01
Ago 12



"O regulador identificou 17 gestores nesta situação concreta, “havendo um caso de um administrador que pertencia ao órgão de administração de 73 empresas” – a identidade deste gestor não é revelada no relatório. Em situação diferente, 55 responsáveis, cinco dos quais com funções executivas, afirmaram “desempenhar cargos apenas na sociedade”. Os números são divulgados sem particularizar as empresas e as pessoas em causa.

A CMVM analisou a participação tanto dos administradores que exercem funções executivas como aqueles que têm assento como não-executivos nos órgãos de administração. Há casos distintos: por exemplo, executivos que acumulam esse cargo com funções, também executivas, noutras sociedades, e gestores com uma função executiva que têm assento noutras administrações, mas sem função executiva."


CMVM

publicado por José Manuel Faria às 08:42

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
Perfeitamente de acordo com os comentários.Anterio...
Decisão sensata...
Ó anonimozeco, além de cobarde rateirinho, demonst...
Não há indignados, revoltados,... Totós, ranhetas,...
Que historia é esta de enriquecimento ilícito? Que...
MINISTRA DA COESÃO EM VIZELAOra ora que coincidênc...
Que se passa Dr. Desde Julho que nada publica no s...
Lamento muito, Zé! Abraço.
E justo porquê? O tem a ver o cu com as calças?Iss...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO