18
Mar 17

 

publicado por José Manuel Faria às 19:09

 

 

 

Jornal Avante e a criação do Concelho de Vizela



A Assembleia da República aprovou, na generalidade, os três projectos de lei do PCP, PP e PS visando a criação do concelho de Vizela. Os diplomas acolheram os votos favoráveis de comunistas, populares e verdes e da quase totalidade dos deputados socialistas. O PSD votou contra.

Foi um momento que se constitui, sobretudo, num acto de justiça para com o povo de Vizela. "Vencidos os bloqueios, traições e falsas promessas com que durante todos estes anos foi sendo enganada a aspiração de Vizela de ser concelho", como assinalou o deputado comunista João Amaral, aludindo ao comportamento do PS, PSD e CDS, do que se trata agora, com a aprovação do novo município, é de "dar resposta aos problemas concretos das populações".

E a convicção da bancada comunista, que apresentou o seu primeiro projecto de criação de Vizela há 15 anos, é que esse caminho será trilhado, razão pela qual, no entender de João Amaral, existem motivos para que não sejam apenas os vizelenses a estarem de parabéns, mas sim toda área onde se insere o novo município, incluíndo os municípios de onde emerge.

"É toda uma área que assim fica mais forte, com uma melhor estrutura de Poder Local no seu conjunto, por isso mais apta a dar satisfação às aspirações de toda a população respectiva", sustentou, antes de fazer notar que, "votando Vizela, estamos a robustecer a democracia e a vivê-la; estamos a reconhecer, como diz a canção, que é o povo quem mais ordena; estamos a reconhecer que a democracia representativa tem de saber compreender e interpretar a vontade popular".

Sublinhando que o poder local é um "instrumento fundamental de democracia na organização do Estado e de resposta aos problemas dos cidadãos", reiterada por João Amaral foi ainda a confiança de que com a criação do município de Vizela, com os órgãos autárquicos que serão eleitos nas próximas eleições, "o Poder Local fica mais forte e as populações abrangidas vão sentir-se representadas da forma que desejam".

«Avante!» Nº 1269 - 26.Março.98

Onze de Maio uma data da luta de Vizela
Deu-se a grande "invasão" de vizelenses a Lisboa para assistirem ao debate da elevação de Vizela a concelho. Cerca de 50 autocarros transportaram milhares de pessoas que coloriram a capital de azul-amarelo.
No rossio, os vizelenses José Manuel Marques, Silvino Teixeira e Gaspar Barbosa encetavam uma greve de fome.
O projecto de Vizela seria chumbado por uma diferença de 11 votos o que veio a acentuar a revolta dos vizelenses e a aumentar a luta de rua.

DDV

publicado por José Manuel Faria às 11:47

17
Mar 17

«A degola inocente de consoantes mudas tem originado um caos. Em muitos casos, não respeitando a etimologia também comum a outras línguas (p. ex., actor, factor, sector), permitindo a ambivalência de critérios e o (ab)uso de todo inaceitável do AO (facto, fato; pacto, pato, etc). Já o h no início de uma palavra - a mais muda consoante do nosso alfabeto - subsiste enquanto grafema, dizem os ideólogos do AO, por razões etimológicas. Noutros casos de mudez da consoante, este fundamento não interessa, no h já é decisivo. Haja coerência! Claro que homem sem h seria uma pena impedindo a existência de homens com H grande. E uma hora H, sem o inicial h? seria "Ora O"?»

António Bagão Félix, no Público

publicado por José Manuel Faria às 18:28

 

publicado por José Manuel Faria às 12:06

 

 

publicado por José Manuel Faria às 11:53

 

publicado por José Manuel Faria às 10:55

16
Mar 17

 

publicado por José Manuel Faria às 11:32

"Não estava previsto voltar a escrever um novo artigo de opinião, mas o aniversário da nossa autonomia, a 19 de março, e “estado mortuário” em que colocaram a nossa terra, fizeram a vontade falar mais alto. Começo por afirmar que não tenho medo de assumir o que penso e não tenho medo de vinganças.

Para além disso, reafirmo a minha autonomia, político-partidária. Repito o que sempre afirmei, estou sempre disposto a dar o meu humilde e desinteressado contributo para o engrandecimento da minha terra, motivo pela qual, após a implantação do concelho, ninguém me viu, nem me verá, agarrado a um “tacho político”.

Estou, profundamente triste e amargurado com a realidade da nossa terra, todos os dias as pessoas que me encontram na rua perguntam: Foi para isto que andamos a lutar? Onde está a Rainha das Termas? Estamos pior do que estávamos quando não éramos concelho?

Eu sinto estas perguntas e interrogo-me, como é que chegamos até aqui? Quem é responsável por isto? Qual é a nossa responsabilidade?

Olhando para a história de Vizela, constatamos que existe uma pessoa que faz quase parte da “mobília” camarária, que se chama Dinis Costa. O Sr. Dinis Costa é a pessoa que mais tempo passou dentro da Câmara Municipal de Vizela com responsabilidades politicas. Pode não parecer, mas o Sr. Dinis Costa está na Câmara Municipal de Vizela há mais de 18 anos. Primeiro foi assessor do Presidente da Câmara, em seguida foi Vereador, depois Vice-Presidente e nos últimos 9 anos é Presidente da Câmara.

Posto isto, utilizo este espaço para, em nome dos vizelenses, colocar algumas questões ao Sr. Dinis Costa, Presidente da Câmara Municipal de Vizela:

- Porque é que o Presidente da Câmara trata a Nossa Câmara como se fosse sua? Porque é que colocou o seu filho a trabalhar e a ganhar 2000 mil euros por mês na Câmara? Onde está a decência do Presidente da Câmara quando afirmou aos microfones da Rádio Vizela que meteu um filho na Câmara, mas se tivesse 5 filhos metia os 5? Onde está a decência do Presidente da Câmara quando empregou 4 elementos do Partido Socialista de Vizela nos gabinetes da Câmara a ganhar 130 mil euros por ano, sendo a Câmara Municipal de Vizela uma das mais endividadas do País?- Porque é que o António Costa já veio várias vezes a Vizela, foi sempre bem-recebido, e agora que anda a distribuir 180 milhões de euros pelo País para zonas industriais e acessos a autoestradas, Vizela não recebe um cêntimo?

Porque é que Vizela foi sempre um bastião do Partido Socialista e o Governo da sua cor não deu nada a Vizela e nos últimos quinze dias deu 18 milhões de euros a Guimarães, 5 milhões de euros a Famalicão, 8 milhões de euros a Felgueiras, 1 milhão de euros a Sto. Tirso? Qual é a amizade que o Dr. António Costa tem por Vizela? Qual é a relação que o Presidente da Câmara tem com o Governo?

- Como é que é possível em menos de 4 anos aumentar a dívida da Câmara em 13 milhões de euros, passando de 7 para 20 milhões? Porque é que desses 13 milhões de euros Vizela não viu uma única obra? Para onde é que foi esse dinheiro? Porque é que os vizelenses têm de pagar impostos tão altos de obras que não existiram? Porque é que os vizelenses têm os impostos mais caros do País?

- Porque é que o Povo de Vizela, com uma das câmaras mais jovens do país, tem de ter um presidente com o seu nome associado a processos judiciais? Porque é que foi feito em Vizela a Taça das Nações e o Campeonato Europeu de Minigolf e não saiu uma linha na comunicação social nacional?

- Porque é que utiliza a Câmara para fazer campanha eleitoral? Porque é que homenageou todas as associações e instituições do concelho e se esqueceu das associações de pais e da Rádio Vizela?

- Porque é que utiliza o lugar de Presidente da Câmara para se promover? Porque é que homenageou os primeiros Presidentes de Junta do concelho e não homenageou os que durante anos foram Presidentes antes de sermos concelho e tiveram de lutar pela nossa autonomia? Porque é que não esperou que fosse o próximo Presidente da Câmara a fazer uma homenagem à sua pessoa e teve que se auto-homenagear, numa iniciativa feita por si?

- Porque é que Vizela tem uma Rua que, num espaço de 1Km, tem três nomes: Gabriel Coelho Dias, Padre Constantino Matos de Sá, Joaquim da Costa Chicória? Porque é que está em funções há 8 anos e só agora é que resolveu homenagear o Sr. Padre Rosas, e o Sr. Padre Constantino? Não acha que o Sr. Padre Constantino merecia uma rua completa com o nome dele?

- Porque é que foi necessário a sociedade civil lançar a petição “Salvar o Rio Vizela”? Porque é que não foi a Câmara Municipal de Vizela a promover essa petição? Porque é que só agora, e em período eleitoral, é que a Câmara está preocupada com o Rio Vizela?

- Porque é que temos o concelho todo cheio de buracos nas estradas e com os passeios todos danificados, quando o Presidente da Câmara gastou 10 milhões de euros em obras em estradas nos anos de 2009, 2010, 2011, 2012? Porque é que não diz ao Povo de Vizela o nome das estradas onde foram gastos esses 10 milhões de euros para que não haja dúvidas

- Porque é que temos duas pontes sobre o Rio Vizela impedidas da normdas al circulação do trânsito? Porque é que prometeu uma nova ponte para circulação de camiões e ainda não apresentou o projeto?

- Porque é que tanto promete e nada faz? Onde está o acesso à autoestrada que prometeu inaugurar este ano com o dinheiro do Estado? Onde estão as obras da Praça da República que prometeu? Onde está o Parque de Campismo e Caravanismo?

- Porque é que o Sr. Presidente não resolve definitivamente o programa das Termas de Vizela? Sr. Presidente sabe que as termas são uma das nossas maiores fontes de riqueza? Sr. Presidente sabia que as Termas de Vizela são as únicas do País que têm capacidade para extrair 1 milhão de litros de água sulfurosa em 24 horas e sem bombagem? Porque é que o Sr. Presidente autorizou a construção do armazém de banheiras – mamarracho? Porque se destruíram os muros das termas? Onde está a estátua do fundador das Termas de Vizela? Porque é que o espanhol não emprega as mais 50 pessoas que se comprometeu a empregar? Porque é que o espanhol das termas não paga as rendas e a Câmara não o põe na rua? E já agora Sr. Presidente, se quer ser amigo do povo faça o “5 de agosto” nas termas.

Este artigo de opinião não deve ser visto como um ataque pessoal, bem pelo contrário, deve ser visto como um contributo para o esclarecimento dos vizelenses, a quem eu peço que coloquem uma única questão: é isto que queremos para Vizela."

JM Pinto Marques

publicado por José Manuel Faria às 10:24

15
Mar 17

O poder legislativo na Holanda é composto por duas Câmaras: o Senado e a Câmara baixa (Tweede Kamer). A Tweede Kamer (a mais importante) tem 150 deputados, escolhidos em eleições gerais por representação proporcional num único círculo de apuramento.

publicado por José Manuel Faria às 19:31

A Rádio Vizela questionou Dinis Costa, presidente da CMV, sobre a proposta de lei do Governo que propõe que sejam as Câmaras Municipais a avaliar os prédios, a definir o IMI, a analisar pedidos de reavaliação de imóveis, contudo o pagamento do IMI continua a ser feito ao fisco. Esta proposta do Governo faz parte das transferências de competências para os Municípios.

“Eu acho bem, mas tenho algumas críticas e algumas sugestões” começou por afirmar Dinis Costa, numa primeira reação à proposta do Governo.

Na opinião de Dinis Costa, “90% das Câmaras não tem capacidade, logística até, de ter este trabalho”. “Penso que por via deste diploma terá de vir um contributo de formação, de investimento no pessoal e na forma de fazer esta avaliação”. “Também a reavaliação automática feita pela Autoridade Tributária também é extremamente importante”.

publicado por José Manuel Faria às 16:41

 

 

publicado por José Manuel Faria às 11:47

 

publicado por José Manuel Faria às 11:08

 

publicado por José Manuel Faria às 10:58

14
Mar 17

"Conforme foi informado anteriormente, o Movimento Vizela Sempre vai promover mais uma tertúlia, no próximo dia 17 de março, pelas 21 horas, no Café 5 de Agosto. Esta tertúlia será, uma vez mais, moderada pelo Dr. Armindo Faria, coordenador e relator do programa eleitoral do Movimento Vizela Sempre, e estará subordinada ao tema a «Restauração do Concelho de Vizela», para o qual convidou a participar, de forma independente e sem qualquer vínculo ou relação política, três Vizelenses com conhecimento profundo sobre a luta da restauração do concelho de Vizela e os primeiros anos de autonomia, desde logo:
• José Manuel Couto – A Pesada;
• Joaquim Lopes Vaz – Movimento para a Restauração do Concelho de Vizela;
• Francisco Ferreira – 1º Presidente da Câmara Municipal de Vizela.

Por último, e não menos importante, o Movimento Vizela Sempre aproveita ainda este meio para, uma vez mais, manifestar publicamente o seu agradecimento, a todos os independentes que têm participado nos debates e tertúlias, para discutir os mais variados temas, em prol de Vizela."

VHS

publicado por José Manuel Faria às 22:44

"E como responderam os partidos a esta progressiva e continuada perda de confiança? Mudaram? Abriram-se? Ficaram mais transparentes? Preocuparam-se de alguma forma? Não. Decidiram, sim, reforçar ainda mais o assalto às instituições do Estado e colonizar toda a atividade pública. Perdida qualquer veleidade de independência, qualquer respeito pelo mérito ou reconhecimento pela sociedade civil, os partidos políticos deturparam o espírito da democracia republicana e passaram a sujeitar tudo às conveniências dos seus aparelhos.

Comecemos pelo Tribunal Constitucional. Por razões históricas, os dez juízes eleitos pela Assembleia da República são parte de um sistema de quotas que dá metade à direita (o PSD, de vez em quando, entrega um lugar ao CDS) e metade à esquerda (o PS tradicionalmente dava um lugar ao PCP, agora deu ao BE). Mas acrescem três juízes cooptados. Rapidamente os partidos também passaram a escolher os juízes cooptados. Já o presidente e o vice-presidente do Tribunal Constitucional são supostamente eleitos pelos juízes. Como se viu o ano passado, os partidos decidiram agora que também são eles que indicam o presidente (PSD) e o vice-presidente (PS) do Tribunal Constitucional. Os juízes obedeceram"

publicado por José Manuel Faria às 11:14

 

publicado por José Manuel Faria às 10:44

13
Mar 17

"Não é que surpreenda, ou não tivesse Paulo Núncio um historial de desvios estalinistas. Agora sabemos também que o ex-secretário de Estado do governo Passos/Portas esteve envolvido em negócios com Hugo Chávez, esse perigoso comunista, através do escritório Garrigues, onde entre 2008 e 2010 integrou a equipa que prestava serviço à petrolífera estatal venezuelana, a PDVSA, que, meses depois, já com Núncio na pasta dos Assuntos Fiscais, retirou do país cerca de 80% dos polémicos 10 mil milhões de euros, com a ajuda do BES, que curiosamente foram parar ao offshore do Panamá. Os tais 10 mil milhões que levaram Núncio a mentir descaradamente ao país. E para que não restem dúvidas quanto à imparcialidade desta informação, a notícia chega-nos do Observador. [Read more…]"

publicado por José Manuel Faria às 18:57

Voto:

Confira os nomeados:

Associação/Clube Desportivo do Ano

Desportivo Jorge Antunes

Futebol Clube de Vizela

Vizelgolfe – Associação de Minigolfe de Vizela

Equipa Sénior

CCD Santa Eulália – Futebol de 11

Desportivo Jorge Antunes – BBT Downhill

Futebol Clube de Vizela – Futebol de 11

Equipa Juvenil

CCD Santa Eulália – Juvenis

Desportivo Jorge Antunes – BTT Downhill

Futebol Clube de Vizela - Infantis

Dirigente

Eduardo Guimarães – FCV         

Gonçalo Castro – Vizelgolfe      

Ivo Ferreira - AMAS      

Atleta Sénior

Eduarda Gomes – Tiro - CTDV

Salomé Rocha – Atletismo - SLB

Tiago Passos – Desporto Combate – KTF Vizela

 

Atleta Juvenil

António Ferreira – Minigolfe – Vizelgolfe           

Daniel Figueira – Futebol – Vitoria Sport Clube

Tiago Alves – Canoagem - AMAS            

Treinador

Ivo Cardoso – Desporto Combate – KTF Vizela

Ricardo Soares – Futebol - FCV

Rui Guimarães – Futsal – Al Ahli Club

 

Revelação

António Ferreira – Minigolfe – Vizelgolfe

Daniel Figueira – Futebol – Vitoria Sport Clube

Tiago Alves – Canoagem - AMAS

 

Fomento Jovem

Casa do FCP – Dragões do Vale do Vizela

CCD Santa Eulália

Desportivo Jorge Antunes

Mérito Desportivo

Desportivo Jorge Antunes

Rui Guimarães – Futsal – Al Ahli Club

Salomé Rocha – Atletismo - SLB

 

Prémio Carreira

Alexandre Ferreira – Columbofilia – SCV

Eduardo Guimarães – Dirigente – FCV

José Abílio Costa – Atleta/treinador - Vizelgolfe

Evento Desportivo

Concentração Motard de Vizela

European Minigolfe Cup

Grande Prémio da AIREV

RVJornal

 

Confira os vencedores:

Associação/Clube Desportivo do Ano

Futebol Clube de Vizela

Equipa Sénior

Futebol Clube de Vizela – Futebol de 11

Equipa Juvenil

Desportivo Jorge Antunes – BTT Downhill

Dirigente

Eduardo Guimarães – FC Vizela

Atleta Sénior

Salomé Rocha – Atletismo - SLB

Atleta Juvenil

Daniel Figueira – Futebol – Vitoria Sport Clube

Treinador

Ricardo Soares – Futebol - FCV

Revelação

Tiago Alves – Canoagem - AMAS

Fomento Jovem

Desportivo Jorge Antunes

Mérito Desportivo

Rui Guimarães – Futsal – Al Ahli Club

Prémio Carreira

José Abílio Costa – Atleta/treinador - Vizelgolfe

Evento Desportivo

European Minigolfe Cup

 
 

publicado por José Manuel Faria às 11:14

 

publicado por José Manuel Faria às 10:54

 

publicado por José Manuel Faria às 10:10

Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


20

27
28
29
30
31


Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
Eu acho que dinheiro vai ser um NÂO PROBLEMA na C...
É simples, o RUPTURA VIZELA é lhe completamente in...
É melhor não falar em mentiras.
E o DINIS e a DORA já vieram pedir desculpas por s...
O Fernando Carvalho, presidente da Assembleia Muni...
Sr. Professor o que lhe fez o Victor Hugo Salgado?...
500 é um ganda numero! Muitos apoiantes, mesmo!!
A massa vai buscar onde foi buscar a câmara da Póv...
Eu acho que o Zé Manel tem muitos mais amigos na C...
500 pessoas é um numero com uma expressividade e g...
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO