30
Jul 10

As organizações sociais criam às vezes uma estratégia concertada para concretizar o isolamento de grupo/s – Objectivo Único -, para os afastar. Consiste na adopção de um plano (s) a curto prazo (tácticas) que obedecem ao seguinte: Não responder, não convocar por esquecimento propositado, passar a ideia dos maus/ os outros, pressionar os indecisos, ameaçar e ignorar, fazendo sempre de conta que são bem-vindos, quando presentes cochicham /contam anedotas no sentido de irritar/desmobilizar (parecido com a táctica do patrão colocar o operário a olhar a parede vazia). Com o tempo, normalmente, o grupo sai, demite-se, provocando festa nas hostes do poder. Há poucos que resistem, mas há-os, estes aguentam-se pelo interesse no acompanhamento futuro dos incitadores (até onde chegarão na hierarquia) ao isolamento, e por ter esperanças na alteração de rumo, das organizações a que pertencem.

publicado por José Manuel Faria às 10:35

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





comentários recentes
ja se pode comentar
Perfeitamente de acordo com os comentários.Anterio...
Decisão sensata...
Ó anonimozeco, além de cobarde rateirinho, demonst...
Não há indignados, revoltados,... Totós, ranhetas,...
Que historia é esta de enriquecimento ilícito? Que...
MINISTRA DA COESÃO EM VIZELAOra ora que coincidênc...
Que se passa Dr. Desde Julho que nada publica no s...
Lamento muito, Zé! Abraço.
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO