04
Mar 07

Foram três horas no fio da navalha, com os ânimos exaltados e vivas a Salazar com o braço direito esticado dum lado, uma forte escolta policial ao meio e do outro lado os participantes na "Sessão Pública de

Afirmação dos Ideais Antifascistas" promovida pela União de Resistentes (URAP), que ontem decorreu no Auditório de Santa Comba Dão.

Durante a tarde, os habitantes da cidade, motivados pelo aparato policial e pelo forte desejo da construção do Museu de Salazar na casa onde o ditador viveu, foram-se concentrando no Largo do Balcão, ao mesmo tempo que os resistentes antifascistas iam chegando ao pequeno auditório. Os santa-combadenses pareciam unânimes: "Quero que se lembrem do Salazar, um filho desta terra que é preciso conhecer", repetiram, interrogados por jornalistas.

O revisionismo e o esquecimento da ditadura salazarista está a atingir limites fora do razoável, Salazar esta a tornar-se um ícone popular e anti - parlamentar, ao que isto chegou!

publicado por José Manuel Faria às 13:16

10 comentários:
o povo não sabe o que quer.
Anónimo a 4 de Março de 2007 às 13:58

Uma nódoa na programação fantástica da RTP. Sim, acho que, e apesar de estar a poder exagerar um pouco, isto deve-se em uma boa parte por causa de um programa mediocre de nome "Grandes Portugueses"!
.:mÁrCiO:. a 4 de Março de 2007 às 17:13

O povo tem memória curta. Actualmente passa-se o mesmo com os actuais governantes ..."quanto mais me bates mais gosto de ti"...pelo que dizem as sondagens...
Mª do Resgate a 4 de Março de 2007 às 17:39

Basta um "rebuçado" para que o povo já esqueça o "desgoverno" dos governos.
Mª do Resgate a 4 de Março de 2007 às 17:41

Ao que iste chegou.. é verdade!!!
Cláudio a 4 de Março de 2007 às 21:08

Custa muito ver aquelas imagens. Apesar disso não lhe quero atrbuir muita importância. O fascismo não voltará.
Fernando a 5 de Março de 2007 às 17:19

Em Santa Comba Dão, nada de novo... Coitados.
Pedro Morgado a 5 de Março de 2007 às 21:11

Nasci livre - 1975, mas por aquilo que sei, no tempo de Salazar o que os de Santa Comba Dão estão a fazer, ou seja a manifestar-se, no teu do "amigo deles", não o poderiam fazer. Por isso reflitam bem.
Guinha a 6 de Março de 2007 às 10:36

Sou "não-Salazarista" e até quase nasci em regime democrático - situação pela qual só os meus pais poderão responder.

Mas, com o devido respeito, encontro aqui algum exagero.

Não é ilegal nem imoral fazer um museu sobre Salazar, um museu histórico, convenhámos. Um museu político, não seria um museu. Seria, eventualmente, um movimento anti-constitucional.

Recordo, sobretudo, que a história não se deve apagar.

Ou vamos querer viver apenas com a História feita/escrita pelos vencedores ?


nelo a 18 de Março de 2007 às 01:11

Qual a indignação um homem que deu tudo por Portugal merece tudo, se Portugal teve alguém grande esse grande é Salazar um dos únicos políticos da nossas historia que governou apenas e só por Portugal, o único politico que nasceu e morreu pobre... digamos sim a honestidade e não a corrupção dos nossos dias.. se não continuaremos a ser um país pobre e mal agradecido a quem fez bem! viva Salazar viva Portugal
Xico a 23 de Março de 2007 às 20:01

Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
A Dra, Maria José Pacheco foi convidada pelo Vitor...
Coitada da D. Maria José Pacheco com a idade que t...
O MVS deveria era perguntar sobre o caso Huawei...
ZMF, não coloques esta bandeira que corres o risco...
Lá está o ZMF a ser tendencioso....Sabe o que é um...
É claro que isto é o que é declarado, depois há to...
40 empresários e quinze médicos mais os rapazes ri...
Até que enfim se descobriu a identidade do GURI...
Mas alguém disse que a Dra Maria José Pachecho ace...
O Gury alguém te perguntou alguma coisa??Agora és ...
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO