31
Mar 17

 

publicado por José Manuel Faria às 23:24

Há uns 2 anos, creio, ligou-me uma colega, professora universitária numa universidade no oriente. Estudámos juntas há 20 anos. Doutorada, foi uma das 500 mil pessoas que saiu do país. Perguntava-me se devia arriscar voltar para um eventual contrato aqui. Perguntei-lhe qual a situação dela. Respondeu-me, "não é só a minha...", os meus pais, trabalhadores manuais/indiferenciados foram despedidos com 50 anos, sou eu que lhes estou a pagar a casa ao Banco. O Banco nunca foi expropriado pelo Governo PS ou CDS-PSD ou PS de novo, mas os accionistas do banco foram resgatados, ou resolvidos, ou recapitalizados com dinheiros públicos que para serem pagos garantiram o despedimento dos pais dela e de mais de 700 mil portugueses desde 2008 que como ela acharam que este país não era nem para velhos nem para novos. O Estado podia ter garantido estas dívidas - trata-se de um bem de consumo básico, habitação; promovido o emprego. Em troca garante dívidas de grupos obscuros de casino que supostamente estariam a comprar os bancos que não valem nada - valem, muito, valem a vida dela, que ficou lá, no oriente. E a dos pais, que se viram sem vida e sem direito ao trabalho aos 50 anos. É este o significado destas políticas como a de garantir hoje mais 4 mil milhões ao Novo Banco - é a destruição do país, o exílio económico dos mais produtivos e jovens trabalhadores, a quebra do Estado Social e a indignidade da vida de pessoas que toda a vida puderam ter o mínimo, e o mínimo é viver do seu trabalho. O último a sair daqui fecha a porta e a luz?

publicado por José Manuel Faria às 17:34

 

publicado por José Manuel Faria às 12:14

30
Mar 17
Resultado de imagem para não ao racismo e intolerancia

Em Portugal há racismo e discriminação de pessoas com deficiência? Há.

Não há tolerância, sim, ao respeito.

publicado por José Manuel Faria às 10:51

29
Mar 17

 

publicado por José Manuel Faria às 17:59

 

 

 Melhor que o aeroporto do Funchal ter o nome de Cristiano Ró-náldo é a família do Cristiano Ró-náldo, a todas as horas certas nos canais noticiosos do cabo, que sim senhor, que acham muito bem que o aeroporto do Funchal se chame aeroporto Cristiano Ró-náldo.

José Simões

publicado por José Manuel Faria às 11:58

 

publicado por José Manuel Faria às 10:52

28
Mar 17

publicado por José Manuel Faria às 23:06

 

publicado por José Manuel Faria às 11:14

"Para já, muito ruído surge à esquerda sobre as autárquicas. Mais propriamente entre o BE e o PCP.
Se não é possível um governo de esquerda com a esquerda, porque razão não é possível uma abordagem unitária da esquerda ao chamado poder local?
Tirando a contagem de votos, o que pode, de facto dividir, a esquerda para a apresentação de candidaturas de unidade nas autarquias?
A direita, PSD e CDS, já tem mais candidaturas da sua unidade do que nas últimas eleições ... e as coisas não andam bem (ainda bem!) por aqueles lados!
É pena que o que sobre de algum trabalho conjunto à esquerda para sustentar o governo PS, não possa ser aproveitado para se ir um pouco mais além nas autárquicas ... nem que começasse pela iniciativa do PCP e do BE!
Mas não ... o vírus parlamentarista e eleitoralista está mesmo impregnado!
Mesmo à esquerda parece que, cada qual, está mais preocupado em defender o seu "castelo" ...
"

João Pedro Freire

publicado por José Manuel Faria às 10:44

27
Mar 17

É urgente preparar o país para o cenário de saída do euro ou do fim do euro”

publicado por José Manuel Faria às 19:59

Resultado de imagem para pcp BE

 - Uma Lista única, BE/PCP/BE/Independentes tem fortes possibilidades de eleger um Vereador à Câmara de Vizela, este poderia ser o "fiel da balança". Separados não elegem ninguém.

publicado por José Manuel Faria às 11:49

 

publicado por José Manuel Faria às 11:18

26
Mar 17

 

publicado por José Manuel Faria às 11:11

 

"É uma mulher corajosa, lutadora, afirmativa, que vive permanentemente atormentada com os problemas de uma multidão de gente que espera que ela abra caminho para um país mais livre, sem preconceitos. “Luto todos os dias por uma sociedade menos sexista e homofóbica. A luta pela igualdade é aditiva. Entranha-se na pele. É um comboio que se apanha para a vida. É para sempre.” A deputada socialista Isabel Moreira recorda como foi crescer à esquerda numa família conservadora de direita e como ganhou o gosto pela política por causa do pai, o histórico democrata cristão Adriano Moreira. Uma conversa de verdade, onde Isabel recorda a infância, o que a levou à política, a solidão que vive, o passado de violência que ainda a atormenta, o prazer pela escrita, pela dança e as músicas que a levam a agitar-se na pista como se a vida estivesse para acabar. Para ouvir neste episódio do podcast “A Beleza das Pequenas Coisas""

Isabel Moreira

publicado por José Manuel Faria às 10:35

25
Mar 17

A liberdade de constituição de "Listas Independentes" às autárquicas é sinal de democracia política radical, e, ainda bem. A nova legislação (falta regulamentar) dá possibilidade à apresentação de símbolo nos boletins de voto. Discordo da opção do Movimento "Vizela Sempre" pela Imagem da "Vizela Romana" (é de todos) assim como a utilização de bandeiras do Concelho em Festas/Comícios. Não havia/há necessidade.

publicado por José Manuel Faria às 12:03

O Movimento Vizela Sempre apresentou António Ferreira como o seu candidato à Junta da União de Freguesias de Tagilde e Vizela (S. Paio). O candidato mostrou-se confiante na vitória e disse que “hoje o Partido Socialista está esgotado e não serve o interesse das nossas freguesias”.

O Movimento Vizela Sempre tem estado, nas últimas semanas, a contactar com as associações desportivas do concelho. Nesse sentido, Victor Hugo Salgado, candidato à Câmara Municipal de Vizela, prometeu a criação em Vizela de uma cidade desportiva e de colocar relvados sintéticos em todas as freguesias do concelho"

RV

ps: Infias vai ter campo de futebol com relvado sintético.

publicado por José Manuel Faria às 10:47

"A Coligação PSD/CDS-PP promoveu uma tertúlia subordinada ao tema “Evocar Vizela para Construir o Futuro”. Falou-se do passado, do presente, mas, sobretudo, pretendeu-se pensar aquilo que se quer para Vizela.

Belmiro Martins apresentou o passado até à criação do concelho, os autarcas de Infias e de Santo Adrião falaram das suas experiências enquanto autarcas, e os jovens Jorge Bastos e Daniel Fernandes mostraram que rumo gostariam de ver em Vizela.

Jorge Pedrosa encerrou as intervenções. Nesta noite, o candidato à Câmara Municipal de Vizela, pela coligação PSD/CDS-PP, quis deixar uma mensagem de esperança aos jovens e salientou que o concelho tem muitas potencialidades."

RV

publicado por José Manuel Faria às 10:40

24
Mar 17

 Resultado de imagem para rapaz e rapariga com 12 anos

A "plena proteção", ou seja, a ausência total de penalização só beneficiará quem tenha 60 anos e mais de 48 anos de descontos e queira antecipar a sua reforma antes do atual limite legal, ou seja os 66 anos e 3 meses.

publicado por José Manuel Faria às 11:49

 

publicado por José Manuel Faria às 10:30

Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


20



Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
ZMF o Srº a dizer mal e a criticar sentadinho num...
Anónimo a 20 de Outubro de 2017 às 18:54 Jorge É J...
Ó seu palerma, este JP é Jorge Pedrosa. Burrice te...
Coitados, a outra/o quando estava na CMV a mandar ...
Cuidado que este JP pode ser João Polery e não é p...
Ahahhahahaah grande lata esta Dora, exigir!!!!!!!!...
Sr. Anónimo acha mesmo que o José Manuel Faria vai...
A Vereadora Fátima Andrade se tivesse entrado tal ...
Gostava, mas nunca saberá pois isto da política é ...
Só gostava de saber qual o valor que JP recebeu.
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

10 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO