27
Abr 11

 

Mota Amaral, o "velho" político "low profile" do PSD, disse o óbvio:  «a eleição do presidente da Assembleia da República só pode ser tratada depois das eleições, quando se souber qual é a vontade dos portugueses e quais os deputados eleitos» - importante saber que a Mesa da Assembleia da República

É composta pelo Presidente, 4 Vice-Presidentes, 4 Secretários e 4 Vice-Secretários eleitos pelo período da Legislatura. Todos os membros da Mesa são eleitos pela maioria absoluta dos Deputados em efectividade de funções. Nas reuniões plenárias a Mesa é constituída pelo Presidente e pelos Secretários. Na falta do Presidente as reuniões são presididas por um dos outros Vice-Presidentes. Os Secretários podem ser substituídos pelos Vice-Secretários. Compete à Mesa, em geral, coadjuvar o Presidente no exercício das suas funções -, em consequência os grupos parlamentares têm de se entender quanto aos nomes, proclamar antecipadamente o candidato pode ser um tremendo erro político, para além de destruir a surpresa, entregando à oposição a oportunidade de confrontar Nobre com um nome mais consensual.

publicado por José Manuel Faria às 09:37

3 comentários:
Este decano é o rei das banalidades!
Mas não são estas lesivas, eleitoralmente falando, da popularidade do PSD.
O problema está naqueles que usam o nome do PSD para se promoverem mediaticamente e comprometerem o partido com posições que não foram adoptadas pelo PSD.
Mas a culpa é do PSD que insiste em pedir a colaboração de gente sem escrúpulos que adora protagonismo, razão pela qual deixa escapar para a comunicação social as suas reflexões, sobretudo aquelas que eles perceberam que não poderão, nunca, ser adoptadas por um partido SOCIAL e DEMOCRATA, fazendo-o com dois motivos... o primeiro é comprometerem publicamente o PSD com essas suas propostas; a segunda é que não se perca no seio do PSD a paternidade dessas propostas...
Já a propósito do grupo de reflexão para a elaboração de um projecto de revisão da Constituição da República, tivemos a infeliz ideia de convidar o Becelar Gouveia... outro pavão da política portuguesa... o resultado foi ter-se começado a discutirem público um projecto que ainda não o era, pois ainda nem estava concluído por esse grupo. Felizmente que o Bacelar Gouveia não foi convidado a fazer parte das listas do PSD.
E enquanto o PSD insistir nesse tipo de figurinhas... não vai longe.
Anónimo a 27 de Abril de 2011 às 19:35

Carta de Marisa Moura à Administração da Carris


Incomodativo... e pertinente.

Serve para muitas Administrações..


Exmos. Senhores José Manuel Silva Rodrigues, Fernando Jorge Moreira da Silva, Maria Isabel Antunes, Joaquim José Zeferino e Maria Adelina Rocha,

Chamo-me Marisa Sofia Duarte Moura e sou a contribuinte nº 215860101 da República Portuguesa. Venho por este meio colocar-vos, a cada um de vós, algumas perguntas:

Sabia que o aumento do seu vencimento e dos seus colegas, num total extra de 32 mil euros, fixado pela comissão de vencimentos numa altura em que a empresa apresenta prejuízos de 42,3 milhões e um buraco de 776,6 milhões de euros, representa um crime previsto na lei sob a figura de gestão danosa?

Terá o senhor(a) a mínima noção de que há mais de 600 mil pessoas desempregadas em Portugal neste momento por causa de gente como o senhor(a) que, sem qualquer moral, se pavoneia num dos automóveis de luxo que neste momento custam 4.500 euros por mês a todos os contribuintes?

A dívida do país está acima dos 150 mil milhões de euros, o que significa que eu estou endividada em 15 mil euros. Paguei em impostos no ano passado 10 mil euros. Não chega nem para a minha parte da dívida colectiva. E com pessoas como o senhor(a) a esbanjar desta forma o meu dinheiro, os impostos dos contribuintes não vão chegar nunca para pagar o que realmente devem pagar: o bem-estar colectivo.

A sua cara está publicada no site da empresa. Todos os portugueses sabem, portanto, quem é. Hoje, quando parar num semáforo vermelho, conseguirá enfentar o olhar do condutor ao lado estando o senhor(a) ao volante de uma viatura paga com dinheiro que a sua empresa não tem e que é paga às custas da fome de milhares de pessoas, velhos, adultos, jovens e crianças?

Para o senhor auferir do seu vencimento, agora aumentado ilegalmente, e demais regalias, há 900 mil pessoas a trabalhar (inclusivé em empresas estatais como a "sua") sem sequer terem direito a Baixa se ficarem doentes, porque trabalham a recibos verdes. Alguma vez pensou nisso? Acha genuinamente que o trabalho que desempenha tem de ser tamanhamente bem remunerado ao ponto de se sobrepôr às mais elementares necessidades de outros seres humanos?

Despeço-me sem grande consideração, mas com alguma pena da sua pessoa e com esperança que consiga reactivar alguns genes da espécie humana que terá com certeza perdido algures no decorrer da sua vida.

Marisa Moura

Notícia que originou este meu mail em http://economia.publico.pt/Noticia/carris-administracao-recebeu-viaturas-topo-de-gama-em-ano-de-buraco-financeiro-de-7766-milhoes_1487820
Anónimo a 27 de Abril de 2011 às 20:03

Ora aqui está quem não se perde em desabafos na blogosfera e age junto dos responsáveis pela nossa desgraça financeira.
Impõe-se que a sociedade civil participe mais na vida pública.
Anónimo a 27 de Abril de 2011 às 22:25

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





comentários recentes
Alargar o período experimental para 180 dias foi a...
"Homem pequeno, o Diabo o cagou'", adágio popular!
Dora Gaspar esteve tantos anos no desempenho de fu...
Mais uma vez a liderança da Coligação PSD/CDS-PP a...
Um aumento de despesas com pessoal de 1,7 milhões ...
Volta e meia lá surge uma notícia, plantada num do...
VHS as festas são feitas por ALGUNS funcionários d...
Caiu esse, e depois de Israel aos EUA passando pel...
Victor Hugo Salgado, presidente da CMV, explicou q...
ALEGADAMENTE o artigo de opinião de Luís Almeida d...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO