30
Abr 11

 

"O PSD não pode dizer que quer um sistema de saúde caro (não necessariamente bom) para quem pode pagar e um sistema de saúde barato e mau, para quem não pode. Se dissesse a maioria das pessoas que quer viver numa sociedade decente nunca votaria no PSD. A justiça social é um valor importante para (quase) todos.

Como não pode dizer o que quer e o que pensa, o PSD diz coisas como: “A filha do homem mais rico de Portugal não pode pagar por uma consulta num hospital o mesmo que um desempregado”. 

A isto chama-se usar a justiça contra a justiça. Explico porquê:

1º Não vejo por que é que a filha do homem mais rico de Portugal haveria de pagar o tratamento no hospital. Se o homem mais rico de Portugal pagar impostos e se estes impostos forem progressivos o tratamento no sistema de saúde já foi pago.

2º Se a filha do homem rico tiver de pagar a consulta pelo seu custo no SNS não se vê por que razão irá recorrer ao SNS e não à medicina privada.

3º Se a dita filha passar a recorrer à medicina privada não se vê por que há-de continuar a contribuir para o SNS.

4º Se ela deixar de contribuir para o SNS, o sistema público passará a ser financiado apenas com as contribuições dos que não são ricos.

Em suma: com a saída do homem rico do SNS e depois do menos rico e ainda do remediado cria-se um mercado para a medicina privada; o que fica é um sistema público sub-financiado e mau para pobres.

O PSD sabe isto tudo tão bem como eu. Sabe também, por simples observação de outras experiências, que o sistema privado é mais caro para todos os que terão de o pagar e pode ser pior que o público. Mas o privado convém aos grupos financeiros. Nos últimos anos, em cooperação com um governo que jura a sete pés defender o SNS, os grupos financeiros construíram os alicerces. Falta agora o resto. Melhor que o sector da saúde, disse uma vez uma senhora de um destes grupos, só o tráfico de armas."

José M. Castro Caldas

publicado por José Manuel Faria às 16:52

3 comentários:
Pela mesma ordem de ideias, porque há-de a filha do homem mais rico pagar mais impostos do que o desempregado... se até o homem mais rico (ou a filha) até pagam o salário de uns quantos não desempregados?!
Jorge Miranda a 30 de Abril de 2011 às 17:35

O Américo Amorim foi internado num Hospital Publico do Porto com um grave problema de coração .

Como ele disse na altura, foi muito bem tratado.

Como agradecimento , ofereceu a esse hospital uma moderna maquina para tratamento de doenças de coração.

Se um cidadão recorrer aos hospitais publicos, e poder pagar mais do que aquilo que lhe pedem, podem sempre contribuir de outra forma , para o bem estar de todos.

É isto que deve ser um SNS Publico..

a.pacheco a 30 de Abril de 2011 às 18:04

António Champalimaud fez mais pela saúde que qualquer investimento público. Nos EUA. e não só, Bill Gates gasta uma fortuna a combater a pobreza. Eu prefiro que o Estado não cobre impostos às pessoas, para além de um valor mínimo, nem faça grandes redestribuições, com algumas excepções obviamente...
António de Almeida a 1 de Maio de 2011 às 03:20

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





comentários recentes
Será que o Sócrates não teve nada a ver com a Banc...
ANÓNIMO A 19 DE JULHO DE 2020 ÀS 13:09Dinis Costa ...
O tempo “da boa fé e da colaboração institucional”...
Outra vez!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Existe gente que não s...
Dinis Costa em 2 009 recebeu 3 milhões de endivida...
Artigo 133.ºCapacidade do estabelecimento - é só a...
Pede se o favor a quem de direito, que tenham aten...
ANÓNIMO A 11 DE JULHO DE 2020 ÀS 10:57Então diga l...
O Dinis Costa teve o dinheiro dos orçamentos.Mas a...
Leu mal! 13 ( treze ) milhões que Dinis Costa desb...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO