08
Mai 08

Grito Negro

Eu sou carvão!

E tu arrancas-me brutalmente do chão
e fazes-me tua mina, patrão.

Eu sou carvão!

E tu acendes-me, patrão,
para te servir eternamente como força motriz
mas eternamente não, patrão.

Eu sou carvão
e tenho que arder sim;
queimar tudo com a força da minha combustão.

Eu sou carvão;
tenho que arder na exploração
arder até às cinzas da maldição
arder vivo como alcatrão, meu irmão,
até não ser mais a tua mina, patrão.

Eu sou carvão.

Tenho que arder

Queimar tudo com o fogo da minha combustão.

Sim!

Eu sou o teu carvão, patrão.

publicado por José Manuel Faria às 10:59

comentário:
E quem é o patrão?
Eduardo dos Santos?
mcds a 8 de Maio de 2008 às 14:56

Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Os Vizelenses querem alternativa para andarem para...
É só peixeirada , votem no Bloco de Esquerda.
A sua classificação vale o que vale, principalment...
Olha-me este !!!!Quer que respeite os visitantes d...
Reparem que nas ultimas eleicoes estiveram a 550 v...
Comentar seja o que for anonimamente ,diz tudo do ...
Hoje a Mariza Matias esteve por aí.....
O seu comentário é ridículo, se o JMF tem um blogu...
Vergonha é não querer ouvir a verdade !Vizela iria...
Prof José Manuel Faria, com tantos visitantes do s...
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO