21
Jan 07

A passagem de poderes "provisória" anunciada em Cuba em Julho de 2006 tem todas as hipóteses de durar. A era pós Fidel Castro já começou. Mesmo que Raul Castro, irmão do fundador do regime revolucionário, seja designado como garante da continuidade institucional, uma verdadeira substituição de gerações é inevitável a curto prazo. Face às graves dificuldades do desenvolvimento económico, face às desigualdades e à corrupção, face enfim à ameaça sempre real de uma ingerência norte-americana, a futura direcção terá dificuldade em demonstrar a sua legitimidade. O carisma paternalista do líder histórico já não é moda. Mas como será possível inventar um paradigma institucional mais democrático conservando o que resta das conquistas sociais?

publicado por José Manuel Faria às 13:46

4 comentários:
É uma pergunta difícil, mas passa sempre por uma democracia política.
José Manuel Faria a 21 de Janeiro de 2007 às 14:24

democracia política... mas só com uma grande dose de inteligência; e sem o oportunismo que outros países sofreram em pós-ditadura!
silviaefe a 21 de Janeiro de 2007 às 20:17

Cuba é uma ditadura. A palavra "democrático" é portanto descontextualizada.
Pedro Morgado a 21 de Janeiro de 2007 às 21:12

Não são os países que assumem os regimes políticos, mas os dirigentes que os governam...
silviaefe a 22 de Janeiro de 2007 às 19:46

Janeiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Gostava, mas nunca saberá pois isto da política é ...
Só gostava de saber qual o valor que JP recebeu.
Há muitos anos que este persegue um.......(tacho)....
Que engraxador ridículo...
Bem foi avisado que...apostou no cavalo errado. P...
Grande masturbação dialética. Não te trates!!!Os s...
Mas então explique -me lá: já que sabe de tudo o q...
MM à procura de tachinho. Tadito. Ignora que Roma ...
Este sim...Foi um Primeiro Ministro às sérias e......
Pergunta para o José Manuel Faria e para os que se...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

10 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO