21
Abr 08

Qualquer dia chega cá...

A Câmara de Vizela está a enviar cartas aos munícipes a ameaçar proceder à cobrança coerciva da taxa por rampas fixas ou entrada para acesso a garagens...

"A ideia subjacente à tributação que envolve a taxa de acesso é quase semelhante à que poderia justificar uma hipotética tributação do desgaste dos passeios pelos peões ou, permitindo-me utilizar uma imagem mais extremada, uma hipotética tributação das pessoas pelo simples facto de saírem à rua e a utilizarem".

Cuidado munícipes de Portugal, a euforia das contas resvala em taxas e mais taxas a precisar. Algumas excessivas, outras absurdas. Tudo serve para o financiamento da instituição pública, de definição, e privada no uso.

Merecemos melhor, muito melhor qualidade na governação.

publicado por José Manuel Faria às 12:12

comentário:
Tudo vale para "arrecadar".

Enquanto se discute a viabilidade e a legalidade das taxas, arrecada-se mais uns dividendos.

E utilizando um chavão, o Povo é que paga o desplante de quem foi eleito para ser competente e sério.
Marco Gomes a 22 de Abril de 2008 às 08:37

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
O referendo é uma boa proposta e, Janeiro o mês pa...
Não vamos criar precedentes. O Povo não sabe o que...
Anónimo a 20 de Novembro de 2017 às 19:28"Onde est...
Ora por aqui se pode ver em que é que é (mal) gast...
Sim, a menina deve tornar público o que acontece, ...
O que é o "comércio local"? Os comércios locais do...
Conseguiram uma mão cheia de quase nada, outra de ...
E pode aceitar-se heterossexuais na igreja? Só dev...
Ó Fátima Anjos, você de "anjinho" não tem nada!Não...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO