17
Ago 12

 


José Miguel Júdice, um "tubarão" dos escritórios de advogados ex:PSD mas navegador constante na área do "bloco central" diz esta coisa espantosa: "O ministro Miguel Relvas foi vítima de uma coisa muito portuguesa, toda a gente tem que ser doutor, noutros países mais civilizados do que Portugal ninguém se preocupa muito em ser doutor. A mania de ser doutor é que dá isto, se não houvesse esta mania de ser doutor, ele não teria feito aquela solução que aparentemente é legal, mas que é um bocadinho ridícula".


Ridículo e patético é o Júdice: vitimiza Relvas e culpa os portugueses - um sabujo do sistema.

publicado por José Manuel Faria às 09:02

Devo declarar que detesto o Júdice em questão. Mas dizer que ele vitimizou com as suas declarações o Relvas e culpou os portugueses?! Só com base em muita iliteracia na leitura do postado se pode afirmar tal conclusão (por outras palavras o administrador nem sabe ler o que postou)!! Ignorar a ironia com que ele refere que ele foi vítima, reforçada pela afirmação dele ter recorrido a um expediente ridículo, só me permite concluir o que acima escrevi!
Anónimo a 17 de Agosto de 2012 às 20:23

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
As termas são do espanhol, pá
Não achas que andas a dormir na forma pol...?O pov...
Bem, o homem pode ter defeitos mas que é muito ami...
pergunta pertinente: porque é que o espanhol não f...
Com este presidente, aliás o mesmo que esteve vári...
-Victor Hugo Salgado repetiu críticas sobre a polí...
Até a receber os tremoços tiram fotografias.Palavr...
Bonita a musica da rádio comercial,Esqueceram se f...
nao resolvem nada e andam a gozar com o povo. pol...
As termas fechadas e o executivo a mentir aos vize...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO