06
Abr 11

 

"Primeiro facto: todos conhecemos as diferenças substanciais que existem entre o Bloco e o PCP. Desde logo, uma diferente concepção das liberdades públicas que se reflecte no seguidismo do PCP face a regimes ditatoriais como a China e a Coreia do Norte. Por outro lado, uma distinta articulação com o espaço público: o Bloco quer ser um partido-movimento-social e o PCP reproduz a estratégia leninista da vertical cadeia de transmissão, bem patente na forma como se relacionam com os sindicatos. Além do mais, as visões de funcionamento “interno” são bem diferenciadas: o Bloco reconhece tendências e estimula a diversidade de posições e opiniões, enquanto que o PCP mantém o centralismo democrático. Finalmente, o PCP olha a Europa com desconfiança e viés nacionalista, ao mesmo tempo que o Bloco a encara como possibilidade de internacionalizar as lutas.

Segundo facto: Bloco e PCP convergem nas tomadas de posição no Parlamento e no espaço público, nas votações (em mais de 4/5 dos casos) e nas plataformas reivindicativas, nomeadamente na CGTP.

Deste modo, faz todo o sentido aprofundar uma acção unitária. Sem hipocrisia, porque isso significaria esconder diferenças reais, mas também sem sectarismos, porque isso levaria a um enfraquecimento do combate anti-capitalista, particularmente numa conjuntura de forte ofensiva reaccionária, como a que estamos a viver.

Assim, uma coligação pré-eleitoral seria um absurdo, porque estes dois partidos têm mais votos separados. Mas novas e cada vez mais arrojadas modalidades de convergência pós-eleitorais são não apenas desejáveis mas, acima de tudo, necessárias."

 

 - Uma Coligação pré/eleitoral seria um absurdo, afirma JTL. Um absurdo!!!

publicado por José Manuel Faria às 14:00

4 comentários:
Camarada, vamos falar sério. A pouco mais de 1 dia do 1º encontro entre o BE e PCP, encontro pedido pela CP do BE , aparecer um artigo deste calibre escrito por 1 membro da CP, não lembra ao diabo. Era como se convidasses o teu vizinho para jantar e antes da refeição te metesses com ele chamando-lhe nomes.

- critica à política internacional ( seguidismo !);

- democracia interna;

- União Europeia versus nacionalismo.

E terminar em beleza: Juntar BE a PCP retira votos para além de ser uma proposta absurda!

Objectivamente depois das declarações do Bernardino Soares, e sobretudo das Bicicletas do Jeronimo, acha o JMF que as expectativas sobre os resultados da reunião de sexta-feira, podem ser muito grandes ?

O Louçã nestes ultimos dias tem sido muito diplomático como convêm, mas julgo que está a pôr a fasquia muito alta.


Se o PCP encarasse por um momento que fosse , aderir a uma plataforma EM PÈ DE IGUALDADE, com o BE, não eram artigos de opinião do Teixeira Lopes que invibilizariam essa possibilidade.

Mas esperemos por sexta-feira para ver se a montanha não pariu um rato.



a.pacheco a 6 de Abril de 2011 às 17:16

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





comentários recentes
É impressionante, o Presidente está em todo lado t...
Grande Sérgio Coelho, é na mouche, tens um admirad...
Candidatura - valor 1.843,085.57 Eur, Valor da obr...
Alguém com lucidez, que vai ao encontro de muitos ...
Hoje vão iniciar as obras na Praça e no Jardim, es...
Mais informa a CMV que a manter-se esta situação i...
Este Sérgio Coelho diz as coisas na mouche, muito ...
Retrato do Município de Vizela pela PORDATA 19 de...
No país, tal como aqui no concelho, o interesse p...
E ainda dizem que em Portugal há liberdade de expr...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO