15
Nov 06

Variedade dos Efeitos do Amor

Nascemos para amar; a humanidade
Vai tarde ou cedo aos laços da ternura
Tu és doce atractivo, ó formosura,
Que encanta, que seduz, que persuade.

Enleia-se por gosto a liberdade;
E depois que a paixão n'alma se apura,
Alguns então lhe chamam desventura,
Chamam-lhe alguns então felicidade.

Qual se abisma nas lôbregas tristezas,
Qual em suaves júbilos discorre,
Com esperanças mil na ideia acesas.

Amor ou desfalece, ou pára, ou corre,
E, segundo as diversas naturezas,
Um porfia, este esquece, aquele morre.

publicado por José Manuel Faria às 20:06

4 comentários:
Uma vida de boémia, de entregas e de excessos que lhe mostraram a vida nas suas mais estranhas formas e que o levaram a cantar com a mesma magnitude o amor e a morte. Bendito seja o teu legado poético, Manuel Maria Barbosa du Bocage!

"Negra fera, que a tudo as garras lanças,
Já murchaste, insensível a clamores,
Nas faces de Tirsália as rubras flores,
Em meu peito as viçosas esperanças."
silviaefe a 15 de Novembro de 2006 às 22:21

Grande Bocage.
susana a 16 de Novembro de 2006 às 22:27

Não gostava quando andava na escola
.:mÁrCiO:. a 17 de Novembro de 2006 às 20:52

Oh não! mais um professor que "matou" num aluno o gosto pela poesia magnífica e fantasiosa!
silviaefe a 17 de Novembro de 2006 às 23:02

Novembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Que diferença, que linda festa, não é preciso dinh...
Que diferença!!! Um executivo que transpira simpat...
??? É pra comentar o quê? Que tão muito felizes?
Também tenho gostado muito dos comunicados da Coli...
Estes comunicados devem ser a espinha na garganta ...
Sobre as TaxasCada vez que o PS, através de Dora G...
Admiro a coragem e a persistência destes vereadore...
Isto sim é verdadeira oposição feita com responsab...
Vai sentar-se num banco com um pijama ás riscas!!!...
Prof, ainda anda com Azia!!!!!!!!!!!!
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO