18
Ago 12


A carta de Louça aos aderentes e povo bloquista foi um modo brilhante de transmissão de “testemunho”, a sua saída da Coordenação do Movimento teve o timing certo - as causas, o trabalho, a fidelidade, a solidariedade são vocábulos pertinentes e bem explicados. Louça está de parabéns. O ainda Coordenador levou quantas vezes o partido “às costas”, principalmente nas localidades rurais e cidades do interior norte/centro e sul. Foi um excelente “Líder”. Creio que, a única falha do texto diz respeito à metodologia que o partido deve seguir na eleição do dirigente máximo: Coordenação “bicéfala” composta por um homem e uma mulher – esta sugestão condicionou o debate. 

publicado por José Manuel Faria às 18:38

Decisivo , vai ser a estratégia politica que sair da próxima Convenção.

Se a Coordenação vai ser assegurada por um ou mais dirigentes, não é assunto determinante para o futuro do Bloco.

A estratégia sim , assim como a politica de alianças, a clarificação da linha politica, e a necessidade de ultrapassar definitivamente , a situação nunca totalmente resolvida, de se saber se o BE é um partido, ou movimento.
a.pacheco a 18 de Agosto de 2012 às 22:15

Este alucinado ainda não chegou a qualquer conclusão se o BE é um partido ou movimento?! Vê-se que sabes nada do BE ó camarada, da sua história e da sua génese e eventos recentes!!! Toma os comprimidos azuis e vai pedir informações às cronologias dos camaradas fundadores! Talvez com essas informações saibas dar resposta ao teu dilema... ou então (que é o mais provável) fiques ainda mais confuso!
Até os adversários políticos sabem que o BE não passa de uma coligação de vários partidos e movimentos (daí ser um bloco) de esquerda (exceptuando o PCTP-MRPP, o PCP e o PEV), em que o PSR sempre se achou no seu seio mais importantes que os demais e tomou de assalto a direcção (coordenação) do BE. Foram várias as ocasiões, por este ou aquele motivo, que existiram vários dissidentes e críticos contra as membros da coordenadora nacional por privilegiar mais esta ou aquela facção em detrimento das outras e isso deixou feridas que nunca foram saradas. E este vazio de liderança vai permitir o surgimento de uma nova liderança menos elitista e sectária que logre a agregação dessas facções e evite a implosão desse do BE em vários partidos de esquerda sem expressão nacional. E será que os propostos pelo Louçã são capazes disso, já que o Louçã chegou à conclusão que ele mesmo não o era?! A ver vamos!
Mas, em termos de resultados eleitorais, nenhum dos propostos tem perfil para mobilizar eleitores no voto no BE! O único que o BE tinha e que tinha essa capacidade era o irmão do Paulo Portas... mas, infelizmente, já não está entre nós!
Anónimo a 19 de Agosto de 2012 às 23:40

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
Será que o Sócrates não teve nada a ver com a Banc...
ANÓNIMO A 19 DE JULHO DE 2020 ÀS 13:09Dinis Costa ...
O tempo “da boa fé e da colaboração institucional”...
Outra vez!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Existe gente que não s...
Dinis Costa em 2 009 recebeu 3 milhões de endivida...
Artigo 133.ºCapacidade do estabelecimento - é só a...
Pede se o favor a quem de direito, que tenham aten...
ANÓNIMO A 11 DE JULHO DE 2020 ÀS 10:57Então diga l...
O Dinis Costa teve o dinheiro dos orçamentos.Mas a...
Leu mal! 13 ( treze ) milhões que Dinis Costa desb...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO