13
Out 08

http://www.portalplanetasedna.com.ar/capitalismo.jpg

O Governo anunciou ontem um aval de 20 mil milhões de euros à banca. Os capitalistas bancários ficaram satisfeitos e parece que o povo também. Os contribuintes saberão que o dinheiro é deles e que Jósé Sócrates não exigiu nenhuma contrapartida. O esquema de gestão bancária continuará o mesmo. Espera-se que quando os lucros chorudos das instituições aparecerem sejam distribuidos pelo povo.

publicado por José Manuel Faria às 11:29

comentário:
Os contribuintes saberão que o dinheiro é deles e que Jósé Sócrates não exigiu nenhuma contrapartida.

-Nem poderia porque na realidade não emprestou um cêntimo, e aí é que reside todo este equívoco, perante um aval oferecido mas não solicitado, qualquer gestor pode hoje tranquilamente correr riscos. Se a coisa correr bem, será elevado ao patamar de génio, guru da finança, se correr mal, bem a sua gestão está coberta por apólice da seguradora Portugal S.A ., a partir daí sim, é que as contrapartidas fariam sentido. De contrário imagine um banco com as suas finanças sólidas, nada pediu, nada precisa, não está a correr riscos, ofereceram-lhe e ele teria de dar contrapartidas? Quais?
António de Almeida a 13 de Outubro de 2008 às 14:56

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
O vice/presidente pode conviver perfeitamente numa...
Pelo que vejo o Sr. Prof. nunca esteve numa associ...
Reunião de CâmaraDiz o Vereador do PS JIC: Sr. Pre...
Mas este, como não é burro, voou para o....Movimen...
Já viu um burro voar??? Então prepare-se que se is...
Quem será o próximo candidato da Coligação?JP não ...
Gostado muito do Comunicados da....Coligação? ?? k...
relativamente a Associações... se todas fossem inv...
Coitado, o JIC não tem nada para publicar!!!!!!!!!...
Enfim... uma amalgama de psedo independentes e soc...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO