04
Mai 17

publicado por José Manuel Faria às 22:44

 

publicado por José Manuel Faria às 11:30

Tem sido assim,  quer nos mandatos anteriores quer  no decorrente mandato.
A Coligação tem-se mostrado uma força política que, esquecendo as ideologias dos partidos políticos que a constituem, aposta na independência das ideias e opiniões de todos, independentes incluídos, formando, desta forma um quadro alargado das vontades da sociedade Vizelense, com respeito demonstrado por todos os seus adversários políticos.
É o interesse das pessoas que nos faz erguer a voz, quando confrontados com a negligência e opções no mínimo irracionais dos executivos PS, ao longo de 19 anos.

publicado por José Manuel Faria às 11:23

"(...)    Denuncia-se assim sem pudor a atitude que VHS ou alguém por ele impôs aos Deputados Municipais do PS eleitos (nunca é demais lembrar) pelo povo vizelense, tentando desqualificá-los e revelando a postura submissa e de menoridade aos “seus”, arriscando misturar o maior Partido da democracia portuguesa com um movimento político de independentes de sacristia. Repare-se naquilo que, ao longo do tempo VHS apresenta como propostas políticas numa total incoerência, não resistindo nunca à tentação de cair num populismo barato. Uma das propostas anunciadas a todos os Vizelenses com toda a pompa e circunstância consiste no abaixamento de impostos. Então não foi no tempo do Senhor Vereador aquando da detenção do pelouro da área financeira que se subiu o IMI para a taxa máxima em Vizela? Outra das propostas consiste em realizar uma auditoria às contas municipais. Como foi que disse? Pretende o candidato que entidades externas ao município auditem as contas que o senhor Vereador ao longo deste tempo deteve em exclusivo e na sua própria responsabilidade?  O líder do MVS está, pois, a ser mentiroso e desavergonhadamente populista, prometendo tudo e o seu contrário como se tem acentuado nos últimos tempos com o discurso anti-partidos, no sentido de ganhar os votinhos da população. É óbvio que VHS serve-se dos problemas de Vizela para se salvar a si próprio na liderança da Associação; nota-se-lhe traços populistas, recorrendo ao vício político de culpar o líder da Câmara Municipal por tudo o que acontece de mau e reclamar elogios próprios por tudo o que acontece de bom. Diz o ditado “se queres conhecer o carácter de um Homem dá-lhe Poder”. VHS teve-o e demonstrou na sua ambição desmedida, atropelando todos que conviveram com ele no Executivo e que lutaram pela emancipação do Concelho de Vizela. Diria que a sua cabeça parece estar já vendida a alguém e luta desesperadamente pela sua sobrevivência. Mas aquilo que VHS revela é a sua incapacidade para ser um candidato credível ao lugar de governo autárquico. (...)"

rádio vizela

publicado por José Manuel Faria às 11:07

Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9



30


Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Oh Ze Manel, mais de 90.000 gastou o Mvs/Vh só em...
Eu faço de porta-voz, porta-chaves, porta-bandeira...
Alberto Machado geriu o orçamento até ao descalabr...
"Alegadamente" o verba do PS é menor da do MVS por...
A recolha de assinaturas deveria ser um trabalho m...
É o tecido económico. ´É o que dá empregos.Já os r...
A filha do JIC está desempregada!!!!!!!!!!!!!!!Coi...
""40 empresários e quinze médicos mais os rapazes ...
E o JIC sobre uma certa viagem a 3 a um certo Paí...
Sinceramente não sei como se dão ao trabalho de re...
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO