14
Jun 07

A área correspondente à antiga Palestina encontra-se hoje dividida em três partes: uma parte integra o Estado de Israel; duas outras, a saber, a Faixa de Gaza e a Cisjordânia, de maioria árabo-palestina, deveriam integrar um estado palestiniano-árabe a ser criado - de acordo com a lei internacional, bem como as determinações das Nações Unidas e da anterior potência colonial da zona, o Reino Unido. Todavia, em 1967, essas duas áreas foram ocupadas militarmente por Israel após a Guerra dos Seis Dias.

Há alguns anos, porções dispersas dessas duas áreas passaram a ser administradas pela Autoridade Palestiniana, mas Israel mantém o controlo das fronteiras e está actualmente a construir um muro de separação que, na prática, anexa porções significativas da Cisjordânia ocidental às fronteiras israelenses.

Povo martirizado este, continuamente em guerra contra Israel, inacreditávelmente agora enfrenta uma guerra civil entre "irmãos" a Fatah e o Hamas, e as crianças é que sofrem.

 

publicado por José Manuel Faria às 12:35

3 comentários:
Palestina, livre!
Jorge a 14 de Junho de 2007 às 17:38

É difícil ver coisas destas... a mim costuma-me bastante ver este tipo de notícias no Mundo e no Século onde estmaos!
Márcio a 14 de Junho de 2007 às 21:08

Os palestinos poderiam ter mais sorte!
Sandra Silva a 14 de Junho de 2007 às 22:48

Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





comentários recentes
Ze manel. Eu não falei consigo. Mas de qualquer ma...
Se é o ministro das finanças que gere TODO o gove...
O "governo" de Vizela tem de ser escrutinado 15/15...
Estava à espera deste post! Sério. Logo que li "is...
Oh Eugénio Silva, não há coiso que te sirva.Parece...
Quem ouve Dora Gaspar falar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Real...
Em suma: em Vizela ninguém é coerente, ninguém é d...
À que tempos, começou a devolver ainda no tempo do...
Não acho que já deveria ter perguntado isto há alg...
E agora perfila-se o irmão para concorrer aos Bomb...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO