23
Set 08

http://economiafinancas.com/wp-content/uploads/2008/01/irs.jpg

 

A nova Lei das Finanças Locais dá a possibilidade dos Municípios arrecadarem para si 5% do IRS dos contribuintes.

A maioria obviamente aproveita para arrecadar receita e fazer obra de última hora em ano de eleições.

Em média, caso as Câmaras prescindissem destes 5%, o contribuinte pouparia 200 euros.

Num Concelho deprimido económicamente com 20% de desempregados, a Câmara Municipal de Vizela prefere meter a massa no seu orçamento. Uma atitude previsível.

publicado por José Manuel Faria às 20:05

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Então não são 800 mil euros, não é verdade, eminên...
Anónimo a 12 de Janeiro de 2018 às 11:11Se fosse a...
Um orçamento com mais de 3 milhões de lucro e não ...
Recorde prof. que a redução do IMI a pagar 2018 f...
O resto do entulho, sim, porque o entulho já foi a...
Podia ter aproveitado para mandar alguns no meio d...
És mesmo bem informado, até sabes o valor da refor...
kkkkkkkkkko anónimo não se identifica? kkke quem p...
Arrumar entulho, entende como excelente esse traba...
E quanto a quem de momento se estará a relevar... ...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO