Concelhio:

Dinis Manuel da Silva Costa

 

Comissão Coordenadora da Juventude:

Armando Jorge Sousa Ribeiro

Neide Cristina Pacheco Dias

 

Comissão de Honra Concelhia:

Jerónimo Joaquim Ferreira

Mário José Azevedo Oliveira

Manuel António Lopes Pedrosa

Paula Manuela Ribeiro Faria de Lima

Domingos Faria Dias de Lima

José Maria Silva Monteiro

José Luís Monteiro de Almeida

Joaquim Neto Sousa

Maria Agostinha Ribeiro de Freitas

Vânia Raquel Ribeiro Guimarães

Maria Filomena Sousa Mendes

Cristina Maria Pereira Ferreira Ribeiro Costa

Maria Goretti Rosas Borges Peixoto


Com os melhores cumprimentos,

 

Gonçalo Castro

publicado por José Manuel Faria às 18:36

publicado por José Manuel Faria às 10:35

publicado por José Manuel Faria às 10:25

publicado por José Manuel Faria às 10:11

28
Jul 14

 

"Um grupo financeiro pode pedir que os mercados sejam suspensos. E nem por isso é apelidado de irresponsável que viveu acima das suas possibilidades. Além disso, o BES não é o GES. Repita comigo. O BES não é o GES. Um grupo financeiro pode pedir proteção contra credores. Mas não é acusado de não honrar os seus compromissos. O BES não é o GES. Um grupo financeiro pode reestruturar a sua dívida. E não é apontado de, assim, entrar numa perigosa fantasia irrealizável, esquerdalhona e perigosa. O BES não é o GES.  Um grupo financeiro pode adiar a apresentação de contas para se proteger dos mercados, sem ser logo rotulado de sulista, preguiçoso e improdutivo que vive à custa dos rigorosos do norte. O GES não é o BES. Muitas empresas portuguesas estão expostas ao grupo financeiro ES, o rating do Banco cai, as suas ações despenham-se, mas não é considerado culpado, merecedor de castigo e sacrifício. O GES não é o BES. Repita comigo. Portugal não é um país. Um país não é Portugal."

 

JAD

publicado por José Manuel Faria às 11:16

publicado por José Manuel Faria às 09:37

 

"O BE é a mais pequena das formações parlamentares de esquerda mas no ano parlamentar que terminou sexta-feira foi, no conjunto da oposição, a que conseguiu mais projetos de lei aprovados, vencendo o PS e o PCP."

dn

publicado por José Manuel Faria às 08:50

27
Jul 14

publicado por José Manuel Faria às 08:59

 

"O PS pretende governar com uma maioria absoluta porque é necessário estabilidade para criar um Governo forte que permita fazer a mudança que é necessário fazer", afirmou Costa, garantindo que, mesmo nessa condição, não excluirá qualquer partido da esquerda do acesso à governação.

publicado por José Manuel Faria às 08:44

26
Jul 14

Há a urgência em alterar comportamentos da esquerda(s) à esquerda do PS. Esta digladia-se desde sempre na procura de quem é mais marxista mais socialista mais revolucionária e, com isto, os ex:salazaristas do CDS e PSD juntos mais o PS  têm governado sempre após/Abril, nas continuas ondas capitalistas, liberais, conservadoras, infectando os oceranos com ideologias ultra/financeiras especulativas travando as águas humildes operárias e demais trabalhadores - o roubo de rendimento e de direitos-,  é hora (nas próximas legislativas) da maioria social tomar o poder e correr com Paços, Portas e Cavaco. através da construção de uma grande plataforma democrática e socialista de objectivo único e pragmático para isso era fundamental ter no mesmo barco, o BE. o LIVRE, o Movimento 3d e a manifesto, seria uma proposta para (12/14%) com mais de 30 deputados: a direita  encolheria e o PS teria de abrir portas e dialogar com as alternativas.

publicado por José Manuel Faria às 11:33

publicado por José Manuel Faria às 10:36

 

"a Guiné Equatorial "mantém a pena de morte no seu ordenamento jurídico"; "executa arbitrariamente os seus cidadãos"; "tem um presidente que cumula o poder presidencial, o executivo, o judicial e o militar"; "encontra-se no topo da lista dos países mais corruptos do mundo, concentrando a riqueza nas suas mãos do presidente, da família e da elite que o rodeia"; e "não tem qualquer abertura à dissidência de opinião, à liberdade de manifestação e associação".

Ao mesmo tempo, e apesar de ser o "terceiro maior produtor de petróleo e o país com o maior PIB per capita do continente africano", a Guiné Equatorial permite que "cerca de 80 por cento da sua população viva abaixo da pobreza"

 

Plataforma

publicado por José Manuel Faria às 09:06

25
Jul 14

publicado por José Manuel Faria às 16:16

 

Votação de um projecto-lei humano.

 

É a criminalização dos maus-tratos a animais de companhia, que abrange o abandono, estabelecendo uma "pena de prisão até um ano ou com pena de multa até 120 dias" para quem pratique esses maus-tratos, que, no caso de morte do animal de companhia ou ferimentos graves que deixem sequelas pode ir "até dois anos ou com pena de multa até 240 dias".

 

Espera-se uma votação unánime.

publicado por José Manuel Faria às 10:00

24
Jul 14

 

SERÁ QUE EU CAIBO NA MAIORIA?

 

 

Desde que aderi ao Bloco de Esquerda, tenho sempre enquadrado a minha atividade centrada no trabalho local. Isto resulta da área ideológica que me serve de matriz, desde a adolescência – PODER POPULAR.

 

Ao longo destes 15 anos, venho integrando as várias geometrias minoritárias que fomos capazes de apresentar em cada convenção, na expetativa, sempre gorada, que dos equilíbrios sólidos da maioria que foi gerindo e determinando a orientação política do BE; pudesse surgir, mesmo que tenuemente, alguma fresta de atenção para as questões de participação a que todas e todos os/as aderentes têm estatutária e declaradamente o direito e a responsabilidade.

 

Nunca me lembro, até que os resultados eleitorais começaram a ser desfavoráveis, que tal gesto tivesse acontecido em concreto.

 

Os últimos dois anos só podem ser lidos por qualquer aderente como um zig-zag de posições pouco concretas, pouco determinadas, pouco claras.

Creio ser nesta atitude de atrofiamento e indefinição que reside, um dos aspetos que ampliou os anteriores desaires eleitorais e que vem remetendo o Bloco de Esquerda, no panorama político português, para o nível cada vez mais próximo da irrelevância.

 

 

Numa realidade mundial, europeia e nacional em que tudo vai contra uma transformação social justa e igualitária; fico pensando que não posso desistir sem repensar o meu lugar interno!

 

Será que se eu me prestar à exibição de concordância nos aspetos centrais da proposta política para o país, como sempre fui dizendo; consigo ter a audição necessária, para que aspetos de funcionamento interno que vem sendo evidente que precisam de ser mudados em profundidade e de um modo permanente e não ocasional??

 

Será que a atitude afirmada de abertura às opiniões diversas, voltará a ser a MATRIZ para todas as decisões também no âmbito da proposta política??

 

 

Estas as minhas interrogações e a razão do meu gesto na reunião do passado dia 13 de Julho, no Porto; de aceitar o convite do Pedro Soares, para integrar a comissão redatora de uma moção plural que comece de novo!

 

Pergunto-me e pergunto: pode a consciência do verdadeiro risco de desagregação ser suficientemente forte para conter “a contagem de espingardas” e garantir os comportamentos mínimos de debate transparente?? De modo a estruturar uma moção que retome o espírito fundador do Bloco de Esquerda, impedindo a autosuficiência e garantindo a capacidade de contribuir para a construção de uma alternativa ao atual regime político neo-liberal??? Conseguirá este gesto, a nova geração de aderentes dirigentes, talvez até pelas más razões??

Não perdi o meu habitual ceticismo. Estou “em esforço” a oferecer a minha convicção de que este projeto merece que todas e todos e cada uma e um de nós consiga as pontes mínimas internas, indispensáveis para que continuemos a representar a organização política em que as e os portugueses se revejam para enfrentar o sistema capitalista! 

 

Saudações Bloquistas

Helena Carmo

18 de Julho de 2014  

publicado por José Manuel Faria às 18:33

 

"Há uma urgência de criar uma resposta política no campo da esquerda que assuma uma disponibilidade essencial em torno da salvação do Estado social, daquilo que é a defesa dos valores democráticos e da cidadania social", afirmou Ana Drago aos jornalistas, no final de uma sessão pública da associação Fórum Manifesto, que se desvinculou recentemente do BE.

 

Ana Drago disse ainda que é "muito cedo para ver a forma institucional" que a plataforma terá, mas identificou como "actores institucionais" as pessoas que integraram o entretanto extinto movimento 3D, de Daniel Oliveira, e o partido Livre, de Rui Tavares. 
 

RR

publicado por José Manuel Faria às 08:14

Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
O mesmo que as garantias do partido me dão.
Acredito no desperdicio e na desarrumaçao, mas n]a...
Compreendo, mas o sr. assim nao da garantias a nen...
Fica bem ser agradecida pelas portas abertas e pel...
Verdade Professor.... ou seja.. todo o Grupo envol...
Uma Coisa lhe respondo... o Sr. pelo que fala ate ...
Ohhhhh..... Professor.... Vossa Excelência é o quê...
A Aximage numa sondagem publicada há uma semana, d...
Sou socialista marxista libertário, o que faz com ...
Estará para breve.. uma Proposta á Camara Municipa...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO