10
Set 08

 

Polémica: Excluído de ‘momento da verdade’ está indignado

 

O programa da SIC sobre a vida sexual do casal, das traições, das humilhações e outros assuntos "quentes" dá dinheiro , a esposa "corneada" tentava fazer um ar de espanto ,e ao mesmo tempo suspirava de alívio quando o marido dizia a verdade.


Um dia que uma mulher disser o mesmo que o corajoso de ontem, ele será um "corno" feliz endinheirado.


Tudo encenado e preparado para enganar o espectador. É assim a luta pelas audências.

 

Teresa Guilherme estreia O Momento da Verdade

publicado por José Manuel Faria às 21:18

7 comentários:
Vi pouco mais de 10 minutos... e nunca mais coloco os olhos nesta porcaria. A sério, faz-me lembrar o fiel ou infiel. Podem enganar quem quiser, a mim não me enganam.
A TV cada vez pior, então esta concorrência nojenta chega a meter dó.
Márcio a 11 de Setembro de 2008 às 14:27

Já não vejo televisão generalista há um bom par de anos, não sabia que já se tinha descido tanto.
António de Almeida a 11 de Setembro de 2008 às 16:54

o lixo televisivo a sério começou com o big brother da TVI. Vi metade do 1º programa e deu para observar o asco da "coisa".

Curioso foi na altura o programa ser defendido por psicólogos e outros profissionais.

Um dia no intervalo da aula, ouço os alunos (9º ano) aos gritos ..." O Marco deu um pontapé na Marta", a coisa estava imparável. Impressionante. Já lá vão uns anitos , talvez 10.
José Manuel Faria a 11 de Setembro de 2008 às 22:35

Imagino... os alunos universitários fizeram o mesmo.

Eu vi o BB1 do princípio ao fim e umas frechas do BB2 ... Este tipo de programas só por si não têm mal nenhum... o problema é o mais do mesmo... o pegar numa ideia e usar e abusar. Repare que todos os reality se resumem a variantes do BB e isso em si é que fede. O BB1 foi original na medida em que os participantes eram "virgens" na matéria.

O programa em debate neste post não o conheço (é que agora sou rico e já tenho MEO em casa), mas há uma coisa que me incomoda nos debates sobre a qualidade televisiva... Há uma tendência absurda de querer uma televisão intelectual. Isso, repito, é um absurdo, porque a televisão generalista deve de facto ser cultura e conhecimento, mas também deve ser entretenimento , sendo que a sua qualidade está na dosagem dos ingredientes e no respeito pelos telespectadores , cumprindo a manutenção dos horários do início ao fim das séries.
Jorge Miranda a 11 de Setembro de 2008 às 23:11

"Há uma tendência absurda de querer uma televisão intelectual. Isso, repito, é um absurdo, porque a televisão generalista deve de facto ser cultura e conhecimento, mas também deve ser entretenimento "

Há cultura, conhecimento e entreteniento com bom gosto, sim eu sei, para muitos os gostos não se discutem. Eu penso que sim, tudo é discutivel.
José Manuel Faria a 12 de Setembro de 2008 às 11:10

errata: entretenimento.
José Manuel Faria a 12 de Setembro de 2008 às 11:11

"Os Romanos são doidos" - dizia o Obelix
Os portugueses estão doidos, digo eu.
Mª Resgate Salta a 12 de Setembro de 2008 às 21:01

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Vou pegar só nestas suas palavras:"por incúria de ...
Então porque é que votaste nele???E agora vais vot...
Escreve-se assessor. Se querem falar mal de alguém...
NASCI, CRESCI E VIVO EM VIZELA, SOU VIZELENSE DE ...
Que coincidência é igualzinho ao do PS, só que est...
O srº anónimo quando é que me dá esse prazer? ó te...
E a isto se limita a campanha em Vizela, lavar rou...
O Meireles tinha razão: " Se passarmos para o Conc...
O que é que fizeram ao Vinagre? Misturaram-no com ...
Tens toda a razão, era o que ele devia ter feito. ...
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO