06
Ago 12


"De recordar que o ministério financia mais de 200 turmas em 94 escolas privadas com contratos de associação. Estes protocolos com as privadas nasceram na década de 1980, numa altura em que havia falta de escolas públicas em algumas zonas do país. O último governo socialista propôs a revisão da rede destas escolas, bem como a redução dos pagamentos por turma dos 114 mil para 85 mil euros, o que foi aplicado. Para o ano lectivo passado, pretendia-se que esse valor caísse para os 80 mil, mas tal não aconteceu já que a Aeep chegou a acordo com o ministério de Nuno Crato, mantendo o valor de 85 mil."


ensino privado

publicado por José Manuel Faria às 08:35

8 comentários:
E se os contratos de associação terminassem.
José Manuel Faria a 6 de Agosto de 2012 às 18:09

Se se fizer a limpeza que proponho no ensino público e quando a melhoria da sua qualidade for notória nada tenho a opor-me. Agora acabar com os contratos de associação só para garantir emprego a essa cambada que tem dado cabo da qualidade do ensino público... não, obrigado! É bom que os portugueses saibam que o ensino público é muito caro e de má qualidade, quando existe um outro caminho mais barato e de muito melhor qualidade.
Anónimo a 6 de Agosto de 2012 às 18:13

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
As termas são do espanhol, pá
Não achas que andas a dormir na forma pol...?O pov...
Bem, o homem pode ter defeitos mas que é muito ami...
pergunta pertinente: porque é que o espanhol não f...
Com este presidente, aliás o mesmo que esteve vári...
-Victor Hugo Salgado repetiu críticas sobre a polí...
Até a receber os tremoços tiram fotografias.Palavr...
Bonita a musica da rádio comercial,Esqueceram se f...
nao resolvem nada e andam a gozar com o povo. pol...
As termas fechadas e o executivo a mentir aos vize...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO