18
Ago 12


A carta de Louça aos aderentes e povo bloquista foi um modo brilhante de transmissão de “testemunho”, a sua saída da Coordenação do Movimento teve o timing certo - as causas, o trabalho, a fidelidade, a solidariedade são vocábulos pertinentes e bem explicados. Louça está de parabéns. O ainda Coordenador levou quantas vezes o partido “às costas”, principalmente nas localidades rurais e cidades do interior norte/centro e sul. Foi um excelente “Líder”. Creio que, a única falha do texto diz respeito à metodologia que o partido deve seguir na eleição do dirigente máximo: Coordenação “bicéfala” composta por um homem e uma mulher – esta sugestão condicionou o debate. 

publicado por José Manuel Faria às 18:38

9 comentários:
Concordo a política tens coisas assim
aderente a 18 de Agosto de 2012 às 19:03

Não vai deixar saudades a ninguém... os do BE já pensam no senhor(a) que se segue!
Anónimo a 18 de Agosto de 2012 às 20:05

Decisivo , vai ser a estratégia politica que sair da próxima Convenção.

Se a Coordenação vai ser assegurada por um ou mais dirigentes, não é assunto determinante para o futuro do Bloco.

A estratégia sim , assim como a politica de alianças, a clarificação da linha politica, e a necessidade de ultrapassar definitivamente , a situação nunca totalmente resolvida, de se saber se o BE é um partido, ou movimento.
a.pacheco a 18 de Agosto de 2012 às 22:15

Este alucinado ainda não chegou a qualquer conclusão se o BE é um partido ou movimento?! Vê-se que sabes nada do BE ó camarada, da sua história e da sua génese e eventos recentes!!! Toma os comprimidos azuis e vai pedir informações às cronologias dos camaradas fundadores! Talvez com essas informações saibas dar resposta ao teu dilema... ou então (que é o mais provável) fiques ainda mais confuso!
Até os adversários políticos sabem que o BE não passa de uma coligação de vários partidos e movimentos (daí ser um bloco) de esquerda (exceptuando o PCTP-MRPP, o PCP e o PEV), em que o PSR sempre se achou no seu seio mais importantes que os demais e tomou de assalto a direcção (coordenação) do BE. Foram várias as ocasiões, por este ou aquele motivo, que existiram vários dissidentes e críticos contra as membros da coordenadora nacional por privilegiar mais esta ou aquela facção em detrimento das outras e isso deixou feridas que nunca foram saradas. E este vazio de liderança vai permitir o surgimento de uma nova liderança menos elitista e sectária que logre a agregação dessas facções e evite a implosão desse do BE em vários partidos de esquerda sem expressão nacional. E será que os propostos pelo Louçã são capazes disso, já que o Louçã chegou à conclusão que ele mesmo não o era?! A ver vamos!
Mas, em termos de resultados eleitorais, nenhum dos propostos tem perfil para mobilizar eleitores no voto no BE! O único que o BE tinha e que tinha essa capacidade era o irmão do Paulo Portas... mas, infelizmente, já não está entre nós!
Anónimo a 19 de Agosto de 2012 às 23:40

"... a sua saída da Coordenação do Movimento teve o timing certo"

Em vez de 'teve' corrija para 'tem'. Em vez de 'Movimento' corrija para Partido. Hoje por hoje, em Agosto de 2012 já todos assumem e encaram o BE como mais um Partido no espectro politico português. Exemplificando, pense num arco-iris e substitua as cores pelos partidos...

Só não gostei da sugestão, conselho, alvitre para quem deve ser o próximo líder. Faz lembrar as monarquias, as ditaduras (de esquerda ou de direita). Se o F L quer sair, que saia, é livre de o fazer (é assim em Democracia), mas que evite de nomear o seu sucessor.
Homónimo a 19 de Agosto de 2012 às 11:07

"Cumpri estas funções durante dois mandatos e dei a cara pelo Bloco desde a sua fundação. Julgo que é tempo de uma renovação da representação pública do nosso movimento."

http://esquerda.net/artigo/renova%C3%A7%C3%A3o-da-dire%C3%A7%C3%A3o-faz-o-bloco-mais-forte/24301

Pelo que li, julgo que só em Novembro/Dezembro o F L irá sair (se até lá não mudar de ideias, ou o convençam a ficar).

Daí que escrever: 'a sua saída teve', não está ortográficamente muito correcto.

Ficaria melhor 'a sua saída tem', num tempo digamos condicional, infinito e não pretérito!


Homónimo a 19 de Agosto de 2012 às 11:47

Mais um simpatizante do BE e pretensioso linguísta!
Anónimo a 19 de Agosto de 2012 às 23:42

Todos?!
Ainda têm de provar que o BE é um partido para que todos o passam a encarar como tal. Para já é mais um saco de gatos... senão, veremos a questão da sucessão! É uma bela oportunidade para se afirmarem como partido, mas, mesmo assim, não chega!
Anónimo a 19 de Agosto de 2012 às 23:48

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
Novo Rumo com Vitor T, Dinis e Joap poleri. A séri...
VIZELA CIDADE NATAL 2019 | Este ano o verdadeiro e...
Alargar o período experimental para 180 dias foi a...
"Homem pequeno, o Diabo o cagou'", adágio popular!
Dora Gaspar esteve tantos anos no desempenho de fu...
Mais uma vez a liderança da Coligação PSD/CDS-PP a...
Um aumento de despesas com pessoal de 1,7 milhões ...
Volta e meia lá surge uma notícia, plantada num do...
VHS as festas são feitas por ALGUNS funcionários d...
Caiu esse, e depois de Israel aos EUA passando pel...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO