29
Dez 06

ELA E O ESPÍRITO SANTO

Soubemos recentemente que Maria de Belém Roseira, a ex. Ministra da Saúde de António Guterres nos anos de 95 a 99 e actualmente deputada PS, tinha sido contratada como Assessora para as Questões de Saúde do Grupo Espírito Santo. A citada Senhora exerce à data o cargo de Presidente da Comissão Parlamentar de Saúde e tem também responsabilidades na União das Mutualidades Portuguesas.
A avença em causa destinar-se-ia a (cito) “dar pareceres sobre a estratégia da Espírito Santo Saúde nomeadamente na área dos cuidados continuados”, vulgo idosos e dependentes. A explicação é simplista: ninguém acredita que o Grupo Espírito Santo não tenha uma estratégia orientadora para o sector. O que lhe falta é provavelmente é a ligação funcional privilegiada com os centros de influência e decisão. E aqui justifica-se a avença.
Muitos referiram a promiscuidade latente entre o exercício de cargos públicos e o serviço de interesses privados. Outros referiram a incompatibilidade do Deputado e do Estratega Privado e relembraram a frase histórica sobre a mulher de César…Outros lembraram a actividade recente dos grupos privados na Saúde e os lucros gigantescos que se avizinham nomeadamente nos sectores relacionados com a prestação de cuidados de saúde a velhos, idosos e dependentes.
Ficamos a saber que ao aprovar estas incongruências e negociatas, o PS se identifica mais com os interesses do BES do que com a defesa do Serviço Nacional de Saúde.
Tenho para mim que há igualmente um traço de continuidade divina que vai de Belém ao Espírito Santo, do Hospital da Luz á Misericórdia, passando por outros altares e cofres fortes.
Pina Moura, antes de ser Iberdrola, era chamado O Cardeal. Maria de Belém, antes de converter-se ao Espírito Santo, anseia ser a Santinha da…Roseira

Cristiano Ribeiro

publicado por José Manuel Faria às 12:44

3 comentários:
Neste caso é o chamado "espírito santo de orelha"...
Mª do Resgate a 29 de Dezembro de 2006 às 15:31

Esperta esta roseira, quem diria.
Anónimo a 29 de Dezembro de 2006 às 20:24

Independentemente do politico e da politica de então, fico surpreendido com a imparcialidade desta senhora, pois, Como é possivel defender uma ideia tendo que se pronunciar "certamente" ao encontro de interesses privados.
Laranjinha a 31 de Dezembro de 2006 às 21:26

Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Que diferença, que linda festa, não é preciso dinh...
Que diferença!!! Um executivo que transpira simpat...
??? É pra comentar o quê? Que tão muito felizes?
Também tenho gostado muito dos comunicados da Coli...
Estes comunicados devem ser a espinha na garganta ...
Sobre as TaxasCada vez que o PS, através de Dora G...
Admiro a coragem e a persistência destes vereadore...
Isto sim é verdadeira oposição feita com responsab...
Vai sentar-se num banco com um pijama ás riscas!!!...
Prof, ainda anda com Azia!!!!!!!!!!!!
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO