29
Ago 12


"Ministério das Finanças está a estudar a possibilidade de serem feitos cortes nas deduções fiscais de quem apresenta IRS com filhos a cargo, ascendentes ou deficientes."


ps: Pssos Coelho tem um irmão deficiente profundo.


Passos Coerente:


 

"O actual Primeiro-Ministro, Passos Coelho, tem sido muito perseguido por ter garantido a uma jovem, no dia 1 de Abril de 2011, que não tocaria no subsídio de Natal da mãe, se ganhasse as eleições. Dito e feito: naquele ano foi metade do subsídio, neste ano vai todo, e assim continuaríamos, cantando e rindo, até 2018, se não fossem uns deputados teimosos e do Tribunal Constitucional.

 

 

 

Vai daí, há quem escreva que sua excelência é inconstante, que diz uma vez uma coisa e outra vez outra coisa, que promete o que não faz e que faz o que prometera evitar. Calúnias.  O nosso primeiro sempre foi transparente. Um exemplo em defesa da sua honra: há alguns anos, desdobrava-se em generosidade para criar mais quatro freguesias no concelho onde foi candidato, com o famoso Projecto de Lei 306/VII. 

 

 

 

Quem se atreve agora a dizer que ele muda de opinião ou de política? Ou que não cumpre o que promete? Vá lá, quem se atreve?

 

 

 

http://www.parlamento.pt/ActividadeParlamentar/Paginas/DetalheIniciativa.aspx?BID=5202

 

 

 

Projeto de Lei 306/VII

 

Reorganização administrativa do município da Amadora e criação das freguesias de Alfornelos, Moinhos da Funcheira, São Brás e Venda Nova. [não disponível] 

 

(Texto Inicial Substituído)

 

 

 

Autoria

 

Manuela Ferreira Leite (PSD) , Pedro Passos Coelho (PSD) , Fernando Pedro Moutinho (PSD)"

 

https://www.facebook.com/notes/francisco-lou%C3%A7%C3%A3/passos-coelho-e-a-coer%C3%AAncia-assim-se-vai-longe/10151065684758214 

publicado por José Manuel Faria às 11:54

3 comentários:
Hoje em dia já não se faz jornalismo! Os encartados "jornalistas" dedicam-se a adivinhar o futuro OGE.
Curioso é que neste blogue, como noutros afectos ao BE e à dita esquerda socialista, se tome a fantasia por realidade!
Melhor teria sido, para uma discussão inteligente e não especulativa, que se postasse a opinião do fiscalista Tiago Caiado Guerreiro a propósito dessa não-notícia, dessa hipótese jornalística. Mas eu entendo a agenda política do administrador deste blogue... para se ser considerado de esquerda não é necessários apresentar um projecto político alternativo, realista e exequível ao que conduz a actual governação do país, basta que se critique de forma miserável o governo com base em hipóteses surgidas da imaginação de um jornalista! Espantoso...!
Anónimo a 29 de Agosto de 2012 às 13:13

Mas supondo que isso venha a ser verdade, o que de momento não é demonstrável, o facto do PM ter um irmão deficiente profundo só demonstraria que ele trata todos os portugueses de forma igual e que não beneficia familiares e amigos! Miserável seria se ele fosse como o Sócrates que fartou-se de beneficiar amigos, muitos amigos e de forma muito choruda, e os seus familiares... sempre à custa do erário público e dos contribuintes portugueses!
Anónimo a 29 de Agosto de 2012 às 13:17

Ora essa! Atrevo-me eu!
O que é o que tu farias se chegasses ao Governo e verificasses que nesse primeiro ano se iria existir uma derrapagem sobre a meta do déficit para 2011?! E tivesses de atingir nos anos subsequentes as medidas impostas pelo programa de resgate financeiro?! Tu foges a responder a essas questões como o diabo foge da cruz! E não é a primeira vez que te interpelo para que digas o que farias de diferentes?! Mostra lá que coelho tirarias da tua cartola?! Que magia farias?! Até hoje, nem esboças uma singela tentativa para dares resposta a esse repto que te venho, à longo tempo, lançando!
Onde vai o Estado buscar dinheiro para manter tudo como está, para suportar, dentro dos limites de déficit que nos estão impostos, as suas despesas!? Aumentar os impostos? Já o fez e tu e o BE criticaram. Reduzir despesas? Quais?! Sabendo toda a gente que a principal despesa do Estado é com salários, pensões e subsídios?! Este Governo suspendeu por vários anos os subsídios de férias e de Natal aos trabalhadores do Estado e aos pensionistas acima de um determinado valor (€ 600,00) e tu o teu bloquinho criticou! Verifico, por isso, que preferiam despedir trabalhadores estatais! E se optam por não aumentar impostos e diminuir as depesas e ninguém nos empresta dinheiro a juro comportável, a alternativa é deixar de pagar salários, subsídios, pensões, etc?! Só pode ser para aí que tu e o bloquinho nos pretende levar.
Anónimo a 30 de Agosto de 2012 às 01:07

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
São os LIONS... porque são os Reis da (VIZELA) sel...
O professor este comentário é que devia pôr no Fac...
Ainda bem para a Rádio Vizela que foi José António...
O pavor e o medo chegou à Câmara Municipal de Vize...
Anda aí um zum zum de alguém que anda á procura de...
ANÓNIMO A 9 DE DEZEMBRO DE 2019 ÀS 10:54O PREÇO DE...
Os milhões que a Câmara socialista de Francisco Fe...
ANÓNIMO A 9 DE DEZEMBRO DE 2019 ÀS 20:41É verdade ...
Porque não respondeu no Facebook?Ao menos o Sr. An...
que bonito o cortejo, tinha outra vida se fossem a...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO