23
Mai 17

Quando as bombas caem na Síria assassinando inocentes crianças e mães na pobreza. Ninguém dá importância a este caos.

publicado por José Manuel Faria às 19:43

 

publicado por José Manuel Faria às 19:00

 

publicado por José Manuel Faria às 11:14

"Conscientes da importância de elevar a discussão política em Vizela pretendemos elaborar medidas de intervenção políticas diferentes na campanha das autárquicas. Arredados de discussões infrutíferas, do mediatismo de festividades ou cartazes, iremos propor diferentes iniciativas dirigidas à população em geral tais como sarau de poesia, música jazz, peça de teatro, debate aberto sobre as termas e a importância da hidroterapia na saúde, enaltecendo o bom que há em Vizela.

Programaremos os locais para a sua execução conforme a pertinência do tema a tratar e disponibilidade que nos for dada, sem pensarmos em multidões seremos tantos quantos os que quiserem estar informados do nosso projeto, brevemente apresentaremos o agendamento.

Com objetivo de transformarmos a campanha eleitoral de Vizela abrangente, séria e dirigida aos interesses da população,  pretendemos calendarizar vários eventos e os agendamentos com as diferentes instituições, associações e coletividades existentes no concelho. Por forma a auscultar as reais necessidades do concelho e  as enquadrarmos no programa eleitoral que nos propomos ao eleitorado. Achamos importante auscultar a ACIV, Sociedade Filarmónica Vizelense, Fundação Jorge Antunes,  Futebol Clube de Vizela, Real Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vizela, Câmara de Vizela e Centro de Saúde. Estes e muitos outros que ousem a cordialidade de nos receber.

Desafiamos também os outros candidatos à organização conjunta de plenários abertos, com o objetivo duma discussão profícua das grandes metas, nas diferentes perspetivas que importam para Vizela como sejam: as acessibilidades, a educação, a saúde, as termas e o orçamento. Dessa forma a visibilidade de todos os projetos seja equitativa e os cidadãos posderiam em consciência optar pelo projeto que lhe parecer mais adequado. Porque todos somos Vizelenses, com vontade de transformar Vizela num local mais digno para viver  e porque Vizela precisa de todos,  esse gesto poderá ser uma forma de mostrar a diferença e unir Vizela e os Vizelenses em prol dum futuro. Não se pode limitar as ideias dum projeto para Vizela a um único debate conjunto ou apresentações individualizadas com ou sem festividades que não incluem verdadeiramente os Vizelenses. O futuro de Vizela precisa ser mais abrangente. Nada há a temer para os que de fato têm um projeto para o concelho, pois os projetos são rascunhos do futuro e serão tanto mais verosímeis e exequíveis quanto mais forem participados."

CDU, António Veiga, candidato à Câmara.

publicado por José Manuel Faria às 10:55

22
Mai 17

"Sinto-me orgulhoso, porque em causa estão obras destinadas a quase a todo o concelho, desde o concurso para requalificação das pontes até à requalificação da rede viária municipal. Prevê-se que depois da Assembleia Municipal andem rapidamente para o terreno”, afirmou, à Rádio Vizela, no final da sessão, o autarca Dinis Costa. De acordo com o presidente da autarquia, a requalificação da rede viária é para ficar concluída até outubro. Mas o mesmo não acontecerá com as obras da Escola Secundária e das pontes sobre o Rio Vizela: “Mas está tudo preparado para que avancem os concursos, logo que se realize a Assembleia Municipal. Gostava que se iniciassem até setembro, enquanto estou cá a cumprir o meu mandato. Seria importante, até porque não temos nenhuma ponte que sirva devidamente a circulação dos pesados, que necessitam de se ligar à auto-estrada e à zona industrial de S. Paio”.

publicado por José Manuel Faria às 20:12

"A tolerância, a verdade, o partido, o politicamente correcto, o amor ao próximo ou à pátria não devem ser um obstáculo à reflexão. A reflexão não é um incómodo. A sua falta, o silêncio e o permanente desconversar é que são uma fuga que nos torna intolerantes, ímpios e pequeninos. A reflexão sem voz é um acto colectivamente inútil"

Sérgio de Almeida Correia

 

publicado por José Manuel Faria às 14:03

21
Mai 17

a) João Ilídio Costa; PS - 15

b) Victor Hugo Salgado, MVS - 14

c) Jorge Pedrosa, PSD/CDS - 13

d) António Veiga, CDU - 12

 

ps: com desconhecimento das "equipas" da Câmara, Assembleia e Assembleias de Freguesias (excepto, MVS)

publicado por José Manuel Faria às 11:21

 

publicado por José Manuel Faria às 10:54

20
Mai 17

Carmezim Oliveira será o cabeça de lista à Assembleia Municipal de Vizela e António Veiga liderará a candidatura da CDU à Câmara, nas Autárquicas de 01 de outubro. A apresentação dos candidatos teve lugar esta tarde, no centro de trabalhos do partido em Vizela, na presença de Gonçalo Oliveira, da distrital comunista.

rv

publicado por José Manuel Faria às 18:23

"Quem tem capitalizado mais a geringonça tem sido o PS"

Mariza Matias

publicado por José Manuel Faria às 12:41

 

Para João Ilídio Costa, a candidatura do MVS é “contranatura”. “Não faz sentido absolutamente algum, neste momento, a sua existência. Sou um defensor de aparecerem movimentos independentes da sociedade civil (…), mas sou absolutamente contrário a aparecerem movimentos desagregadores dos movimentos políticos ou dos partidos políticos”.

Depois o alvo das críticas foi Victor Hugo Salgado, o candidato à Câmara pelo MVS: “O aparecimento do MVS provocou uma rutura no PS, exclusivamente por razões pessoais e de sede de poder que o senhor dr. Victor Hugo salgado provocou. (…) Não teve visão, estratégia, capacidade política de persuasão e união de socialistas, timing para o tratamento adequado da substituição, mostrando que não tem um mínimo de capacidade para a assunção do cargo de presidente à frente do município”.

Tendo como pano de fundo a última conferência de imprensa do MVS, João Ilídio Costa rebateu algumas das afirmações de Victor Hugo Salgado, entre as quais a de que João Ilídio Costa tinha sido um dos impulsionadores da sua candidatura. Sobre isto, o candidato do PS disse o seguinte: “Não soube tratar a luta política interna e aguardar pelo momento certo para que ele fosse o escolhido. E se ele fosse o escolhido dentro do partido, e foi essa a promessa que eu lhe fiz, eu apoiá-lo-ia”.

 Desafio o dr. Victor Hugo Salgado para um debate público, político, para esclarecer todas as situações e dar a conhecer aos vizelenses alguns meandros da política local”, acrescentou João Ilídio Costa.

publicado por José Manuel Faria às 11:08

Por fim subiu ao palco Victor Hugo Salgado. As críticas a Dinis Costa e a João Ilídio Costa, que em anteriores momentos já foram por si mencionadas, foram repetidas neste jantar, cujo prato principal ficou para o fim, ou seja, a apresentação de algumas pospostas eleitorais: “Vamos baixar os impostos, reforçar as competências das Juntas de Freguesias, criar o Simplex Autárquico, investir na rede viária e nas infra-estruturas, colocar sintéticos nas freguesias e criar uma verdadeira Cidade do Desporto em Vizela”. “Queremos ainda resolver o problema de financiamento às associações, sendo que no Turismo e no Ambiente, queremos resolver o problema que o sr. Presidente da Câmara anda a empurrar com a barriga, o problema do Rio. Mas também queremos resolver o problema das Termas e da malha urbana vizelense. É uma vergonha termos a Praça da República naquele estado, bem como as entradas de Vizela. Vamos ainda reorganizar o Parque Industrial”, acrescentou o candidato.

publicado por José Manuel Faria às 11:01

19
Mai 17

 

publicado por José Manuel Faria às 18:04

"o discurso do Papa Francisco na sua passagem por Bruxelas foi ,“provavelmente, a intervenção “mais à esquerda”, “mais progressista” que já ouviu no Parlamento Europeu."

publicado por José Manuel Faria às 16:59

 João Ilídio Costa: Conferência de Imprensa às 19 h, hoje.

 Victor Hugo Salgado, apresentação candidatura, Eskada às 20 h, hoje

 

publicado por José Manuel Faria às 12:04

 

publicado por José Manuel Faria às 11:03

 

publicado por José Manuel Faria às 09:43

18
Mai 17

"(...)Seria pouco natural, a poucos meses antes das eleições autárquicas, que nada dissesse, enquanto candidato a Presidente da Câmara Municipal de Vizela, ladeado, para já, por outros dois candidatos, um da parte do Movimento e outro do PS. Para que não restem dúvidas, a Coligação continua calma e recetiva, como sempre o esteve, no que concerne à apresentação de outros candidatos. É assim em Democracia. Está assim expresso na Constituição, dando total liberdade a que forças partidárias ou/e independentes se possam apresentar a sufrágio. É desta forma que a Coligação perfará o seu percurso, sem atropelos, sem histerismos desesperados, como se os direitos só fossem apanágio de uns quantos. Ainda bem que assim não é. Da nossa parte, respeitaremos todos os nossos adversários políticos e deixaremos que os Vizelenses, sem pressões ou promessas desvairadas, possam usar o seu direito de voto, como bem quiserem e entenderem. São eles que terão de escolher os seus governantes. E aqui, os Vizelenses não se deixam levar por inexequíveis promessas de quem já mostrou não saber gerir os dinheiros públicos. Será que descobriu, a poucos meses das eleições, a poção mágica de encontrar financiamento, onde nunca o conseguira antes?
As declarações, no mínimo infelizes, do responsável pelo Movimento Vizela Sempre, no decorrer da conferência realizada a 9 de maio, abordando o tema do candidato escolhido pelo PS, é bem o paradigma da falta de ética, do vale tudo… Se não , lembremos …”O senhor João Ilídio Costa foi um dos impulsionadores da minha candidatura e garantiu-me que apoiaria esta minha caminhada…..” O senhor João Ilídio Costa criticou pública e veementemente, ao longo dos últimos anos o atual Presidente da CMV”….Escusa de ligar aos elementos que fazem parte da estrutura do MVS, porque irá receber sempre a mesma resposta que recebeu nos telefonemas que fez ao longo dos últimos dias… “…o Senhor João Ilídio Costa já deu provas…que é incapaz de fazer pontes, a não ser que a sua vontade seja a vontade conseguida…” 
Palavras para quê? Quando não se consegue separar o domínio público do privado, só resta a Victor Hugo Salgado agarrar-se às tão propaladas sondagens (por onde andará a ficha técnica?), que lhe dão todas as vitórias e mais algumas. Porquê, então, tanta preocupação?
A Coligação, como disse antes, respeita e continuará a respeitar os seus adversários políticos, dentro de um quadro de cultura democrática, como é, aliás, a sua marca. 
Parabéns sinceros aos nossos bravos bombeiros!!"

Jorge Pedrosa

publicado por José Manuel Faria às 17:32

Conferência de imprensa

 

JOÃO ILÍDIO COSTA, candidato do Partido Socialista de Vizela, às próximas Autárquicas, quebra o silêncio na sua primeira conferência de imprensa, a realizar na próxima sexta-feira, dia 19, às 19h00, na sede do Partido, sita na Praça da República, para mobilizar os Vizelenses rumo à vitória.

publicado por José Manuel Faria às 12:21

 

A Candidatura CDU à Câmara e Assembleia Municipal sairão destes nomes (palpites):

 

 - António Veiga;

- Joaquim Pacheco;

- Luís Veiga;

- António Monteiro.

publicado por José Manuel Faria às 11:39

Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


24
25
26
27

28
29
30
31


Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
GURI o teu problema é olhares em demasia para o vi...
O gury "vou fazer uma pergunta de algibeira"Que te...
"Vou fazer uma pergunta de algibeira"Vou te respon...
Espero bem que seja mentira, a ser verdade tal pes...
"Vou fazer uma pergunta de algibeira.Sabem quem ga...
Concordo completamente contigo Irug, então anda aí...
JIC?????????????????????Eu já estou arrependido de...
O PSD é um partido moribundo tanto a nível naciona...
É muito mau, haverem tantos comentários e poucos s...
É muito mau, haverem tantos comentários e poucos s...
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO