14
Out 17

 

 

 

Depois das eleições, a vereadora diz que a Coligação foi abordada pelo Movimento Vizela Sempre e que vários cenários foram equacionados, sendo que “um acordo para uma solução de governação se colocou como o mais plausível”, desde que este respeitasse todos os elementos da Coligação, bem como o seu programa eleitoral.

Diz agora Fátima Andrade que das propostas apresentadas por Jorge Pedrosa, em nome da Coligação, constava a aceitação por parte de Victor Hugo Salgado da inclusão no novo Executivo dos dois vereadores eleitos pela Coligação com pelouros atribuídos. “Quanto à Assembleia Municipal e às freguesias, o acordo seria estudado caso a caso, conforme o interesse daquelas e dos eleitores”, salienta a vereadora, acrescentando que esta proposta foi recusada. E acrescenta: “O Movimento mostrou-se inflexível e insistiu na atribuição de pelouros a um só vereador da Coligação, obrigando a que a outra vereadora eleita se mantivesse ao lado do Movimento, muda, de pés e mãos atados, como é bem entendível. Jorge Pedrosa aceita o acordo imposto por Victor Hugo Salgado, ficando como vereador com pelouros atribuídos, pelouros esses que em nada dignificam a Coligação, nem a esta darão visibilidade ou oportunidade de mostrar o trabalho de qualidade que poderia realizar em prol dos vizelenses””. “Victor Hugo Salgado consegue os seus intentos a troco de quase nada”, continua Fátima Andrade.

Desta feita, a vereadora que esteve quatro anos na oposição, como líder do Grupo da Coligação na Assembleia Municipal, afirma não “se ver nunca no lugar do objeto decorativo que lhe propunham atribuir”, referindo agora, abertamente, que não está de acordo com o que foi estipulado entre as duas forças políticas e que nem tão pouco se revê na forma e conteúdo da solução encontrada.

Vereadora da Coligação decide exercer cargo para o qual foi eleita

Entre renunciar ao mandato e entregá-lo ao elemento a seguir indicado na lista de candidatos da Coligação (José Abreu), ficar como vereadora independente na oposição ou aceitar o mandato que lhe foi confiado pelos vizelenses, como vereadora da Coligação, Fátima Andrade decidiu-se pela terceira opção. Afirma que o fará “com total liberdade para fiscalizar, pensar, propor e defender o programa que melhor servir os interesses dos vizelenses”.

Já a terminar, a vereadora diz que a solução encontrada visa mostrar que “é possível estar na política de forma desinteressada, prontos a servir aqueles que em nós confiaram o seu voto”. “É assim que eu estarei, disposta a pugnar por uma vida melhor para os vizelenses, como sempre o fiz”, remata.

Rádio Vizela

publicado por José Manuel Faria às 17:59

6 comentários:
E tem toda a razão... De bandeja se entregou a coligação ao PS...
Anónimo a 14 de Outubro de 2017 às 18:17

Como se verifica pelas afirmações "desinteressadas" se houvesse ul lugarzito, já tudo estaria bem!!!
Joao a 14 de Outubro de 2017 às 18:51

Pedrosa destruiste a coligação! O que ganhou a coligação com isto?
Anónimo a 14 de Outubro de 2017 às 22:52

Diz a senhora a dada altura que teriam em conta o interesse dos eleitores....como os eleitores tivessem algo a ver com estas trocas e baldrocas de lugares...,TACHOS como vulgarmente se diz.
Anónimo a 15 de Outubro de 2017 às 13:22

Trata-se de seriedade em acordos políticos.
José Manuel Faria a 15 de Outubro de 2017 às 18:40

ZMF sabe quem gostei de lá ver?
Foi o Dinis Costa, este homem é mesmo baixo e mostrou uma total falta de respeito pelos Vizelenses, como sempre covarde, na hora foge com o rabinho entre as pernas, como é que um homem destes conseguiu ser Presidente durante dois mandatos mais o restante do FF, realmente pessoas assim que só aparecem quando tudo está bem e fogem quando tudo corre mal não interessa nem são exemplo para ninguém.
Dinis Costa faz boa viagem e para fazeres figuras destas, envergonhares os Vizelenses, por favor fica bem longe.
PS. Apreciei também eu e muitos o professor. note se, PROFESSOR, Carlos Alberto a não cumprimentar o Presidente da AM Drº Carvalho, belo exemplo para os seu alunos.
Anonimo a 16 de Outubro de 2017 às 13:03

Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Visitas
Visitor Counter
comentários recentes
O referendo é uma boa proposta e, Janeiro o mês pa...
Não vamos criar precedentes. O Povo não sabe o que...
Anónimo a 20 de Novembro de 2017 às 19:28"Onde est...
Ora por aqui se pode ver em que é que é (mal) gast...
Sim, a menina deve tornar público o que acontece, ...
O que é o "comércio local"? Os comércios locais do...
Conseguiram uma mão cheia de quase nada, outra de ...
E pode aceitar-se heterossexuais na igreja? Só dev...
Ó Fátima Anjos, você de "anjinho" não tem nada!Não...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO