02
Fev 07

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) não concorda com a introdução de portagens nas cidades, considerando que se trata de uma medida avulsa que prejudicaria os cidadãos com menos posses.

A ANMP apela ao Governo para desbloquear rapidamente os planos de Mobilidade Sustentável, numa carta enviada quinta-feira ao ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e de Desenvolvimento Regional, Francisco Nunes Correia.

No documento, a que a Agência Lusa teve hoje acesso, a ANMP diz que "não pode aceitar que um projecto lançado em Fevereiro de 2006, com um apertado calendário de execução de imediato aceite pelos municípios e rigorosamente cumprido por eles, esteja parado".

O objectivo do projecto é traçar planos de suporte a políticas de redução da necessidade de utilização do automóvel, promoção do transporte alternativo "acessível a todos", incremento do uso de veículos menos poluentes, criação de parques periféricos e penalização do uso do carro, para reduzir o impacto dos transportes sobre o ambiente e a saúde pública.

Eu sou a favor do projecto do governo - portagens á entrada das grandes cidades.

publicado por José Manuel Faria às 18:23

comentário:
Pagar mais uma portagem?
joão a 2 de Fevereiro de 2007 às 19:33

Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
tem razão. Começou mal, segundo a Dra. Dora Gaspar...
VHS começa mal. Convoca reuniões sem o horário est...
Vai a farmácia mas tem que ser a Moreira ou Guimar...
Drª Dora os Vizelenses (militantes do partido PS) ...
Ó sr. D......outurado!E porque é que você tem que ...
“Mas os vizelenses também não disseram que queriam...
"E, finalmente, a Ministra foi demitida."Assunto r...
ZMF o Srº a dizer mal e a criticar sentadinho num...
Anónimo a 20 de Outubro de 2017 às 18:54 Jorge É J...
Ó seu palerma, este JP é Jorge Pedrosa. Burrice te...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

10 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO