21
Ago 08

http://z.about.com/d/goeurope/1/0/U/m/1/portugal-regional-map-final.png

Assine aqui: Pela Regionalização a 5, um mal menor. Um bem maior.

publicado por José Manuel Faria às 18:39

12 comentários:
e o minho vai ser comido pelo Porto!
minhoto a 21 de Agosto de 2008 às 22:57

Pensei que só havia o Norte e o Sul...
Mª do Resgate a 21 de Agosto de 2008 às 22:59

Vizela também devia aí estar!
"A RAINHA DAS TERMAS"
Ana Bárbara Pedrosa a 21 de Agosto de 2008 às 23:05

Politicas....

http://www.youtube.com/watch?v=_89Wa8f1myo&eurl=

o "antes" e o "depois".
Mª do Resgate a 21 de Agosto de 2008 às 23:05

Regionalizar, sim !!! é imperativo.

Mas, por favor, assim é regionalizar o centralismo. Este mapa não é o melhor (toda a publicidade acerca deste mapa é, reparem bem, uma técnica de persuasão para imporem este especifico mapa).
Marco Gomes a 21 de Agosto de 2008 às 23:09

Penso do mesmo modo, Marco. Acredito que a haver referendo com este mapa, o Sim poderia ter mais hipóteses.
José Manuel Faria a 22 de Agosto de 2008 às 11:13

-Não me importaria de assinar se me gantissem que:
-As regiões iriam buscar competências e dotação orçamental aos municípios. Estes por sua vez irim ser reorganizados, extinguindo alguns, eventualmente criando outros, mas diminuindo em número. Para mais ficariam com as competências das freguesias, que na sua esmagador maioria deveriam ser extintas. Há freguesias com menos eleitores que uma equipa de futebol. No final, entre o deve e o haver, o número de titulares de cargos públicos seria substancialmente reduzido, principalmente em conselheiros, gabinetes, assessores e outros. Exemplo, no Algarve, 3 autarquias (por sinal PSD), Castro Marim, Vila Real e Tavira, poderiam formar uma única. Estou mesmo a ver os partidos (principalmente os do bloco central de interesses) alinharem.
António de Almeida a 22 de Agosto de 2008 às 15:27

Percebo o raciocínio.

Não concordo, as regiões a criar têm definições claras e bem objectivas. Quanto às despesas (argumento principal para a vitória do Não em 98), não subiriam muito mais. Os "monstros" ministeriais seriam distribuídos pelas regiôes.

atribuições de competências das regiões
José Manuel Faria a 22 de Agosto de 2008 às 18:03

Quanto às despesas (argumento principal para a vitória do Não em 98), não subiriam muito mais.

-Eu gostaria que descessem. Aproximar o decisor do objecto da decisão, terá forçosamente de representar um menor custo, desaparecendo uma parte da burocracia intermédia de gabinete. O problema é que essa burocracia são os boys & girls que militam nos partidos, particularmente em 2. Fica e o que está, acrescentando-se algo, ainda que não seja a totalidade, uma parte já existe nas CCR's. E já agora, os governadores civis também poderiam ir dar uma curva, não? Claro que uma reforma séria teria de ser feita durante uma legislatura, com entrada diferida, para não ficar condicionada a cálculos eleitorais, pelo menos de curto prazo.
António de Almeida a 23 de Agosto de 2008 às 14:27

Há despesas a mais. As que critico são precisamente aquelas com staff políticos exagerados. Hoje numa Câmara pequena de 6 vereadores . Presidente e 4 vereadores, com secretária e adjunto, gabinetes cheios de políticos, assim como excesso de técnicos . O mal está na Lei. Penso que 308 concelhos e 2430 freguesias não são excessivos.

E que ninguém pense em extinguir o concelho de Vizela . Depois de tanta luta política e popular.
José Manuel Faria a 23 de Agosto de 2008 às 18:47

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



26
27
28
29
30

31


Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Vou pegar só nestas suas palavras:"por incúria de ...
Então porque é que votaste nele???E agora vais vot...
Escreve-se assessor. Se querem falar mal de alguém...
NASCI, CRESCI E VIVO EM VIZELA, SOU VIZELENSE DE ...
Que coincidência é igualzinho ao do PS, só que est...
O srº anónimo quando é que me dá esse prazer? ó te...
E a isto se limita a campanha em Vizela, lavar rou...
O Meireles tinha razão: " Se passarmos para o Conc...
O que é que fizeram ao Vinagre? Misturaram-no com ...
Tens toda a razão, era o que ele devia ter feito. ...
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO