23
Set 08

http://xicoriasexicoracoes.files.wordpress.com/2007/06/socrates.jpg

O primeiro-ministro e onze elementos do Governo entregam hoje os primeiros três mil computadores portáteis Magalhães a crianças do primeiro ciclo, no âmbito de um programa que será totalmente financiado por privados, segundo a ministra da Educação

 

 

O primeiro - ministro está em campanha eleitoral, falta um ano para as legislativas. O sr. em vez de governar anda de empresa em empresa privada a mostrar "emprego" criado pelos outros. Ainda não o vimos na rua em frente das milhares de "fábricas" falidas a protestar contra o seu encerramento, pois a maior parte são falências provocadas.

 

Governo inteiro na abertura do ano lectivo. Com slogans positivos sobre a Educação e milhares de professores frustrados com uma carreira afunilada e envolvidos em burocracias de papel obrigados a "passar" todos os alunos do 9º ano.

 

O Magalhães pago por privados "obriga" governantes a percorrerem sorridentes o País em tom propagandístico para TVs, rádios e jornais anunciarem a boa nova.


Quais serão as contrapartidas para os privados? Nenhum jornalista terá coragem de questionar o PM, aposto.


As oposições que abram os olhos, o PS/governo está aí em força.

publicado por José Manuel Faria às 10:23

6 comentários:
Esperto o PM.
Anónimo a 23 de Setembro de 2008 às 17:59

O que considera falências provocadas ?
Jorge Miranda a 23 de Setembro de 2008 às 21:19

São aquelas que os patrões simulam falta de encomendas ou não as procuram propositadamente, e por consequência diminuição da produtividade com o intuito de fechar a empresa, despedir os trabalhadores para abrir uma outra a 10 km da "velha" em nome da mulher ou do filho.

Dizem não ter activos para não pagar os direitos totais aos trabalhadores, estes entram no sistema de subsídio de desemprego pago pelo Estado ( nós).

O Concelho de Vizela e Felgueiras é fértil neste esquema

ps: Estes patrões continuam com o mesmo nível de vida, claro!
José Manuel Faria a 23 de Setembro de 2008 às 22:00

E não existe falta de encomendas? Não é verdade que as vendas na Europa baixaram 20% durante este ano? Não é verdade de o mercado americano quase eclipsou da industria europeia?

A crise económica ainda não chegou... estou convicto de que a verdadeira crise ainda está para vir.
Jorge Miranda a 23 de Setembro de 2008 às 22:37

que pessimismo Jorge Miranda!
Anónimo a 24 de Setembro de 2008 às 14:51

Não colocaria as coisas nesses termos, até porque na verdade sou optimista. Porém, é preciso ter noção dos acontecimentos e do que eles podem significar. É "fácil" atravessar uma onda forte se antes a tiver medido bem e assim decidir se saltar e deixar a cabeça de fora, ou se mergulhar com firmeza atravessando-a de um trago só.

Os acontecimentos não transmitem segurança e aquilo que citei é com conhecimento de causa. Basta ler um jornal de economia e verifica-se que hoje se fala mais em poupança e planificação das necessidades futuras do que de investimentos.
Jorge Miranda a 24 de Setembro de 2008 às 21:43

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Vou pegar só nestas suas palavras:"por incúria de ...
Então porque é que votaste nele???E agora vais vot...
Escreve-se assessor. Se querem falar mal de alguém...
NASCI, CRESCI E VIVO EM VIZELA, SOU VIZELENSE DE ...
Que coincidência é igualzinho ao do PS, só que est...
O srº anónimo quando é que me dá esse prazer? ó te...
E a isto se limita a campanha em Vizela, lavar rou...
O Meireles tinha razão: " Se passarmos para o Conc...
O que é que fizeram ao Vinagre? Misturaram-no com ...
Tens toda a razão, era o que ele devia ter feito. ...
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO