18
Jan 08

 

 

Esta lei aplicada em 2005 dificilmente elegeria em Vizela : 1 deputado da CDU, 1 do BE e os 5 do PSD/CDS.

A existência apenas de um boletim de voto e para a Assembleia Muinicipal de onde sairá o Presidente de Câmara levará o eleitor a votar massivamente no mesmo partido. Não tem a opção de votar de um modo para a Câmara e de outro para a Assembleia Municipal.

Os partidos com menor representação têm sempre mais votos para a Assembleia Municipal.

Uma Lei para colocar os maiores ainda maiores.

Uma lista com mais um único voto e de maioria relativa passa automáticamente a maioria absoluta. Uma distorção da proporcionalidade.

Gostaria de saber a posição do PSD/Vizela.

publicado por José Manuel Faria às 13:55

Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
Bem a pensar assim a Praça, (Lameira)deveria ainda...
Os únicos preocupados são:O Eugénio e a Dora, o Eu...
Há por aqui comentários de pessoas a soldo dos que...
de Março Essa alternativa (nunca chegou a ser pro...
A qual eng ) Ao Porta Chaves
Este artista tem a voz do dono. E nasceu na Praça ...
É só olhar para a fotografia deste" poeta" que se ...
Hotel sul americano, já teve só dois andares, Casi...
Depois de ler este artigo, fiquei a perceber que n...
Parece que não re4spondeu ao que lhe perguntaram. ...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO