30
Abr 11

 

 

Ocorreu na Rádio Vizela um debate entre João Polery, Miguel Machado e João Monteiro, respectivamente do PS, PSD/CDS e BE, com dois temas de fundo: relatório de contas e a possibilidade de expropriação por utilidade pública do edificado da CBV de Vizela. O 1º tema que correspondeu à 1ª parte foi muito interessante com MM em grande forma: directo, objectivo e categórico apontando a falência da CMV como hipótese plausível, obrigando Polery a uma defesa possível, pelo meio a problemática do relatório da Igal e novamente o deputado do PS aflito cumprindo os mínimos. A 2ª parte foi fraca, com excessiva perda de tempo a propósito de um epíteto (palhaçada) dito pelo vereador do PSD/CDS, Miguel Lopes: não esquecer o mau exemplo de Dinis Costa (fantochada) de há anos. As prestações dos deputados do PS e do BE foram suficientes menos, Miguel Machado venceu com qualificação de Bom (16).

publicado por José Manuel Faria às 23:13

13 comentários:
PARECE QUE O DEPUTADO JOÃO POLERY QUANDO SENTIU QUE TINHA AS ORELHAS A ARDER,PRETENDIA DAR Á SOLA;OU SEJA FUGIR.
APOSTO QUE TÃO SEDO NÃO VAI QUERER OUTRO FRENTE A FRENTE COM MIGUEL MACHADO.
Anónimo a 30 de Abril de 2011 às 23:40

O DEPUTADO JOÃO POLERY LEVOU HOJE (SÁBADO) UM ARREPIO EM TODA A LINHA;PELO DEPUTADO MIGUEL MACHADO...
Anónimo a 30 de Abril de 2011 às 23:44

PARECE QUE O DEPUTADO MIGUEL MACHADO QUANDO SENTIU QUE TINHA AS ORELHAS A ARDER, PRETENDIA DAR À SOLA; OU SEJA, FUGIR.
APOSTO QUE TÃO CEDO, NÃO VAI QUERER OUTRO FRENTE A FRENTE COM JOÃO POLERY.


O DEPUTADO MIGUEL MACHADO LEVOU HOJE (SÁBADO) UM ARREPIO EM TODA A LINHA; PELO DEPUTADO JOÃO POLERY...

COMO SE VÊ, AS OPINIÕES SÃO COMO AS CEREJAS E DÃO PARA OS DOIS LADOS DA BARRICADA.

JÁ O DONO DO BLOGUE, ARMADO EM PROFESSOR MARCELO PARDAL... ESTÁ MAL!

AINDA POR CIMA SENDO (DITO), UM HOMEM DE ESQUERDA.

Homónimo a 1 de Maio de 2011 às 11:10

O 1º parágrafo indica uma opinião sobre um facto virtual. Quem afirmou veementemente que se ausentaria do debate foi PolerY.

A esquerda culpa Sócrates como principal responsável (de esquerda) pelo estado a que Portugal chegou: não deveria, portanto!

Tu és "homónimo" de quem? Só se fores do João Polery!
Esse teu comentário soa mais a um desejo teu do que gostarias que tivesse, de facto, acontecido, do que a uma descrição da realidade.
A situação era muito difícil para João Polery... repare-se que até o Dinis Costa nem apareceu à sessão da AMV.
Isto acontece porque o PS/Vizela não tem gente capaz de argumentar e nem habituado a argumentar... prova disso foi a forma destemperada como reagiram à conferência de imprensa da Coligação quando esta tomou posição pública sobre os estado caótico das finanças públicas municipais... tendo eles optado por publicitar um comunicado em que se limitaram a atacar de forma soez o líder da Coligação.
E João Polery, o rei a demagogia e dos sermões enfadonhos, não soube nadar numa água que não era a sua.
Anónimo a 1 de Maio de 2011 às 12:48

Apenas pretendi sublinhar que as opiniões são como as cerejas.
E se um simples comentador pode dizer que Polery esteve mal, eu também posso dizer que Miguel Machado esteve mal.
Agora não é por falinhas mansas e muita retórica, muita teoria adjectivada que este País anda para a frente. Criticar é fácil. Fazer melhor é que é dificil.
E digam o que disserem, neste mandato PS fez-se mais do que em 6 anos anteriores.
Homografo a 1 de Maio de 2011 às 14:38

Claro que qualquer comentador pode dizer o que quiser. Neste toda a gente tem direito a se livremente exprimir, mesmo para dar largas aos seus delírios!
Anónimo a 1 de Maio de 2011 às 18:52



A proposta que a CMV apresentou à AMV e que foi inserida no ponto 2.6, da Ordem de Trabalhos realizada no dia de ontem é uma perfeita inutilidade. Demonstra apenas que os serviços jurídicos da CMV acabaram de fazer uma primeira leitura da “Código das Expropriações” (CE), a propósito da necessidade de expropriar as Termas da CBV, razão pela qual andam, ainda, aos papéis sobre como orientar, de forma eficiente e célere, esta CMV no procedimento administrativo tendente a que seja obtida a declaração de utilidade pública com vista à expropriação pretendida.
Invocou a CMV, nesta proposta submetida à AMV, a necessidade de um conjunto de actos prévios com vista à obtenção de um conjunto de informações necessárias a fundamentarem, nos termos do artigo 10.º do CE, a futura resolução de requererem a declaração da utilidade pública da aludida expropriação. Esses actos prévios prendem-se com a necessidade de se apresentar uma causa da utilidade pública a ser invocada na resolução de requerer a declaração de utilidade pública da expropriação, saber qual(ais) a(s) norma(s) que habilita(m) o Município de Vizela a proceder a essa expropriação, a identificar todos os bens imóveis a expropriar, identificar todos os seus proprietários e demais interessados conhecidos, a previsão dos encargos a suportar com a expropriação (em que a indemnização é apenas um deles) e que terá por base o valor da avaliação que vier a ser feita, preliminarmente, pelo perito da lista oficial do Tribunal da Relação de Guimarães e que venha a ser escolhido pelo Município de Vizela (futura entidade expropriante).
Contudo, para a prática desses actos prévios, bastava a deliberação favorável da CMV. Com efeito e porque é à CMV que compete, nos termos do art. 64.º/7, al. c, da Lei n.º 169/99, de 18-9, propor, nos termos da lei, a declaração de utilidade pública, para efeitos de expropriação, daí resulta que, nos termos da alínea d do mesmo normativo legal, é à CMV que competirá deliberar sobre a prática de todas as diligências necessárias a obter as informações com vista a fundamentar, nos termos do art. 10.º do CE, a futura resolução de requerer a declaração de utilidade pública da expropriação e que compreende aquela proposta para a qual a CMV é legalmente competente.
Feita essa deliberação camarária, os funcionários municipais poderão, imediatamente, tratar de redigir de forma bem fundamentada a causa de utilidade pública que fundamentará a referida resolução, poderão ir à Conservatória do Registo Predial e ao Serviço de Finanças competentes e neles obter todas as informações com vista à cabal identificação dos prédios, seus proprietários e demais interessados, caso os imóveis não estejam omissos no registo e na matriz, ou, no caso de estarem omissos, a irem para o terreno e fazerem o levantamento desses dados, propor à CMV a escolha de um determinado perito da lista oficial que não tem de ser requerida ao Presidente do Tribunal da Relação de Guimarães, e se o perito não invocar escusa por impedimento fará a avaliação e elaborará relatório, sendo certo que o valor por ele apurado é susceptível de vir a ser, posteriormente, aumentado ou diminuído, mas servirá para apuramento preliminar dos futuros encargos com a expropriação, com vista, entre outras coisas, a se saber se a resolução de requerer a declaração de utilidade pública deverá ser tomada, exclusivamente, pela CMV (conf. art. 64.º/1, al. f, da Lei 169/99, de 18-9), ou, sob proposta desta, pela AMV (conf. art. 53.º/2, i, da Lei 169/99, de 18/9). E só neste caso é que a AMV terá intervenção nesse procedimento administrativo preliminar em relação à declaração de utilidade pública.
Perante o acima exposto, essa proposta da CMV é uma vacuidade, que só serve para se perder tempo. E tempo é coisa que o nosso concelho não pode continuar a perder na questão das Termas.
Ora se fez sentido levar esta proposta a reunião da CMV, onde a Coligação votou favoravelmente, já não o é quando levada à AMV. Pelo que, desta feita, a Coligação, no meu entender, se deveria ter abstido, sob pena de, ao votá-la favoravelmente, passar a ser conivente com a sua inutilidade e ilegalidade, uma vez que a AMV não ter competências para sobre essas matérias se pronunciar, pois isso é da competência exclusiva da CMV.
Anónimo a 1 de Maio de 2011 às 11:25

O Homografo tem razão. O PS neste mandato fez mais que nos anteriores 6 anos. Fez dívidas. De tal ordem que a Câmara está de chapéu na mão e não paga aos fornecedores. As obras na Rua dos Bombeiros é para "cravar" mais o povo com o estacionamento pago.
Anónimo a 1 de Maio de 2011 às 16:57

O BE pede no fórum estacionamentos pagos mais receitas!!!!
Anónimo a 1 de Maio de 2011 às 19:47

Que vergonha de presidente de camara que temos! Mais uma vez provou que mente ! O dito relatorio da IGAL que Dinis Costa dizia ser favoravel á camara, afinal não era bem assim! Foi ver como a bancada do PS mudou logo o seu discurso quando percebeu que a coligação afinal também teve acesso ao dito relatorio! Mais uma mascara PS que caiu ao chão! Bravo Dr. Miguel Machado! Ainda por cima como era uma Assembleia de apresentação de contas, foi de maior interesse uma reunião na QREN! Mas já não se espera outra coisa...
Anónimo a 2 de Maio de 2011 às 08:50

Não se personalize excessivamente a disputa. Nem da parte da situação, nem da parte da Coligação.
A situação é negra e também responsabiliza Dinis Costa, mas, sobretudo, responsabiliza o PS que é quem é responsável pelo governo do nosso Município e não é desde 2009.
Quanto ao desempenho de Miguel Machado... soube apenas aproveitar a sobredita circunstância. Fez o que tinha de fazer, não teve nenhum mérito nisso. Foi para isso que foi eleito... ele e os outros. Serve para compensar o desastroso desempenho com que conduziu a exposição da Coligação face, por exemplo, na questão do PPPQ, em que a Coligação tinha tudo para ter ganho de causa e ele desistiu de rebater os socialistas.
Impõe-se mais humildade de todos, sobretudo quando têm ganho de causa, e menos fulanização destas questões políticas.
A Coligação deve ser diferente dos do PS/Vizela.
Anónimo a 2 de Maio de 2011 às 14:50

A Coligação por Vizela, tanto na A.M como no debate da RV, ganhou em toda a linha, aliás, na A.M. o próprio João Polery reconheceu isso mesma na sua intervenção na A.M.
Anónimo a 3 de Maio de 2011 às 15:05

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





comentários recentes
Será que o Sócrates não teve nada a ver com a Banc...
ANÓNIMO A 19 DE JULHO DE 2020 ÀS 13:09Dinis Costa ...
O tempo “da boa fé e da colaboração institucional”...
Outra vez!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Existe gente que não s...
Dinis Costa em 2 009 recebeu 3 milhões de endivida...
Artigo 133.ºCapacidade do estabelecimento - é só a...
Pede se o favor a quem de direito, que tenham aten...
ANÓNIMO A 11 DE JULHO DE 2020 ÀS 10:57Então diga l...
O Dinis Costa teve o dinheiro dos orçamentos.Mas a...
Leu mal! 13 ( treze ) milhões que Dinis Costa desb...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO