14
Abr 11

 

 

O pagamento das Scuts renderá em 2011 ao Estado pouco mais que 50 milhões de euros um pequeno valor para tanta importância e firmeza dada à medida. Era preferível ter largado e por consequência libertado este pagamento aos contribuintes por troca com uma rígida fiscalização às desmesuradas despesas efectuadas pelas autarquias (308) por exemplo: quantos milhões “estoirados” para “inglês” ver.   

publicado por José Manuel Faria às 10:03

2 comentários:
E sabes porquê?!
Porque temos um Governo que não teve coragem para impor portagens em todas as SCUT, semd escontos ou isenções... Ou então vamos fazer o mesmo com todas as auto-estradas do país... e aí temos de encerrar escolas, hospitais, tribunais, esquadras de polícia... para podermos andar nas nossas lindas AE sem poragens!
E ainda o imbecil do Sócrates fala de eleitoralismo quando a Oposição suspendeu o seu método de avaliação dos Professores (e eu concordo que essa medida o foi)? E não foi eleitoralista a atitude dele em suspender a introdução de portagens nas restantes SCUT que ainda não estavam contempladas até depois das eleições?!
Anónimo a 14 de Abril de 2011 às 11:36

Talvez seja a prova que o modelo de desenvolvimento baseado em obras-públicas, não tenha sido o mais adequado. Agora ficou uma factura por pagar. E querem mais aeroportos e TGV. Só não percebo mesmo é quem querem que pague...
António de Almeida a 15 de Abril de 2011 às 00:48

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





comentários recentes
Perfeitamente de acordo com os comentários.Anterio...
Decisão sensata...
Ó anonimozeco, além de cobarde rateirinho, demonst...
Não há indignados, revoltados,... Totós, ranhetas,...
Que historia é esta de enriquecimento ilícito? Que...
MINISTRA DA COESÃO EM VIZELAOra ora que coincidênc...
Que se passa Dr. Desde Julho que nada publica no s...
Lamento muito, Zé! Abraço.
E justo porquê? O tem a ver o cu com as calças?Iss...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO